Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

A equipe Carancho participa da SAE Aerodesign Brasil

carancho SAE 2016

A UFSM está representada, a partir desta quinta-feira (3), na 18ª edição da competição SAE Brasil Aerodesign, que ocorre até domingo (6) em São José dos Campos (SP). A equipe Carancho Aerodesign é composta por estudantes de cursos do Centro de Tecnologia e do Colégio Técnico Industrial de Santa Maria (Ctism) e participará do evento nas categorias regular e micro.

A competição busca estimular os universitários de todo o país a desenvolver seus conhecimentos em Engenharia Aeronáutica, além de propiciar o intercâmbio e a difusão de técnicas entre os grupos participantes, com fins educacionais. Está confirmada para esta edição a participação de 230 universitários da região Sul na competição. Estes acadêmicos juntam-se aos mais de 1,3 mil participantes confirmados no evento – entre estudantes, professores, orientadores e pilotos – que participam da SAE Brasil 2016.

A equipe Carancho, participante da competição desde 2004, representa anualmente a UFSM, projetando e construindo aeronaves remotamente pilotadas que levam grandes quantidades de cargas. O projeto, atualmente, conta com 32 acadêmicos da graduação.

O líder da Carancho Micro, Eduardo Engel, 21 anos, acadêmico do 7º semestre de Engenharia de Controle em Automação, relata o fato de que a competição nacional exige muita atenção e profissionalismo, possibilitando que todos os experimentos alcancem o nível de excelência. “Para que a gente consiga uma boa colocação, é preciso ficar atento em tudo para corrigir os problemas a tempo, pois nada na aeronave pode falhar”, comenta Eduardo.

Com isso, o estudante soma forças junto de sua equipe para mais uma edição da competição, na qual o mesmo já havia participado em edições anteriores.

“Com relação a anos anteriores, o desafio imposto pelo regulamento aumentou bastante o nível de dificuldade para as duas classes, mas trabalhamos bastante no desenvolvimento de projetos competitivos”, ressaltou.

De acordo com o prognóstico dos acadêmicos, a Carancho entra na competição para tentar alcançar o topo de melhor equipe do Sul, além de almejar a melhor colocação geral na SAE Brasil.

O histórico da equipe

O primeiro protótipo desenvolvido pela equipe foi em 2004, chamado de “Caranchinho” pelos membros daquela época. O projeto aeronáutico se encontra em perfeito estado de funcionamento na oficina onde se desenvolvem os estudos do grupo.

Em 2012, a equipe conseguiu um feito inédito para a instituição ao bater o recorde mundial de carga na Classe Micro da SAE Brasil. Na época, a aeronave com propulsão elétrica foi responsável por carregar 44 bolinhas de tênis num único percurso de voo.

No decorrer desses 12 anos de existência do projeto, o grupo de alunos já apresentou 13 propostas distintas na SAE Brasil, desde a sua primeira participação na competição. Além disso, entre os anos de 2014 e 2015, o projeto foi responsável por fabricar cerca de 17 aeronaves em sua oficina de trabalho, situada no Centro de Tecnologia da UFSM. Todos esses experimentos estão a cargo da instituição.

Nessa etapa anual da SAE Brasil Aerodesign, organizada pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade juntamente com o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, Embraer e ITA, participarão ao todo mais de mil universitários distribuídos em 18 estados brasileiros e o Distrito Federal, contando também com a entrada das equipes estrangeiras como a Venezuela, México e Polônia, totalizando em 95 equipes inscritas nesta edição. 

 

Via notícias UFSM.