Ir para o conteúdo Palmeira das Missões Ir para o menu Palmeira das Missões Ir para a busca no site Palmeira das Missões Ir para o rodapé Palmeira das Missões
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM se destaca em ranking britânico que avalia o impacto social e econômico das universidades



A UFSM obteve destaque mais uma vez no ranking global de avaliação do impacto social e econômico das universidades. A revista britânica Times Higher Education (THE) divulgou nesta quarta-feira (21) o THE Impact Ranking, que avalia as instituições no que se refere ao cumprimento dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

A Instituição se sobressai significativamente na avaliação do Objetivo 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável, ocupando a 52ª colocação mundial e a 4ª no Brasil. Neste ODS, são avaliadas ações de administração, ensino, pesquisa e extensão direcionadas a acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável. 

 

Em outros dois aspectos avaliados a UFSM ocupa posições entre a 101ª e a 200ª: Objetivo 1 – Erradicação da Pobreza, que destaca iniciativas para acabar com a pobreza em todas as suas formas, e Objetivo 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico, cujo foco são as ações com vistas a promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos. Nestes dois ODS, a UFSM está, respectivamente, na 5ª e na 4ª colocação nacional, conforme o levantamento. 

 

No ranking geral, a UFSM está situada entre a 401ª e a 600ª colocação, e entre as universidades brasileiras, na 14ª posição, empatada com outras instituições. Em 2020, estava na faixa entre o 201º e o 300º lugar geral e na 7ª posição nacional. Porém, neste ano o número de universidades avaliadas foi maior – passou de 768 para 1.200, sendo 35 brasileiras -, o que ajuda a explicar a movimentação no ranking.     

Na avaliação de Marcelo Lopes Kroth, coordenador de Planejamento Informacional da Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), a UFSM obteve um excelente desempenho, ficando no 4ª lugar entre as universidades brasileiras no Objetivo 9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura, que analisa a pesquisa sobre indústria e inovação, número de patentes, empresas spin-off e receitas de pesquisa na indústria. 

Ele destaca outro importante resultado obtido pela Instituição: a 6ª colocação nacional na avaliação do Objetivo 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis, que avalia a pesquisa sobre sustentabilidade, o papel das universidades como guardiãs das artes e do patrimônio e suas abordagens internas à sustentabilidade.

“Os resultados apresentados enfatizam uma grande conquista”

Para o pró-reitor substituto de Extensão, Rudiney Soares Pereira, que lidera o grupo da Agenda 2030 na UFSM, o resultado no THE Impact Ranking mostra que a UFSM apresenta uma crescente melhoria dos indicadores e métricas nos últimos três anos. Segundo ele, a UFSM destaca-se no seu posicionamento em nível nacional e internacional, mesmo considerando-se o número maior de instituições avaliadas e também o de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável considerados no processo de avaliação.

“Os resultados apresentados enfatizam uma grande conquista, que deverá orientar nossas ações e compromissos para, cada vez mais e melhor, posicionarmos a nossa UFSM alinhada aos ODS, tornando-a uma Universidade referenciada nacional e internacionalmente, mais justa, inclusiva, inovadora, com educação de qualidade, fortalecendo a sua inserção na comunidade local, regional, nacional e internacional”, afirma Rudiney.

O Times Higher Education é um dos mais conceituados levantamentos internacionais do Ensino Superior. Essa é a terceira edição do ranking que considera os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e avalia o impacto das instituições que promovem ações de sustentabilidade, igualdade de gênero, políticas para redução da desigualdade, entre outras.

Resultados, metodologia e demais informações sobre o ranking estão disponíveis no site do THE.

Mais informações sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável no site da PRE.

Texto: Ricardo Bonfanti, jornalista da Agência de Notícias da UFSM

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes