Ir para o conteúdo Palmeira das Missões Ir para o menu Palmeira das Missões Ir para a busca no site Palmeira das Missões Ir para o rodapé Palmeira das Missões
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM-PM tem Mestrado em Saúde e Ruralidade aprovado pelo MEC



A Universidade Federal de Santa Maria, campus Palmeira das Missões, contará com um novo mestrado para a área da saúde em 2021. Após várias tentativas, o novo curso de mestrado em Saúde e Ruralidade foi aprovado, no final de 2020, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Ministério da Educação.

A área de concentração do curso denomina-se Ruralidade e Atenção à Saúde e possui duas linhas de pesquisa: 1) Vulnerabilidades da população no contexto da ruralidade, a qual engloba estudos relacionados às situações de vulnerabilidade da população rural em suas dimensões individuais, sociais e programáticas; às políticas públicas; aos processos de gestão e ao cuidado em saúde; 2) Atenção à saúde das populações rurais nos ciclos da vida, a qual engloba estudos relacionados à atenção à saúde nos ciclos da vida no contexto da ruralidade, incluindo pesquisas sobre os determinantes de saúde de indivíduos, famílias e comunidades; aspectos clínicos, epidemiológicos, estratégias de promoção da saúde, prevenção e tratamento de agravos que se relacionam diretamente com os projetos e grupos de pesquisa aos quais os docentes estão inseridos.

Com mais esta oportunidade, a UFSM-PM irá oferecer aos estudantes da área da saúde de sua instituição e região uma nova perspectiva, conhecimento e capacidade para o aperfeiçoamento profissional na área da saúde. Além disso, a conquista do mestrado em Saúde e Ruralidade mostra a grande importância que a Universidade Federal de Santa Maria tem para a região de Palmeira das Missões, como relata o então diretor da UFSM-PM, Rafael Lazzari. “Nós estamos crescendo de forma a oportunizar nossos alunos em sua formação, abrindo novos horizontes em termos de emprego e oportunidades e destacando a importância da UFSM nesta região”. Ainda para Lazzari, a importância do mestrado vai além da oportunidade para os alunos da área da saúde do campus, oportunizando, assim, todas as pessoas da região que trabalham nessa área e tem interesse de fazer mestrado. 

Segundo Marinês Tambara Leite, coordenadora pró-tempore do curso, o conhecimento produzido por meio do Mestrado em Saúde e Ruralidade deverá ter caráter inovador, socialmente relevante e que irá contribuir para a melhoria da qualidade de vida e de saúde da população local e regional. Além disso, “o programa é focado na formação de novos pesquisadores, profissionalmente éticos, comprometidos com práticas autossustentáveis com responsabilidade social e cientes das necessidades de conhecimentos interdisciplinares e transdisciplinares”, destacou a docente.

Marinês explica ainda que a abordagem desse programa se apresenta de forma inovadora no cenário regional e nacional da enfermagem e da saúde, pois é a única proposta na área da Enfermagem com foco na saúde da população rural. Segundo a coordenadora, o compromisso e a responsabilidade de todos os envolvidos na proposta são de ampliar a produção do conhecimento na área da ruralidade e da atenção à saúde, de modo multiprofissional e de forma inovadora e integradora. “O Mestrado em Saúde e Ruralidade também objetiva a formação de profissionais capazes de responder às questões de saúde com olhar ampliado sobre o processo saúde-doença-cuidado, bem como no desenvolvimento de habilidades e competências para executarem pesquisas no campo acadêmico e operacional da saúde”.

Ainda não há previsão de quando deve ser publicado o edital para o Processo Seletivo. Para mais informações, entre em contato através do e-mail campuspalmeira@ufsm.br.

Texto: Thaane Otero – estagiária de Jornalismo

Revisão: Isabel Malheiros – Assessoria de Comunicação UFSM-PM

 


Publicações Recentes