Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Programa de pós-graduação da UFSM-FW tem aumento de conceito pela CAPES

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou na última quarta-feira (20) os resultados de avaliação dos programas de Pós-graduação stricto sensu em funcionamento no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). O Programa de Pós-Graduação em Agronomia – Agricultura e Ambiente (PPGAAA) da UFSM-FW teve, em sua primeira avaliação, o conceito elevado para 4 (em uma escala de 3 a 7).

Sobre o programa

O PPGAAA foi o primeiro curso de pós-graduação fora de sede da Universidade Federal de Santa Maria. Em 2011, o programa iniciou suas atividades acadêmicas já com o conceito 3, e buscou uma formação inter e multidisciplinar em nível de Mestrado na área de Ciências Agrárias. O mestre formado por esse programa de pós-graduação estará apto a atuar no desenvolvimento regional, nacional e internacional, com foco a gestão preservação e uso sustentável dos recursos naturais envolvidos no sistema de produção.

O PPGAAA é composto por 8 docentes permanentes todos doutores, sendo 7 do Departamento de Ciências Agronômicas e Ambienteis e um do Departamento de Engenharia Florestal. Além dos docentes permanentes, o programa conta com mais 5 docentes colaboradores.

Atualmente, são 26 alunos matriculados com curso em andamento. Dos 46 mestres já formados pelo programa, 63% continuaram com cursos de doutoramento em outras universidades (ESALQ-USP, UPF, UFRGS, UFLA, UDESC, UFSM etc) e os demais estão empregados em órgãos públicos (estados e prefeituras), privadas (cooperativas) ou montaram no seu próprio negócio.

O coordenador do PPGAAA, Claudir Basso, indica que há uma série de dificuldades a serem enfrentadas e apesar disso “o Programa de Pós Graduação em Agronomia: Agricultura e Ambiente UFSM/FW está fazendo história. Somos um grupo focado dedicado a apenas no início de uma grande caminhada e sonhando com novas conquistas”. Basso reconhece e agradece o esforço dos servidos técnicos administrativos, Adriana Camponogara Aires da Silva e o Valdecir José dos Santos junto à coordenação do programa e afirma “aos discentes e docentes que já passarem por esse programa e aos atuais colaboradores que se dedicam à docência e as orientações nosso muito obrigado”.