Ir para o conteúdo Palmeira das Missões Ir para o menu Palmeira das Missões Ir para a busca no site Palmeira das Missões Ir para o rodapé Palmeira das Missões
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Reitor da UFSM visita o campus de Palmeira das Missões após quase 1 ano e meio de distanciamento devido à pandemia de Covid-19



Durante a ocasião, o reitor pôde observar e ouvir, presencialmente, as principais demandas da UFSM-PM.

Na última quinta-feira (22), o reitor da Universidade Federal de Santa Maria, professor Paulo Afonso Burmann, realizou uma visita no campus de Palmeira das Missões após quase 1 ano e meio sem ir ao município devido à pandemia de Covid-19 (a última visita foi em 12/03/2020 em que participou da Recepção Institucional aos calouros do campus).

Na ocasião, o reitor reuniu-se com a Direção da unidade, autoridades locais e regionais e servidores da instituição. “Por conta de todas as condições e impedimentos sanitários, sentia a falta muito grande de estar aqui, o contato com nossos servidores e servidoras e verificar in loco as principais demandas que tem sido apresentadas ao longo desse tempo”, afirmou Burmann.

A reunião contou com a presença dos diretores da unidade, técnico-administrativos em educação, docentes e autoridades locais e regionais.

Os presentes discutiram assuntos importantes para o município de Palmeira das Missões e região, como a construção do trevo de acesso à instituição e as demandas do Hospital Público Regional. Demandas essas descritas em um ofício entregue pelo prefeito de Palmeira das Missões, Evandro Massing, em que solicita a parceria da universidade para futuros projetos do HPR. No documento, a prefeitura solicita apoio técnico e institucional para a elaboração do Planejamento Estratégico do HPR, dada a complexidade de abertura e funcionamento do hospital após o término das obras. Estar em contato com a equipe e ver exatamente essas necessidades é algo que nós não podemos jamais abrir mão. A partir desse encontro, muitas das demandas tomam rumo de prioridade conforme estabelecido pela equipe aqui do campus, mas sobretudo, é importante verificar aqui, no campus de Palmeira das Missões, o ritmo de crescimento, de organização, de trabalho que foi impresso nesses quase dois anos que não tínhamos contato direto e ver o entusiasmo que as pessoas que estão na linha de frente estão tocando o processo”. O reitor ainda salientou a importância da universidade continuar integrada às lideranças da cidade e região e o quanto isso tem um fator decisivo no avanço de todas as ações da UFSM em Palmeira das Missões.

Burmann visitou também os laboratórios do Projeto de Extensão UFSM-Detecta, onde são realizados os testes de Covid-19.

Após uma visita aos laboratórios da UFSM-PM em que são realizados os testes de Covid-19 e conversar com a equipe do Projeto de Extensão UFSM-Detecta, responsável pelas análises, Burmann, acompanhado do diretor do campus, professor Luiz Anildo Anacleto da Silva, do vice-diretor, professor Daniel Graichen e dos demais presentes, fizeram uma visita nas obras do Hospital Público Regional, um grande complexo de saúde que está sendo construído no município, que contará com 224 leitos com serviços de média e ampla complexidade e que atenderá 72 municípios da região.

A equipe visitou o andamento das obras do Hospital Público Regional, em construção no km 1 da BR 468, em Palmeira das Missões.

Paulo Afonso Burmann destacou a grande contribuição do hospital para a saúde das pessoas da região e reforçou a importância da universidade para a formação e capacitação dos profissionais na área da saúde. “Para a UFSM, integrada em todas as ações, demandas e preocupações da comunidade, soma-se um fator extra, que é melhorar o que já temos em termos de campo de formação e abrir novas frentes, novas possibilidades de formação, uma vez que a estrutura do hospital também prevê uma estrutura de apoio à formação continuada dos profissionais que vão trabalhar aqui e, quem sabe, o apoio à formação de profissionais da saúde de outras áreas além daquelas que já temos aqui no campus de Palmeira das Missões”, declarou.

O reitor reiterou que a UFSM está acompanhando de perto todo o processo de construção do HPR e que está à disposição dos gestores públicos municipais e estaduais para apoiar algumas das iniciativas que ainda se fazem necessárias no campo da conclusão da obra, da sua gestão e do seu funcionamento em geral. As obras do Hospital Público Regional estão em fase final e o Hospital deve começar a funcionar em 2022, com atendimento 100% SUS.

Assessoria de Comunicação UFSM-PM

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes