Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Semana da Calourada vai recepcionar mais de 24 mil estudantes na UFSM

Na próxima segunda-feira (5), a UFSM dá início ao calendário letivo de 2018, recebendo mais de 24 mil estudantes de cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação, entre veteranos e calouros, em seus quatro campi, localizados em Santa Maria, Palmeira das Missões, Frederico Westphalen e Cachoeira do Sul. Para recepcionar e acolher os estudantes, a universidade organizou uma série de atividades que se estenderão de 5 a 11 de março. A Calourada 2018/1 é uma promoção da UFSM, por meio das pró-reitorias de Assuntos Estudantis, Graduação, Extensão e Infraestrutura, Gabinete do Reitor, Projeto UMA – Universidade Sustentável e Diretório Central dos Estudantes (DCE).

“A Calourada é muito importante porque proporciona momentos de orientação e confraternização aos estudantes, é uma forma de bem acolher aqueles que estão chegando à universidade. O sucesso da Calourada deve-se à organização e parceria entre a UFSM e os próprios estudantes. Quanto maior a integração melhor será o resultado. Esse ‘pensar junto’ faz toda a diferença”, disse a pró-reitora adjunta de Assuntos Estudantis, Angélica Medianeira Iensen.

Para o coordenador de Comunicação do DCE, Rodrigo Poletto, além do acolhimento aos estudantes, a Calourada é uma alternativa aos trotes abusivos e uma oportunidade de formação para os ingressantes: “Com a Calourada, conseguimos ter, não só momentos de integração e acolhimento, mas também momentos de discussão sobre temas que permeiam o cotidiano de quem estuda na UFSM, explicitando aos estudantes os direitos que eles têm na universidade e a importância das políticas de assistência estudantil para acesso e permanência, além da importância das medidas de combate às opressões”.

Programação – A recepção aos estudantes que voltam às aulas no dia 5 terá início pela manhã, com atividades específicas, organizadas pelos cursos e unidades de ensino. Ao meio-dia, a primeira atividade da Calourada será no Restaurante Universitário I, onde ocorrerão apresentações artísticas. No final da tarde, a partir das 17h, o Espaço Multiuso terá atividades culturais e, às 18h, uma apresentação geral da universidade, com a participação do reitor Paulo Burmann, pró-reitores, DCE e outras entidades representativas e projetos institucionais.

Ao longo da semana, estão previstas rodas de conversa sobre combate às opressões e respeito, no dia 6, e sobre assistência estudantil, no dia 7. Também haverá sessão especial no Planetário no mesmo dia e atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher no dia 8. Na sexta-feira (9), a partir das 22h, será promovida a tradicional Boate do DCE, no Centro de Eventos. Diariamente, o DCE manterá tendas em frente aos Restaurantes Universitários para informações gerais aos estudantes.

A Calourada se encerra no domingo (11), com um Viva o Campus especial. A programação contará com música ao vivo, distribuição de edições da Revista Arco, publicação de jornalismo científico e cultural da UFSM, e um passeio ciclístico pela Pista Multiuso.

Complementando a Calourada, várias unidades universitárias também preparam programações de recepção. No Centro de Tecnologia, o Acolhe CT irá desenvolver atividades de acolhimento ao longo da semana. Os estudantes do Centro de Ciências Rurais serão recepcionados na segunda-feira no Espaço Multiuso e participarão de um almoço, no Centro de Eventos. O Centro de Educação promoverá, de segunda até sexta-feira, tours pela universidade, rodas de conversa, atividades de integração e apresentações culturais. Já o Centro de Ciências Naturais e Exatas concentrará suas atividades na segunda-feira, com apresentação do Centro, roda de conversa e intervenções artísticas.

Outros campi 

Além do campus sede, os demais campi da UFSM terão atividades especiais de acolhimento aos estudantes. Em Palmeira das Missões, os calouros serão recepcionados na segunda-feira pelos coordenadores de cada curso e na, terça-feira, participam de uma recepção geral.

Em Frederico Westphalen, as atividades se estenderão até sexta-feira. Na segunda-feira, os calouros dos cursos diurnos e noturnos serão recepcionados pela direção do campus e DCE, e, às 13h30min, participam de uma Matinê de Integração, no Centro de Convivência, com apresentações artísticas, exposições de produtos artesanais, campeonato de truco e plantão de atendimento aos estudantes. Ao longo da semana, serão promovidas mesas de debate abordando questões como assistência estudantil, educação pública e combate às opressões, conversas com as coordenações de curso, diretórios acadêmicos e atividades culturais e de integração.

Já em Cachoeira do Sul a Calourada inicia na terça-feira (6), às 18h30min, com uma palestra institucional, direcionada aos novos estudantes. A programação tem continuidade no dia 12, com uma palestra de abertura do semestre com o professor Arno Dallmeyer, e no dia 13, um bate-papo sobre gestão do tempo, com a psicóloga Carine Herzog.

De acordo com a pró-reitora adjunta de Assuntos Estudantis, o objetivo da Calourada é “recepcionar da melhor forma possível os calouros, informando e orientando com a ajuda dos próprios estudantes da UFSM, a fim de integrá-los, evitando os abusos e excessos dos trotes tradicionais que podem resultar em violência”.