Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Escritório EcoAgile inaugura sede no Tecnoparque



Nilza (Tecnoparque), Miguel (EcoAgile), Sangói (CEBTT) e Roth (EcoAgile) descerram placa inaugural.

O Escritório de Projetos EcoAgile, do CTISM, inaugurou nesta sexta-feira (26) sua sede no Santa Maria Tecnoparque. O evento começou por volta das 11h e contou com a presença de autoridades do Exército, da UFSM e do CTISM.

Entre os presentes, estavam o coronel Paulo Sérgio Felipe Alves, chefe do Estado-Maior da 3ª Divisão de Exército, o coronel Paulo Estevão Gomes Dumani, chefe do Estado-Maior da 6ª Brigada de Infantaria Blindada e o coronel André Portela, chefe do Escritório de Projetos da 3ª Divisão de Exército. Também compareceram ao evento o diretor Luciano Caldeira Vilanova, o vice-diretor Marcelo Freitas da Silva, a presidente do Tecnoparque, Nilza Zampieri, o diretor da Agittec (Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia), Hélio Hey, o coordenador de Educação Básica, Técnica e Tecnológica da UFSM, Luiz Fernando Sangói, e o diretor de Patrimônio da Cacism (Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria), Artur Vontobel, além da equipe de alunos do EcoAgile, servidores da UFSM e empresários santa-marienses.

Em sua fala, o professor Miguel Brasil, coordenador técnico do EcoAgile, citou as instituições parceiras – a UFSM, o Exército, a Prefeitura de Santa Maria, o APL Polo de Defesa, as empresas do Tecnoparque – e ressaltou a importância do apoio de todos para a efetivação do empreendimento.

O professor Cláudio Roth, coordenador estratégico do EcoAgile, resumiu a atuação do Escritório como “entender cada um” na “busca desse entendimento, do que as pessoas querem”. “Trazer para o interior da Universidade” e usar “todo o conhecimento” e “experiência dos nossos servidores” para “buscar a solução dos problemas”, prosseguiu Roth.

Nilza e Sangói também fizeram discursos no evento. Após as falas, ambos descerraram uma placa de inauguração junto com Miguel e Roth.

FUNÇÕES

Entre as funções que o EcoAgile desempenhará no Tecnoparque, segundo o próprio Escritório, estão “fortalecer e ampliar parcerias com instituições públicas e privadas” e “intensificar e qualificar a elaboração de projetos de ensino, pesquisa, extensão e desenvolvimento institucional” para “gerar sustentabilidade econômica e atender às demandas da sociedade”.

O EcoAgile se autodefine como “uma equipe que coordena a criação e a gestão ágil de projetos (de ensino, de pesquisa e de extensão), operando, continuamente, na promoção de suporte às funções de liderança e de treinamento de equipes”.

 

por Rossano Villagrán Dias

revisão Gisele Holzschuh

foto Leonardo Lira Araújo



Publicações Recentes