Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Tecnologia de ponta e de baixo custo para Drones está sendo desenvolvida no CT

Alunos e professores do Centro de Tecnologia da UFSM estão desenvolvendo um sistema de controle robusto e de baixo custo para Drones. O projeto é composto pelo desenvolvimento de uma placa de controle, com o objetivo de criar um sistema que dê maior autonomia ao Drone, usando sensores de unidade de movimentação inercial (IMU) e sistema de GPS. A partir desta placa será possível que o Drone tenha maior estabilidade e equilíbrio, podendo efetuar vôos autônomos através de rotas programadas por um aplicativo de celular, também desenvolvido dentro do projeto. A placa também é capaz de identificar as adversidades climáticas como vento, por exemplo, e determinar que cada motor (hélice) possa receber forças diferenciadas para manter o Drone em sua rota, sendo assim intolerante a falhas. Outra tecnologia desenvolvida é o desenvolvimento de um software para computadores capaz de simular e testar o comportamento do Drone em adversidades, dinâmicas de vôos e simulações de rotas de voo.

 

 

O uso desta tecnologia em Drones poderá servir para diversas finalidades, desde um brinquedo até um sistema de filmagem e monitoramento aéreo dotado de câmeras de alta resolução controlado por GPS. A finalização do primeiro modelo da placa criado pelos alunos está prevista para o final deste ano, e irá se chamar ABS Drone, em referência aos sobrenomes dos três alunos fundadores do projeto (César Abascal, Társis Boff e Alex Schirmer). A partir deste projeto, os alunos pretendem criar um grupo de pesquisa da Engenharia de Computação voltado à pesquisa e desenvolvimento deste tipo de equipamento e assim abrir a possibilidade para que novos alunos possam dar continuidade ao trabalho mesmo após os precursores do projeto terminarem a graduação. Integram ainda no projeto Daniel Nesvera (responsável pelo desenvolvimento do GPS) e Gabriel Vargas (responsável pela parte gráfica do simulador) e os professores coordenadores do projeto são José Eduardo Baggio e Carlos Henrique Barriquello, tendo como professor colaborador o Prof. Luiz Felipe Dias de Carvalho.