Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Chapa única concorre à Direção do CTISM



Uma única chapa concorre na eleição para a Direção do CTISM. O candidato a diretor é o professor Rafael Adaime Pinto, atual diretor do Departamento de Ensino do colégio. O docente Fabio Teixeira Franciscato, coordenador do curso de Informática para Internet Integrado, é o candidato a vice-diretor.

Conheça aqui o perfil dos candidatos.

O período para o registro das candidaturas foi nesta segunda-feira (9), e a chapa Rafael-Fabio foi a única que se inscreveu. Após o fim do prazo para as inscrições, às 17h, a Comissão de Consulta reuniu-se para confirmar o registro a chapa, que recebeu o número 1 para identificá-la. A campanha eleitoral vai começar oficialmente nesta quarta-feira (11). Na terça (10), está marcado o período para pedidos de impugnação de candidaturas.

Estão inscritos para votar na eleição 1.429 alunos, 108 professores ativos e aposentados e 47 técnicos administrativos ativos e aposentados, segundo as listas preliminares divulgadas pela comissão na semana passada. Podem votar os servidores efetivos e os substitutos contratados antes da quarta-feira (4) e cujo contrato ainda esteja em vigor no dia da eleição. Os únicos alunos que não podem exercer o sufrágio são aqueles com trancamento total de matrícula.

O sistema eleitoral será diferente do que foi adotado nas eleições anteriores. Desta vez, o total de votantes em cada uma das categorias (alunos, professores e técnicos administrativos) terá peso de um terço no resultado. Servidores aposentados serão considerados conforme sua categoria (docente ou TAE). O novo sistema é o mesmo utilizado nas eleições para reitor da UFSM.

No entanto, o peso real de cada categoria no resultado vai depender da participação de cada segmento. Se, por exemplo, a participação dos professores for de 60% e a de alunos, de 40%, os professores terão peso maior devido à participação maior.

As urnas ficarão abertas das 9h às 21h no dia da eleição. O resultado deve ser divulgado assim que a apuração for concluída. O resultado final, após o prazo para análise de recursos, foi marcado para o dia 10 de novembro.

A votação não é, oficialmente, uma eleição, e sim uma consulta à comunidade, pois o Estatuto da UFSM determina que o diretor e o vice-diretor das unidades devem ser nomeados pelo reitor. No entanto, é raro que o resultado da votação não seja respeitado.

A gestão do próximo diretor terá início em fevereiro de 2018 e se estenderá até 2022.

 

por Rossano Villagrán Dias



Publicações Recentes