Ir para o conteúdo CE Ir para o menu CE Ir para a busca no site CE Ir para o rodapé CE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Histórico

O atual NEPEI-Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e Infância- dá continuidade à história iniciada com o NDI – Núcleo de Desenvolvimento Infantil – no seu propósito de elaborar e desenvolver programas e/ou projetos de ensino, pesquisa e extensão na área da Educação (Educação Infantil, Anos Iniciais, EJA, Educação e Gênero, entre outros).

A trajetória do NDI/NEPEI tem seu marco inicial na fundação da brinquedoteca pela professora Santa Marli Pires dos Santos, em 1989. Pouco depois, em 1993, visando atender as demandas de capacitação de recursos humanos e o aprimoramento do ensino, pesquisa e extensão, esta brinquedoteca torna-se parte de uma unidade de apoio do Centro de Educação: o Núcleo de Desenvolvimento Infantil – NDI. 
O então recém criado NDI teve como sua primeira coordenadora a professora Santa Marli Pires dos Santos, filiada à ABRINQ – Associação Brasileira de Brinquedotecas e pioneira na divulgação das brinquedotecas como espaço educativo. O primeiro programa do NDI, denominado “Brinquedoteca: um laboratório de brinquedo” (1995/1997) contava com diversas parcerias para atender às muitas áreas de abrangência dos projetos participantes sendo apenas alguns deles: Informática na Educação Infantil: brincando, aprendendo e criando; Brinquedoteca Hospitalar: uma alternativa de atenção à criança; a Ludicidade no ensino da Cartografia; Alfabetização através do brinquedo; O Brinquedo e as Ciências.

Em 1998, torna-se coordenadora do NDI a professora Cleuza Maria Maximino Carvalho Alonso. Em sua gestão, no ano de 2002, o Núcleo de Educação Infantil Ipê Amarelo (atual Unidade de Educação Infantil Ipê Amarelo), que até então constava na estrutura organizacional da Coordenadoria de Qualidade de Vida do Servidor, vincula-se ao Centro de Educação através do NDI, do qual passa a fazer parte enquanto projeto de ensino, pesquisa e extensão. Esta vinculação, inicialmente feita a partir de uma necessidade organizacional do Ipê Amarelo, viria a render vários frutos na forma de projetos, eventos e atividades realizadas em parceria, que encontra continuidade até os dias atuais.

Sob a gestão da professora Cleuza Maria Maximino Carvalho Alonso se desenvolveu o Projeto AIA: “Informática Educativa em um Ambiente Informatizado de Trabalho”. Este projeto oferecia apoio educacional diferenciado a alunos de uma escola da rede pública através de recursos tecnológicos; também foi este o projeto responsável pela criação do site do NDI. No ano de 2006, trazendo novamente como foco a ludicidade é desenvolvido o projeto “Brincar no Ipê Amarelo: pesquisa e produção de jogos”, firmando a parceria NDI/Ipê Amarelo.

Em 2007, a professora Viviane Ache Cancian assume concomitantemente a coordenação do NDI e do projeto através do qual era garantida a manutenção das atividades do Ipê Amarelo. O novo projeto é denominado “Uma Interlocução entre pesquisadores, professores, acadêmicos e o processo educacional vivido no Núcleo de Educação Infantil Ipê Amarelo”. No ano seguinte, abrangendo este projeto, a coordenação do NDI criou o programa de extensão “A Formação Inicial e Continuada de Professores: Infância e Práticas Educativas”. Também fizeram parte deste programa: ”Laboratório de Alfabetização: repensando a formação de professores”, “I Curso de Formação de profissionais da Educação: a Escola que Protege”, “NDI de portas abertas”, “A qualidade da Educação Infantil”.

A partir de 2009, as professoras da equipe do NDI, articuladas com o Fórum Gaúcho de Educação Infantil, iniciaram a realização dos encontros e o Ciclo de Estudos do FREICENTRAL – Fórum Regional de Educação Infantil da Região Central do Estado, que atualmente se encontra em sua XIX edição. Os debates do FREICENTRAL, com o objetivo de propiciar oportunidades de discussão, socialização e produção de conhecimentos acerca das Políticas Públicas para a Educação Infantil, têm alcançado anualmente cerca de 80 Professores da Região Central do Estado do RS.

Através de um convênio firmado entre UFSM e MEC, o NDI teve um importante papel no assessoramento e acompanhamento pedagógico às redes e sistemas de ensino na implementação do PROINFÂNCIA – Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil. Este programa propiciou formação continuada para profissionais de cerca de 150 municípios do Estado do Rio Grande do Sul, a partir do ano de 2012, com visitas técnicas e ciclos formativos desenvolvidos pela equipe de professoras e parcerias do NDI, tendo por culminância a edição dos livros “Pedagogias das infâncias, crianças e docências” e “Docências na Educação Infantil: currículo, espaços e tempos”, no ano de 2016.

O NDI também realizou, entre os anos de 2012 a 2017 o Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil com abrangência de cerca de 100 professores da rede pública de ensino. As professoras coordenadoras desse curso foram Viviane Ache Cancian e Débora Teixeira Mello.

De 2013 a 2016, Projeto OFICINAS DO BRINCAR, coordenado pela técnica administrativa Vânia Almeida da Silva, resgatou o espaço da brinquedoteca do NDI como ambiente formador. Através de oficinas de vivências lúdicas e construção de jogos, o projeto atendeu anualmente acadêmicos dos Cursos de Pedagogia e Educação Especial, como também aos Professores e alunos da Rede Pública Municipal de Ensino de Santa Maria.

A professora Sueli Salva assumiu a coordenação do NDI no ano de 2016, dando continuidade a iniciativas importantes. A gestão da professora Sueli Salva tem resgatado parcerias, possibilitando que, ao longo do ano de 2017 o grupo de professoras ligado ao NDI realizasse diversas reuniões com a finalidade de reformular seu Regulamento Interno. Durante os debates, o grupo redefiniu o nome para NEPEI, entendendo que o novo nome contemplaria as especificidades das funções do núcleo; instituiu-se o colegiado composto por membros de todos os Departamentos do CE, da Comissão de Estágios e da UEIIA – Unidade de Educação Infantil Ipê Amarelo. O Regulamento em questão foi aprovado pelo Conselho do Centro de Educação no dia 26 de março de 2018, conforme Ata n.° 587/2018, reiterando o comprometimento da Equipe de professoras e Técnicas Administrativas com a educação.

Em 2018, o colegiado do NEPEI, a partir de sua atuação na formação inicial e inserção na comunidade escolar, identificou a necessidade de formação continuada para os profissionais da Educação Básica. Com o objetivo de contribuir na formação desses docentes e qualificar as ações pedagógicas dos mesmos, o grupo se propôs a realizar o projeto de extensão “Curso de Aperfeiçoamento Infância: saberes e ação pedagógica na Educação Infantil”. Sob a coordenação da professora Taciana Camera Segat, o curso está em suas etapas finais, tendo como destaque a exposição dos Diários Visuais/Textuais, elaborados pelas cursistas do mesmo. 

2019 tem sido um ano especial para o NEPEI. Construído com muita dedicação, o núcleo realizou um grande evento para marcar os 10 anos de FREICENTRAL: o XV Encontro Estadual do Fórum Gaúcho de Educação Infantil – I Seminário do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e Infância com diversas parcerias, trazendo estudiosos/as e pesquisadores/as de nível internacional. O evento, realizado em maio de 2019, alcançou um público de centenas de participantes, e foi um marco enquanto espaço de discussão sobre a qualidade e a avaliação em Educação Infantil em Santa Maria e região.

No mesmo ano de 2019, através de uma parceria com a Secretaria de Educação do Município de Santa Maria, o grupo de professoras que fazem parte do colegiado do NEPEI está realizando a formação continuada dos professores municipais de Educação Infantil. Esta formação consiste em, num dia não letivo por mês, todas as professoras municipais de Educação Infantil terem um tempo e espaço para refletirem coletivamente acerca dos desafios da docência, com a mediação das professoras e colaboradoras do NEPEI.

Os desafios do contexto educacional brasileiro têm sido imensos, especialmente nos aspectos da valorização (financeira e simbólica) do profissional docente. Para se posicionar frente a esses desafios, e possibilitar novas abordagens no trabalho pedagógico em sala de aula, é preciso atuar no empoderamento das pessoas que atuam em sala de aula como sujeitos de pensamento, de ação e de criação. Este é o desejo e a proposta do NEPEI enquanto uma rede de profissionais comprometidos com a educação.

REFERÊNCIAS:

CANCIAN, Viviane Ache. Programa de Extensão: A Formação Inicial e Continuada de Professores: Infâncias e Práticas Educativas. Santa Maria, RS, março de 2008.

LIMA, Graziela E. Projeto de Extensão NDI de Portas Abertas:constituindo um espaço de experiências formativas. Santa Maria, dezembro de 2008.

SANTOS,Santa Marli Pires dos.PROGRAMA:BRINQUEDOTECA:um laboratório de brinquedo.Santa Maria, RS,1995/1997

SEGAT, Taciana Camera. PROJETO DO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO INFÂNCIAS: saberes e ação pedagógica na educação infantil. Santa Maria, 2018

SILVA,Vânia M. A. Projeto de Extensão Oficinas do Brincar.Vivências lúdicas e construção de jogos na Brinquedoteca do NDI.Santa Maria, Abril de 2013.

SILVA,Vânia M. A. A TRAJETÓRIA DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO INFANTIL IPÊ AMARELO, dissertação de mestrado. Santa Maria, RS, 2012