Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo
Publicado: 14 setembro 2018 - 11:44 | Última modificação: 28 setembro 2018 - 07:44
Ouvir

1º SEMINÁRIO DAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO

TÉCNICO-CIENTÍFICOS

Colégio Estadual José de Alencar - Santa Maria
21/09/2018 08:30 - 22/09/2018 17:00




Descrição

1º Seminário das Ciências da Religião
Ciência, Religião e Educação: Articulações em Tempos de Pós-Verdade

O 1º Seminário das Ciências da Religião, intitulado “Ciência, Religião e Educação: Articulações em Tempos de Pós-Verdade”, tem como público acadêmicos e docentes do Curso de Ciências da Religião UFSM/UAB. Visa promover um lugar para reflexões sobre os desafios da formação do profissional das Ciências da Religião e as contribuições da sua articulação com a educação, para o contexto caracterizado como “era da pós-verdade”. O evento visa também promover uma maior vinculação dos acadêmicos ao Curso, proporcionando momentos culturais, de diálogo e de reflexões acerca do tema do Seminário.

Em 2016 o Dicionário Oxford acrescentou aos seus verbetes a expressão “pós-verdade”. Conforme é da tradição deste volume, uma vez ao ano um novo étimo é adicionado à língua inglesa, de acordo com a importância que assume no cotidiano do idioma. Embora o termo “pós-verdade” não tenha sido inventado nesse ano, foi em 2016 que um aumento de 2.000% em sua utilização foi registrado, com mais de 6,5 milhões de citações apenas em língua portuguesa.

Mas o que significa pós-verdade? Segundo o Dicionário Oxford, o neologismo diz respeito às “circunstâncias nas quais fatos objetivos têm menos influência em moldar a opinião pública do que apelos à emoção e a crenças pessoais”. O que isso significa? Estaríamos diante de um caso em que se prefere a mentira à verdade? Não necessariamente. A pós-verdade diz respeito a quando há indiferença com a verdade dos fatos. Em outras palavras, a convicção pessoal é o que importa, e os fatos em si só servem se vão ao encontro do que já foi definido como correto pela convicção pessoal.

O observado aumento em 2016 se deu pelo fenômeno que alguns sociólogos contemporâneos estão classificando como “era das pós-verdades”. Estaríamos hoje em um momento histórico que no ápice do acesso da informação, as pessoas preferem selecionar apenas as “verdades” que lhes convêm. Isso se dá, em grande parte, por conta de uma concentração da produção jornalística nas mãos de poucos e também pelas bolhas ideológicas formadas pelas mídias sociais.

Isso, evidentemente, é um grande perigo para a cidadania, pois pode legitimar todo tipo de intolerância e preconceitos. Pegando o Brasil como caso, estamos cada vez mais observando um grande avanço dos extremismos ideológicos. E sendo a escola e a religião reflexos da sociedade, acabam sendo notados reflexos dessa forma de preconceito justamente nessas duas instâncias que são tidas como formadoras e legitimadoras de cidadania. Nesse sentido, a ciência e os fatos acabam assumindo um papel cada vez mais secundário ou, ainda pior, enviesado na sociedade.

É visando discutir essas questões que o curso de Ciências da Religião da Universidade Federal de Santa Maria convida a todos os seus estudantes e à comunidade mais ampla a nos reunirmos em um simpósio. Por transitar de modo acadêmico e responsável pelos três domínios – ciência, religião e educação –, o papel do cientista da religião se faz cada vez mais necessário para esse momento histórico.

Considerando seu propósito de configurar-se como espaço de encontro e reflexão, o seminário deste ano será sediado pelo Polo São Francisco de Paula, nos dias 21 e 22 de setembro. O evento é gratuito, e as inscrições devem ser feitas online, no endereço

Contato
Localização


Rua Assis Brasil São Francisco de Paula - 842 - centro
Santa Maria - Rio Grande do Sul