Ir para o conteúdo Politécnico Ir para o menu Politécnico Ir para a busca no site Politécnico Ir para o rodapé Politécnico
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Politécnico realiza reunião técnica para elaboração de projeto para viabilização do cultivo de oliveiras na região Sul do Brasil



Imagem: Revista Jardins.

Realizou-se no Colégio Politécnico, na última sexta-feira (03), com a organização do professor Renato Trevisan, a primeira reunião técnica para a elaboração de um robusto projeto de pesquisa para contribuir na viabilização da produção de oliveiras na região Sul do Brasil. A iniciativa foi tomada porque, anualmente, a área cultivada com oliveira no Brasil vem aumentando, mas são escassos os conhecimentos técnicos sobre a planta, especialmente com relação às condições edafoclimáticas do Sul do Brasil, que permitem a proposição de práticas de manejo para a cultura. Estiveram presentes na reunião técnica, além do diretor Valmir Aita, mais de 15 professores-pesquisadores e técnicos administrativos em educação, vinculados a diferentes instituições – UFSM (Campus Sede e Colégio Politécnico), UFSM (Campus Cachoeira do Sul), Embrapa Clima Temperado, Unipampa, Instituto Federal Farroupilha, Unesp e Secretaria da Agricultura do Estado do RS. Também participaram do encontro consultores da região de Santa Maria que realizam atividades na cadeia produtiva da oliveira.

Os participantes possuem conhecimentos em diversas áreas, como classificação de solos, calagem e adubação, nutrição mineral de plantas, biologia do solo, entomologia, fitopatologia, manejo de plantas, pós-colheita e qualidade do azeite de oliva. O projeto de pesquisa que está sendo elaborado conta com o auxílio de mais de 40 pesquisadores, professores e técnicos ligados à cadeia produtiva da oliveira. Recursos serão obtidos e investidos em pesquisas, onde os resultados atingidos serão utilizados pela cadeia produtiva da oliveira, para aumentar e manter a regularidade de produção, bem como melhorar a qualidade do azeite produzido. O projeto, construído de forma coletiva entre os profissionais e instituições, foi estruturado de modo a estabelecer uma coordenação geral, mas também coordenadores de temáticas, como Solos, Planta e Pós-Colheita, que irão sistematizar as atividades realizadas por vários professores e técnicos dentro de cada temática. Assim, todos os profissionais envolvidos, de distintas instituições, participarão ativamente na obtenção de recursos e na elaboração do projeto, que trará um impacto positivo econômico, social e ambiental.

O diretor do Colégio Politécnico, professor Valmir Aita, ressalta a importância da organização da pesquisa para unir profissionais de diferentes locais do estado em prol da construção de técnicas de manejo concretas para o cultivo da oliveira. “A ideia é essa, fazer uma pesquisa conjunta entre diversos órgãos, para que todo mundo contribua para realmente ter dados sobre a oliveira aqui no estado, que é algo que não se tem. Por isso a importância dessa reunião […] E já temos esse projeto em parceria com o Departamento de Solos, que é o plantio de 1 hectare de oliveiras que deve acontecer em breve, para nós termos uma área experimental”, explica.


Publicações Recentes