Ir para o conteúdo Palmeira das Missões Ir para o menu Palmeira das Missões Ir para a busca no site Palmeira das Missões Ir para o rodapé Palmeira das Missões
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

PET-Saúde/Interprofissionalidade apresenta relatório final ao Conselho do campus



Durante a reunião, foram apresentadas as principais ações realizadas pelo programa junto ao ensino, pesquisa e extensão da UFSM-PM.

Na reunião do Conselho do campus do dia 13 de abril, a professora Fernanda Sarturi, coordenadora do PET-Saúde/Interprofissionalidade, da UFSM-PM, apresentou um relato das principais ações realizadas pelo programa junto ao ensino, a pesquisa e a extensão da universidade.

A professora, que representou cerca de 60 participantes bolsistas distribuídos entre os Eixos de Vulnerabilidades Sociais, Educação Interprofissional em Saúde, Práticas Integradas e Complementares em Saúde, Organização da Atenção Nutricional e Gestão em Redes, explicou que o Ministério da Saúde realizou o aporte estimado em 360 mil reais para o desenvolvimento dos objetivos do programa, além do incentivo financeiro por parte da Direção do campus, com uma bolsa de monitoria.

Fernanda Sarturi representou cerca de 60 participantes bolsistas distribuídos entre os Eixos de Vulnerabilidades Sociais, Educação Interprofissional em Saúde, Práticas Integradas e Complementares em Saúde, Organização da Atenção Nutricional e Gestão em Redes.

Em execução deste novembro de 2018, foram diversos os avanços conquistados na interação serviço/comunidade que culminaram em relevantes mudanças nos espaços de produção de saúde em Palmeira das Missões. Fizeram parte do PET-Saúde cerca de 20 profissionais da Rede de Atenção à Saúde, 30 alunos e 17 docentes dos cursos de Ciências Biológicas, Enfermagem e Nutrição, incluindo voluntários.

A docente destacou algumas das ações implementadas, como os ciclos de alinhamento teórico realizados entre os participantes sobre a Interprofissionalidade e Trabalho Colaborativo em Saúde; a criação de uma DCG integrada entre os Cursos sobre a temática; a manutenção do Jardim Medicinal na UFSM-PM e de Hortas nas unidades de saúde; o registro de seis projetos de pesquisa e dois de extensão; as capacitações sobre Plantas Medicinais em Escolas Rurais, Trabalho Colaborativo em Saúde para Estratégias de Saúde da Família e Higienização diante da Pandemia para as equipes de limpeza das Escolas da Rede Municipal; a organização e publicação de um E-Book INTERPETS, além de inúmeros folders, cards, vídeos e trabalhos acadêmicos elaborados. “Torna-se difícil relatar todas as ações destes dois anos, mas o que fica é a intencionalidade a que se propôs este Programa e do quanto ganhamos e somamos em integrá-lo”, afirma Sarturi.

Ao finalizar, a professora convidou a comunidade acadêmica para o Seminário Intercursos que será divulgado ainda este ano, no qual terá como objetivo ampliar a conversa sobre os temas da Interprofissionalidade e do Trabalho Colaborativo no campus.

Assessoria de Comunicação UFSM-PM

 

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes