Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Professores do CT são eleitos coordenadores do CREA-RS

O Engenheiro Químico Ronaldo Hoffmann, conselheiro representante da Associação Profissional dos Engenheiros Químicos do Estado do Rio Grande do Sul (APEQ-RS) e do Sindicato dos Engenheiros do Estado do Rio Grande do Sul (SENGE-RS), foi reeleito coordenador-adjunto da Câmara Especializada de Engenharia Química e a Engenheira Eletricista Nilza Zampieri, conselheira representante da Sociedade de Engenharia e Arquitetura de Santa Maria (SEASM), foi eleita coordenadora da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS).

As Câmaras Especializadas do CREA-RS são instâncias deliberativas que representam um espaço técnico para que os profissionais e as empresas se informem, tirem dúvidas e resolvam todas as pendências no exercício de suas profissões e atividades.

Atualmente, o CREA-RS possui oito Câmaras Especializadas.

 

Sobre Ronaldo Hoffmann

Natural da cidade de Canela, Ronaldo Hoffmann é formado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) desde 1979. Atualmente é professor titular no Departamento de Engenharia Química do Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Para o Engenheiro Químico o fato de ter sido eleito coordenador-adjunto é uma honra e grande responsabilidade, onde buscará representar a especialidade, zelando pelas atribuições legais destes profissionais e, particularmente, pela sociedade gaúcha onde eles atuam.

O foco de trabalho da Câmara de Engenharia Química neste ano que se inicia será o de dar sequência ao trabalho que foi feito pelas outras gestões e aumentar a representatividade profissional dentro e fora do Conselho, ampliando a fiscalização no setor da Modalidade Química da Engenharia e fortalecer a participação das entidades de classe e representações das Instituições de Ensino.

A Câmara Especializada de Engenharia Química (CEEQ) é o órgão decisório da estrutura básica do Conselho, que tem por finalidade apreciar e decidir os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional dos diversos títulos de nível superior, bem como sugerir medidas para o aperfeiçoamento das atividades do conselho regional. Também cuida da elaboração de normas para a fiscalização das modalidades profissionais citadas e da avaliação de assuntos pertinentes à legislação.

Da esquerda para a direita o Coordenador Luís Sidnei Machado e o Coordenador-adjunto Engenheiro Químico Ronaldo Hoffmann
Da esquerda para a direita: Coordenador Luís Sidnei Machado e o Coordenador-adjunto Engenheiro Químico Ronaldo Hoffmann

Sobre Nilza Zampieri

A Engenheira Eletricista Nilza Zampieri, conselheira representante da Sociedade de Engenharia e Arquitetura de Santa Maria (SEASM), foi eleita coordenadora da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS).

Natural de Júlio de Castilhos, a Eng. Nilza Zampieri é formada em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) desde 1978. Ela possui Mestrado em Engenharia de Produção pela mesma universidade e Doutorado em Engenharia e Gestão Industrial, pela Universidade de Aveiro, Portugal.

Atualmente é professora na Universidade Federal de Santa Maria nos cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia da Computação e Engenharia Aeroespacial e Telecomunicações. Além disso, Nilza é fundadora e coordenadora do Comitê de Empreendedorismo de Santa Maria e coordenadora do projeto da construção e implantação do Parque Tecnológico de Santa Maria (TECNOPARQUE).

O foco de seu trabalho é aproximar as universidades do Sistema Confea/CREA e garantir o fortalecimento do Conselho na busca de representar os profissionais e atender às demandas da sociedade. 

A Engenheira Eletricista Nilza Zampieri foi a única mulher a ser eleita conselheira federal representante do CREA-RS no plenário do Confea, relatando que foi um momento de muito aprendizado. Entre os pontos que serão prioridades durante a sua gestão como coordenadora está a discussão da representação do profissional de Engenharia Elétrica:

 

“Eu acho importante começar a discutir qual é o profissional de Engenharia que a gente quer hoje. Qual é o profissional da Engenharia Elétrica que se quer hoje? O que a Engenharia Elétrica está representando? Quais são as suas atribuições e suas responsabilidades? São questões que necessitam com urgência serem debatidas dentro do CREA”.

 

O Plano de trabalho será discutido com o seu coordenador-adjunto,  o Engenheiro Eletricista Alessandro Gomes Preissler, mas o foco principal  é que o gerenciamento deste plano seja elaborado em conjunto com os demais membros da CEEE, “contemplando as metas a serem cumpridas de forma a garantir o exercício legal da profissão, valorizando os profissionais da Engenharia, respeitando suas atribuições profissionais, mantendo  maior aproximação com as universidades e buscando sempre dar continuidade ao bom legado das gestões anteriores”.

Coordenadora Eng. Eletric. Nilza Zampieri e coordenador-adjunto Eng. Eletric. Alessandro Gomes Preissler
Coordenadora Engenheira Eletricista Nilza Zampieri e coordenador-adjunto Engenheiro Eletricista Alessandro Gomes Preissler

 

Divulgação via Gerência de Comunicação e Marketing do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul