Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Gabriela Sarturi Rigão, do DTG Noel Guarany, é eleita 1ª Prenda do Rio Grande do Sul



Gabriela Sarturi Rigão, 1ª Prenda do Rio Grande do Sul da 49ª Ciranda Cultural de Prendas. Foto: DTG Noel Guarany.

A Ciranda Cultural de Prendas do Rio Grande do Sul, concurso que elege as representantes do tradicionalismo gaúcho nas categorias mirim, juvenil e adulta, promoveu a sua 49ª edição na última semana. O evento ocorreu no município de Lajeado, município da 1ª Prenda de 2018/2019, Jéssica Thaís Herrera. Com a participação de aproximadamente 70 concorrentes das 30 regiões tradicionalistas do estado, a Ciranda teve início na quinta-feira (16), com um jantar de despedida das prendas da gestão 2018/2019. Na sexta-feira (17) e no sábado (18), as candidatas passaram por prova escrita, pela mostra artística, por prova oral e posterior avaliação artística, realizadas na Univates (Universidade do Vale do Taquari). A Ciranda Cultural de Prendas do Rio Grande do Sul é uma realização da Fundação Cultural Gaúcha (FCG) e do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).

O anúncio das representantes eleitas nesta edição do concurso foi feito na madrugada do último domingo (19), no Clube Tiro e Caça. Na categoria adulta, disputada por 21 concorrentes, o título foi conquistado pela santa-mariense Gabriela Sarturi Rigão, do Departamento de Tradições Gaúchas (DTG) Noel Guarany, da Universidade Federal de Santa Maria. O DTG Noel Guarany é um programa de extensão da UFSM, sendo coordenado por Luciano Pes, professor do Colégio Politécnico da UFSM, unidade apoiadora da iniciativa.

O DTG Noel Guarany foi criado no ano de 2005, no Centro de Ciências Rurais (CCR) da UFSM, com o objetivo de reunir os alunos deste Centro que frequentavam entidades tradicionalistas antes de se estabelecerem em Santa Maria para estudar e, chegando no município, não conseguiram se inserir nas entidades locais. A iniciativa, logo nas primeiras semanas, passou a contar com boa adesão de estudantes de outras Unidades de Ensino da Universidade, levando à efetivação do mesmo como um Departamento Estudantil da UFSM, sendo registrado institucionalmente como uma ação de extensão. Desde a sua criação, o DTG funciona, majoritariamente, através do trabalho de estudantes, com a supervisão de um docente responsável e com o apoio da Reitoria da Universidade. Inicialmente, o DTG era coordenado pelo professor Irineo Zanella. A partir do ano de 2010, o professor Luciano Pes, que participava ativamente das ações do Departamento desde a reunião de criação da entidade, assumiu a coordenação da ação de extensão, na qual permanece até os dias atuais.

Além de acadêmicos e acadêmicas dos centros da UFSM, integram o DTG Noel Guarany, membros da comunidade de Santa Maria, que compõem cerca de 30% da equipe do programa de extensão. Os participantes desenvolvem atividades em todas as áreas do tradicionalismo, seja artística, campeira ou cultural. “É importante citar que, hoje, nós temos representantes de todos os centros de ensino da Universidade, algo muito difícil de se alcançar. Esse programa consegue reunir diferentes pessoas, de diferentes perfis e diferentes formações dentro de uma mesma iniciativa”, comenta o professor Luciano Pes.

A notícia da eleição da estudante do curso de Psicologia da UFSM, Gabriela Sarturi Rigão, como 1ª Prenda do Rio Grande do Sul neste domingo foi recebida com muita alegria por toda a comunidade da Universidade Federal de Santa Maria. Com a vitória de Gabriela, Santa Maria irá sediar o cinquentenário da Ciranda Cultural de Prendas do Rio Grande do Sul no ano que vem.

Representação da 13ª Região Tradicionalista na divulgação dos resultados da 49ª Ciranda Cultural de Prendas. Foto: DTG Noel Guarany.


Publicações Recentes