Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

PROGEP promove curso para servidores de Combate ao Racismo



  • IDENTIFICAÇÃO:

 

 1.1 Título: Combate ao Racismo

 1.2 Carga Horária: 28h  

 1.3 Público-Alvo: Servidores Técnico-Administrativos em Educação e Docentes da UFSM

 1.4 N. de vagas: 40

 1.5 Modalidade: Presencial

 1.6 Instrutor (es): Victor De Carli Lopes e Sthefanny Saldanha de Oliveira

 1.7 Local: Sala de Capacitação da PROGEP – Prédio 48 C e no dia 04/11/19 será no Auditório da PROGEP

 1.8 Horário: segundas e quintas-feiras, das 8h às 12h

 1.9 Período: de 07/10/19 a 04/11/2019

 1.10 Cronograma: conforme programa do curso

 1.11 Critério de Seleção: Ordem de inscrição

 1.12 Coordenação: CIMDE/PROGEP

 1.13 Telefone e e-mail para contato: (55) 99103-2904 victor_decarli@hotmail.com

2 JUSTIFICATIVA

Frente aos ataques racistas que a Universidade vem se deparando nos últimos anos, torna-se cada vez mais necessário capacitar ao máximo os servidores da instituição para saber lidar com esse tipo de situação, entender como se forma e da onde vem esses pensamentos e práticas racistas e até para promover uma autorreflexão sobre as próprias atitudes dos cursistas. O curso terá uma abordagem bem ampla para tratar das mais diversas formas que o racismo se manifesta.

 

OBJETIVOS:

3.1 Geral: Conscientizar os servidores da UFSM, tanto técnicos quando docentes, a respeito dos debates acerca do racismo de forma mais ampla possível, a fim de adensar e melhor capacitar as redes da Instituição de combate ao racismo, coibir a (re)produção de práticas discriminatórias e propagar as iniciativas antirracistas na universidade e na cidade.

3.2 Específicos:

 Ao final do curso o participante será capaz de:

  1. entender a estruturação do racismo e da desigualdade racial no Brasil
  2. Conhecer as principais referências, personalidades e teóricos do movimento negro nacional
  3. Compreender a importância do conceito do racismo institucional e das políticas públicas de ações afirmativas
  4. Combater de maneira mais apta o racismo em suas diferentes formas e situações

  

4 PROGRAMA DO CURSO:

 

Aula:

Data:

Assunto Abordado:

Instrutor(a):

1

07/10/2019

História do Movimento Negro no Brasil (parte I)

Victor    ( 4h)

2

10/10/2019

História do Movimento Negro no Brasil (parte II)

Victor    (4h)

3

14/10/2019

Negritude nas ciências e nas artes

Sthefanny (4h)

4

17/10/2019

Racismo institucional

Victor      ( 4h)

5

21/10/2019

Feminismo negro

Sthefanny ( 4h)

6

24/10/2019

Interseccionalidade e Violência

Sthefanny  ( 4h)

7

04/11/2019

Encerramento e Avaliação do Curso

Victor e       (2h)

Sthefanny   ( 2h)

   

5 METODOLOGIA:

As aulas serão encontros presenciais em que os instrutores irão expor o conteúdo trabalhado e desenvolvido especificamente para este curso. Visando empoderar também estudantes negros da universidade, serão convidados alunos que tenham domínio no assunto desenvolvidos em cada aula, tanto para participar da aula complementando a matéria, quanto para que eles percebam a recepção do público ao se trabalhar esses temas e suas principais dúvidas. Durante as aulas, teremos espaços para o diálogo entre os instrutores e os cursistas, pois cremos que, dessa forma, dúvidas poderão ser sanadas e preconceitos desconstruídos.

Além dos encontros presenciais, utilizaremos ferramentas digitais, disponibizando vídeos, textos e acesso às páginas, matérias e notícias do que está sendo feito e pensado atualmente sobre esse tema. Levando em conta o público alvo ser composto por servidores da UFSM, a realidade da instituição e o meio que a permeia será constantemente explorado, aproximando a temática do cotidiano dos cursistas. Com vistas a trocar experiências, ideias e informações serão ofertadas também o sistema de fóruns que, semanalmente, por meio de perguntas e questionamentos, os instiguem a debater e aprofundar seus conhecimentos no assunto. A utilização dessa ferramenta tem por objetivo fazer com que os cursistas tenham um momento de reflexão sobre o tema para além do período de aula, sendo que as tarefas objetivarão promover autoanálises sobre seus próprios contextos sociais, afetivos e profissionais.

O material de apoio às aulas será disponibilizado sempre anteriormente da mesma para servir de base para o conteúdo apresentado nos encontros presenciais. Após cada aula serão abertos fóruns no Moodle para o debate poder se estender e as tarefas exigidas serem submetidas.

 

6 DA AVALIAÇÃO DO ALUNO E DO CURSO – CURSO PRESENCIAL:

Os participantes deverão obter frequência igual ou superior a 70% das aulas presenciais e também ter participação ativa nos trabalhos que serão desenvolvidos para atingir os objetivos propostos. No caso de atribuição de notas aos participantes, será considerada 6,0 a nota mínima para aprovação.

Os participantes, ao término do curso/módulos, deverão realizar a avaliação de reação, por meio de instrumento proposto pelo Núcleo de Educação e Desenvolvimento (NED) da Coordenadoria de Ingresso, Mobilidade e Desenvolvimento (CIMDE).

7 DA CERTIFICAÇÃO:

O certificado será fornecido pela PROGEP aos participantes que cumprirem os critérios de certificação e atenderem os objetivos propostos, podendo ser emitido no Portal de Capacitação, no link “Meus Cursos”.



Publicações Recentes