Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Eventos Anteriores

Seminários Regionais de Educação do Campo

OBJETIVOS

Objetivo Geral

O evento objetiva proporcionar e dar continuidade a problematização das especificidades e recorrências que caracterizam as dimensões socioeconômicas, políticas e culturais dos espaços rurais. Além disso, visa o aprofundamento das reflexões sobre as práticas e os fundamentos, legais, teóricos, metodológicos que as constituem, a fim de contribuir no processo de construção de um Projeto de Sociedade e de Escola Pública que se caracterize pela inclusão efetiva e igualitária dos sujeitos. 

Objetivos Específicos

– Constituir um espaço permanente capaz de socializar, sistematizar as experiências de trabalho com o propósito de ampliar/ressignificar o debate teórico  nos diferentes espaços de educação formal e não formal, nos quais acontece a educação dos trabalhadores do campo e da cidade.

– Sistematizar experiências e proposições que se apresentem como inovadoras/transformadoras das realidades educativas do campo;

– Consolidar um espaço científico comprometido com a diversidade de saberes, compondo-o de forma efetivamente coletiva, itinerante e descentralizada;

– Constituir seminários regionais permanentes de debate e socialização das práticas da Educação do Campo, articulados ao Seminário Internacional. 

– Possibilitar vivências culturais e artísticas, que expressam as realidades da sociedade como um todo, primando pela diversidade em todos os seus sentidos;

– Discutir princípios orientadores para a construção de projetos político pedagógicos nas escolas do campo;

– Produzir os anais do evento e livro coletivo, socializando, de modo mais amplo, os debates e produções apresentadas.

METODOLOGIA DO EVENTO

O Seminário está organizado para receber estudantes de graduação e pós graduação, pesquisadores, professores, membros de movimentos sociais, educadores populares e demais pessoas interessadas com o trabalho em torno da Educação Popular e da Educação do Campo. A proposta metodológica propõe um espaço participativo, desenvolvendo-se em quatro movimentos centrais:

– Painéis. Serão realizados dois painéis, cada um com dois painelistas e como dinâmica a apresentação de palestras, coordenadas por convidados; Haverá debate com a plenária e as considerações finais dos painelistas; O objetivo dos painéis é o de aprofundamento teórico de aspectos específicos, com o aporte da participação de intelectuais que se dedicam a investigação teórica;

– Apresentação de Trabalhos. Os trabalhos serão submetidos e direcionados a um comitê científico regional, que aprovará as comunicações a serem apresentadas, nos Grupos de Trabalho, durante o Seminário; A organização seguirá a distribuição por eixo-sala. Haverá um coordenador, designado pela coordenação do Seminário, para cada Grupo de Trabalho. Cada trabalho terá um tempo de 15 minutos para ser apresentado; Em cada sala de apresentação de trabalho será disponibilizado computador e multimídia, que deverão ser organizados e manuseados por dois monitorares; Objetiva-se, com as apresentações de trabalho, oportunizar a socialização de pesquisas e experiências de trabalhos educativos, que estão em curso nas diferentes instituições participantes; Os trabalhos aprovados constarão nos Anais do Seminário, que estará disponibilizado no próprio evento; Os trabalhos apresentados receberão certificado especifico de apresentação de trabalhos. 

– Socialização de experiências. A apresentação de experiências serão realizadas em forma de pôster e constarão de experiências trazidas pelos movimentos sociais, escolas, coordenadorias de educação, universidades, secretarias municipais de educação.

– Projeto Cultural. O espaço cultural no Seminário compreende as manifestações culturais e artísticas, que expressam as realidades da sociedade como um todo. Pretende-se que esteja dinamicamente relacionado à totalidade da proposta do Seminário. Esse projeto se constitui em uma organização específica e se encontra em fase de elaboração.

– Avaliação e Continuidade do Evento. Esse momento consiste na avaliação do evento  e encaminhamentos referentes à continuidade. 

Santa Maria 

Erechim 

Jaguarão

Porto Alegre

Anais I SIFECdoc Regional