Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Robô da UFSM vai parar na Coreia do Sul

Dimitri é um torso robótico desenvolvido por alunos do Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), coordenados pelo professor Rodrigo da Silva Guerra. O projeto foi financiado pelo Laboratório de Neurorobótica Cognitiva do Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST), a mais renomada universidade coreana.

Liderado pelo professor Jun Tani, o laboratório coreano é um dos principais expoentes na aplicação de redes neurais artificiais para aprendizagem de tarefas dinâmicas em robôs humanoides.

A parceria foi firmada em encontro de Guerra com Tani, em evento na Alemanha, quando o brasileiro apresentou a tecnologia de atuadores de série elástica desenvolvida nos laboratórios da UFSM. O robô, que já está no KAIST, será usado em experimentos de aprendizagem de máquina em atividades de interação entre robô e humanos.

“O tipo de pesquisa que eles fazem exige muita interação entre o robô e as pessoas. Com os atuadores que desenvolvemos essa interação pode ser feita de forma segura, sem risco de machucar as pessoas nem causar danos ao equipamento” comenta o professor Guerra.

Outro robô idêntico segue em desenvolvimento no Centro de Tecnologia da UFSM. “Esperamos que essa cooperação se intensifique nos próximos anos, criando oportunidades de intercâmbio de alunos e trocas de experiências” concluiu.

 

 

 

Na foto acima: Prof. Jun Tani, Dimitri e Prof. Rodrigo Guerra