Ir para o conteúdo Palmeira das Missões Ir para o menu Palmeira das Missões Ir para a busca no site Palmeira das Missões Ir para o rodapé Palmeira das Missões
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Diretor da UFSM-PM afirma que não há previsão de retorno às aulas e responde aos questionamentos da comunidade acadêmica em Live realizada nesta terça-feira (02)



A Live com servidores e estudantes teve como objetivo esclarecer as principais dúvidas e explicar o planejamento que está sendo realizado para o retorno às aulas, que ainda não possui uma data prevista.

Nesta terça-feira (02), o diretor da Universidade Federal de Santa Maria, campus Palmeira das Missões, Rafael Lazzari, juntamente com o vice-diretor, Adriano Lago, realizaram uma reunião virtual para tirar as principais dúvidas de servidores e acadêmicos quanto ao andamento das atividades da unidade durante a pandemia do novo coronavírus. Durante a live, o diretor explicou a complexidade da situação e ressaltou que a universidade não possui uma amplitude apenas local e regional, mas sim nacional, pois abrange alunos de diversas regiões do país, aspecto que está sendo amplamente discutido durante o planejamento de retorno às aulas.

De acordo com Lazzari, um protocolo está sendo formatado para que, na volta às atividades administrativas e acadêmicas presenciais, todos estejam o mais seguro possível. “Estamos em um momento extraordinário, totalmente atípico e não há previsão de data para retorno às aulas e precisamos ressaltar que, quando isso ocorrer, será um novo normal que todos terão que adaptar-se, criando um novo hábito, uma nova cultura, como em relação ao uso da máscara, por exemplo. Esse protocolo está sendo formulado com base em outros vários protocolos da Organização Mundial da Saúde, Governo Federal, Governo Estadual e do Comitê responsável por assuntos da Covid-19 na UFSM”, completou o diretor.

Dentre as restrições já previstas, está a reorganização das salas de aulas com o distanciamento de um metro e meio entre os estudantes, intensificação na limpeza e a liberação em sala de aula dos professores com mais de 60 anos. Sobre a volta das atividades administrativas e acadêmicas presenciais esta deverá ocorrer de forma escalonada, ou seja, em etapas. Na primeira semana deverão voltar os técnicos e professores, na segunda, uma certa quantidade de alunos e assim por diante. Lazzari ainda afirmou que será realizada a aquisição de termômetros para medir a temperatura dos estudantes e servidores e ressaltou que, provavelmente, haverá mais uma prorrogação da suspensão das atividades administrativas e acadêmicas presenciais nos próximos dias.

            Os diretores ainda explanaram sobre diversas outras medidas que deverão ser implementadas no retorno das atividades, como a suspensão das viagens de estudos, uso de protocolos de distanciamento no Restaurante Universitário e de protocolos especiais para trabalhos a campo e em laboratórios. “Para os profissionais de saúde que trabalham em hospitais e unidades do município será preciso o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) e protocolos de trabalho. Em relação aos trabalhos em laboratórios, os protocolos irão permitir a presença de menos estudantes nos locais. Será preciso dividir as turmas para garantir o espaço adequado entre os alunos. Todas as iniciativas neste momento estão embasadas em recomendações das autoridades de saúde e no bom senso”, afirmou o diretor.

             Durante a reunião, ainda foi ressaltada a importância das diversas ações que estão sendo realizadas pela UFSM-PM tanto em iniciativas de prevenção e enfrentamento à Covid-19, como campanhas de doação de cestas básicas, agasalhos e máscaras, quanto em debates virtuais e pesquisas acadêmicas relacionadas à pandemia.

            Por fim, ainda foi dado destaque ao trabalho que está sendo realizado nos Laboratórios de Genética Evolutiva e Microbiologia que estão realizando os testes que detecta o novo coronavírus em pacientes de Palmeira das Missões e região. A novidade é que a capacidade desses laboratórios deve ser ampliada na próxima semana, passando de 60 para 120 testagens por dia, aumento que só foi possível através de várias parcerias com a comunidade local e regional. Outro ponto ressaltado foi o esclarecimento que a universidade não recolhe as amostras de pacientes com suspeita da doença. Essas amostras são recolhidas por profissionais de saúde nas redes municipais.

            Uma nova Live Tira-Dúvidas será realizada, no período noturno, na segunda quinzena do mês de junho. Até lá, os diretores orientam que a comunidade acadêmica continue mantendo a calma e a tranquilidade, pois este é um cenário novo para todo mundo, no qual todos estão aprendendo.

Assessoria de Comunicação UFSM-PM


Publicações Recentes