Ir para o conteúdo Politécnico Ir para o menu Politécnico Ir para a busca no site Politécnico Ir para o rodapé Politécnico
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Encontro Internacional reúne estudiosos e produtores de Noz Pecã na UFSM

Contando com participação de produtores de diferentes regiões do estado e docentes do CCR e do Colégio Politécnico da UFSM, evento apresentou novas tecnologias do setor



No último sábado, dia 30 de abril, a UFSM sediou o IV Encontro Internacional de Produtores de Noz Pecã, realizado no anfiteatro do Centro de Ciências Rurais (CCR). Além das palestras técnicas – quatro durante a manhã – foram realizadas visitas em 12 estações na Área experimental de Noz Pecã, espaço no setor de Fruticultura em parceria com o Sistema Irriga. A maioria do público participante era composto de produtores (80%), além de consultores, técnicos e alunos. Nas estações, os temas envolviam processos como colheita, secagem, descasque, controle de pragas e doenças, uso do drone, cultivo adensado, calibre de frutos, manejo da irrigação, mecanização e quebra de dormência. Foi apresentada uma nova tecnologia de cultivo, desenvolvida em doze anos de pesquisas e estudos pelo grupo, que possibilita o plantio em um espaço menor, origina plantas de até 4 metros de altura e o permite o cultivo de até mil plantas por hectare. A tecnologia facilita podas, pulverizações com caldas, colheita com máquinas e equipamentos menores e, principalmente, aumenta a produtividade. A nova tecnologia também favorece o aumento dos frutos em 30%, fator determinante para a exportação das nozes e a produção regular todos os anos.

Como destaca o prof. Diniz Fronza, coordenador do grupo Pecan Technology, além da apresentação de inovações, o evento foi muito importante para troca de experiências e para proporcionar aos produtores um momento para discussões entre pares, além de apresentar soluções para os desafios que eles enfrentam com a cultura. Os produtores, por sua vez, elogiaram o formato do encontro, a exemplo de Simone Vasconselos: “Foi um dia intenso de muito aprendizado e informações”, destaca ela, que possui 8 hectares de cultivo de noz pecã na cidade de Glorinha (RS). Vandelina Anversa, que possui 117 pés em uma propriedade em Caçapava do Sul (RS), também estava muito satisfeita com a organização do evento e os assuntos abordados. Segundo o prof. Diniz Fronza, em uma avaliação realizada ao final do evento, com 17 itens, 95% classificaram o evento como ‘excelente’.

O encontro foi coordenado pelo Grupo Pecan Technology, sob gestão do professor Diniz Fronza, do Colégio Politécnico da Universidade, e realizado em parceria com o Sistema Irriga e empresas e consultores em Pecan. Também contou com a colaboração do prof. Adão Corcini, e, na organização, bolsistas e alunos do PEG (Programa Especial de Gradução). Confira na galeria abaixo alguns registros das visitas nas estações.

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-405-5473

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes