Ir para o conteúdo Palmeira das Missões Ir para o menu Palmeira das Missões Ir para a busca no site Palmeira das Missões Ir para o rodapé Palmeira das Missões
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM publica painel estatístico sobre a situação de trabalho dos servidores quanto à Covid-19



O Centro de Processamento de Dados (CPD) desenvolveu – com os dados do questionário on-line Situação do Servidor (Covid-19), que deve ser respondido todos os meses pelos servidores da UFSM no Portal de Recursos Humanos – um painel que contém dados estatísticos relativos à situação de trabalho e grupo de risco dos 4.689 servidores da instituição, incluindo docentes e técnico-administrativos. O painel será atualizado mensalmente pela UFSM, que atualmente tem 191 servidores em situação de afastamento e 1.637 considerados como membros de grupos de risco. Estima-se que 64% estariam aptos a retornar ao trabalho caso a suspensão das atividades presenciais fosse encerrada. A pró-reitoria de Gestão de Pessoas, Marcia Lorentz, reitera, entretanto, que ainda não há data prevista para isso.

Atualmente a UFSM tem ao todo 985 servidores realizando trabalho presencial normalmente. No entanto, a grande maioria deles (792 servidores) está lotada no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), onde o índice de trabalho presencial chega a 94%, devido aos serviços de caráter essencial prestados pelo setor à comunidade. Fora do Husm, há ainda outros 1.177 que realizam atividade presencial esporádica. No total, os servidores que realizam seu trabalho de forma presencial (sempre ou esporadicamente) representam um índice de 48%.

Nas caixas “Retorno” e “Trabalho Presencial Atual”, clicando na função “Modo de Foco”, também é possível visualizar os números de cada unidade e subunidade da instituição. O painel disponibiliza também a quantidade de servidores que se encontram nos seguintes grupos de risco: filhos em idade escolar; 60 anos ou mais; imunodeficiente, doença crônica ou doença grave; coabitação com pessoas de grupos de risco; gestante ou lactante; cuidado ou coabitação com pessoa suspeita de estar com Covid-19 ou com diagnóstico confirmado da doença.


Publicações Recentes