Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projetos do CTISM são homenageados por unidade militar




Miguel, secretária municipal Marta Zanella e Marcelo em cerimônia.

Dois projetos do CTISM foram homenageados pela 6ª Brigada de Infantaria Blindada com a entrega de uma honraria a uma dupla de docentes do colégio. O diploma Mérito Niederauer foi entregue aos professores Marcelo Freitas da Silva e Miguel Bauermann Brasil em cerimônia na tarde de quinta-feira (5), na sede da unidade militar.

Os projetos que motivaram a premiação foram o Escritório de Projetos EcoAgile e as aulas ministradas por professores do CTISM para militares do Centro de Instrução de Blindados (CI Bld) de Santa Maria.

O diploma Mérito Niederauer é destinado a “personalidades civis que tenham prestado relevantes serviços” à 6ª Brigada, segundo descrição inscrita em painel na sede da unidade.

ECOAGILE

O Escritório EcoAgile, que tem Miguel como um dos seus coordenadores, define-se como “uma equipe multidisciplinar que coordena a criação e gestão ágil de projetos, operando continuadamente na promoção de suporte às funções de liderança e treinamento de equipes na forma de workshops, softwares e metodologias padronizadas”.

Entre os objetivos do órgão, estão identificar todos os projetos de ensino, pesquisa e extensão da UFSM, “levantar as demandas estratégicas regionais na área de abrangência” da Universidade e “otimizar a comunicação e a prospecção de projetos entre as instituições parceiras da UFSM”, segundo o site do EcoAgile.

AULAS PARA MILITARES

Já Marcelo, que é coordenador de Educação Básica, Técnica e Tecnológica da UFSM, recebeu a honraria pelo projeto no qual o CTISM dá aulas para militares do Centro de Instrução de Blindados. “Entendo que meu nome foi apenas um representante de todos os colegas que trabalharam nesse projeto”, afirmou Marcelo à reportagem. Até o ano passado, ele fez parte da equipe de professores que ministra as aulas.

Coordenado pelo professor Luciano Retzlaff, o projeto promove cursos de hidráulica, pneumática, eletricidade e eletrônica para os militares que passam pela formação do CI Bld – um centro de especialização do Exército brasileiro sobre veículos blindados.

O CTISM ministra quatro cursos no CI Bld. Cada um deles trata de diferentes modelos de blindado. No total, são sete os modelos contemplados – Leopard, Urutu, Cascavel, M108, M109, M113 e M578. Cada curso forma uma turma por ano e dura quatro semanas, com exceção de um que dura apenas duas semanas.

À reportagem, Retzlaff relatou que, em suas aulas de hidráulica e pneumática, os militares vêm ao CTISM nos últimos dias do curso para montar circuitos nas bancadas hidráulicas e pneumáticas do colégio.

Segundo o docente, o projeto nasceu em 2013, quando o comando do CI Bld manifestou a necessidade de instruir os sargentos de carreira com conhecimentos básicos sobre o funcionamento mecânico e elétrico de blindados, e buscou o CTISM para suprir a demanda. Desde então, o projeto foi renovado anualmente.

Hoje, sete professores do colégio das áreas de mecânica e eletroeletrônica ministram aulas nos cursos.

O projeto já havia sido premiado duas vezes pelo CI Bld e uma pelo Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar – também sediado em Santa Maria.

 

por Rossano Villagrán Dias

foto Miguel Bauermann Brasil/Arquivo pessoal



Publicações Recentes