Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

3ª edição da SAEQ desafia estudantes de Engenharia Química

Três homens e duas mulheres estão sentados lado a lado atrás de uma mesa. Ao fundo, um homem está de pé, ao lado de uma mulher. Ela segura um microfone está atrás de um púlpito.A 3ª edição da Semana Acadêmica da Engenharia Química (SAEQ) foi realizada entre os dias 28 e 31 de agosto tendo como lema “Humanidade, Inovação, Sustentabilidade”. Com o objetivo de “desafiar o mundo” dos estudantes, foram realizadas cinco palestras, sobre temas como a Indústria 4.0 e segurança do trabalho, duas mesas redondas, sobre autoconhecimento e mercado de trabalho, além de momentos de atividades paralelas, em que os estudantes puderam escolher o tema do workshop ou debate que participariam.

A SAEQ é promovida por estudantes e coordenação do curso, e teve sua primeira edição em setembro de 2014. O evento é realizado a cada dois anos, com o objetivo de aproximar os estudantes do ambiente profissional e de temas relevantes para sua profissão. As atividades foram abertas a acadêmicos e professores do curso de Engenharia Química, servidores técnico-administrativos, empresários e profissionais da área que atuam na região.

A acadêmica de Engenharia Química, Alessandra Cenci, fez parte da comissão organizadora da III SAEQ. Ela contou que o cronograma de atividades teve como base as demandas dos estudantes do curso: “a partir do formulário entregue pelo nosso Diretório Acadêmico, selecionamos os temas de maior interesse. Também percebemos que, em outras edições, os alunos apenas escutavam enquanto outras pessoas falavam. Então, nesse ano, organizamos atividades em formato de debate, abrindo um espaço maior para que todos se expressassem”.

Para Eduarda Bianchini, acadêmica de Engenharia Química que também ajudou na organização da SAEQ, a participação dos estudantes nas atividades superou as expectativas: “Esperávamos 200 inscritos. No começo a procura estava fraca, achamos que não chegaríamos a esse número. Mas ao final foi uma correria e chegamos em 240. Nunca imaginamos que haveria tanta participação. E isso é muito gratificante. Ver o auditório lotado, ver que o pessoal abraçou a ideia de buscarmos conhecimentos mais humanos ao invés de exclusivamente técnicos, fez o esforço todo valer a pena”.

Devido ao sucesso da 3ª edição da SAEQ, o formato deve ser mantido nos próximos anos, como adiantou Alessandra: “tentamos organizar de uma forma que servisse para os estudantes como uma reflexão sobre alternativas ao aprendizado em sala de aula, e que eles tivessem escolha sobre o que discutir. Acho válido que essa fórmula se repita, corrigindo alguns erros pontuais”.

Para mais informações, acesse as páginas da SAEQ no Facebook ou Instagram.

 

Texto por Lucas Gutierres, acadêmico de Jornalismo. – Núcleo de Divulgação Institucional do CT/UFSM.