Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Campi da UFSM Frederico Westphalen e de Palmeira das Missões recebem Fórum Permanente de Extensão



O evento discutiu a implementação da Agenda 2030 na Universidade e como as ações extensionistas desenvolvidas podem estar alinhadas com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Os campi da UFSM em Frederico Westphalen e em Palmeira das Missões encerraram na última quinta-feira (11) o primeiro ciclo do Fórum Regional Permanente de Extensão de 2019. O evento, conduzido pelo Pró-Reitor Adjunto de Extensão, Rudiney Pereira, e pelo Vice-Reitor da UFSM, Luciano Schuch, discutiu a implementação da Agenda 2030 na Universidade e como as ações extensionistas desenvolvidas podem estar alinhadas com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Para o professor Rudiney, essa primeira edição do Fórum foi muito positiva, especialmente pela colaboração que os campi tiveram na apresentação de ideias e sugestões sobre como a UFSM pode contribuir no desenvolvimento dos locais onde está inserida. Ele também lembra que essa participação foi fundamental para que as próximas edições do Fórum, programadas para o segundo semestre deste ano, sejam construídas de modo efetivo em cada unidade.

O vice-reitor da UFSM, Luciano Schuch, destaca que o Fórum Permanente é o principal instrumento para conhecer as demandas da sociedade e motivar a comunidade interna a discutir e colocar em prática seus projetos. “Nós precisamos escutar a nossa comunidade e estar próximo dela. A Pró-Reitoria de Extensão tem feito um grande trabalho em aproximar nosso estudante, nosso pesquisador e nosso técnico da sociedade, e o Fórum é o grande canal para fortalecer esse vínculo entre a UFSM e a comunidade externa”, finaliza Luciano.

No segundo semestre estão previstas as novas edições do Fórum nas cidades onde a UFSM está presente, contando com a participação de toda a comunidade.

Próximos passos

Após a realização do Fórum nos quatro campi da UFSM, as informações e ideias sugeridas pelos participantes serão reunidas e seguirão para o processamento digital. De acordo com o professor Rudiney, esse trabalho levará três semanas e, após a análise, será fornecido um relatório à comunidade acadêmica para que possam ser pensadas novas ações extensionistas. No segundo semestre estão previstas as novas edições do Fórum nas cidades onde a UFSM está presente, contando com a participação da comunidade e buscando conhecer as necessidades externas para que a Universidade possa atendê-las efetivamente.

 

Texto e fotos: Wellington Hack – bolsista do Núcleo de Divulgação Institucional da Pró-Reitoria de Extensão



Publicações Recentes