Ir para o conteúdo CE Ir para o menu CE Ir para a busca no site CE Ir para o rodapé CE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

CONCLUÍDOS

INTER-RELAÇÕES ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA: Possibilidades de Reflexão sobre a Formação Docente e o Cotidiano Escolar

Este projeto de extensão tem como objetivo compreender, pelo diálogo e pela identificação dos discursos e saberes, quais as necessidades e possibilidades temáticas e metodológicas a serem trabalhadas na prática docente a partir de dez oficinas que serão desenvolvidas em encontros do Núcleo de Pesquisa em Educação e Memória – CLIO/UFSM com o curso normal da Escola Estadual Olavo Bilac. A proposta que aqui se faz de construção conjunta pela necessidade de ocorrer interações constantes entre a universidade e a comunidade em geral, prevê encontros quinzenais com a participação de alunos e professores. Relações imprescindíveis que convergem na construção de novos olhares e saberes para todos os envolvidos.


INTERAÇÃO UNIVERSIDADE COMUNIDADE ESCOLAR: espaços e tempos de reciprocidades e autonomias

Sob a premissa de que o tripé ensino-pesquisa-extensão, não somente confere sentido e significação social, mas democratiza conhecimentos e experiências oriundos de pesquisas e das práticas escolares, este projeto objetiva, de forma geral, construir e fomentar a reflexão sobre o cotidiano escolar e suas especificidades, no viés da articulação entre temas conceituais gerais e particularidades vivenciais, promovendo a gestão da autonomia da comunidade escolar. Mais especificamente, pretende realizar um processo dialógico extensivo, através de encontros com educadores, educandos e familiares da Escola Estadual de Educação Básica Professora Margarida Lopes, localizada em Santa Maria RS, na perspectiva de integrar conhecimentos construídos nas e pelas relações educativas e fomentar a construção de propostas para a resolução de conflitos/problemas. Configura-se em si, como uma parceria entre a referida escola e o Núcleo de Estudos sobre Educação e Memória Clio na propositiva de criar espaços/tempos de diálogos, compreensões e (co)responsabilizações dos processos de escolarização e formação.