Ir para o conteúdo Politécnico Ir para o menu Politécnico Ir para a busca no site Politécnico Ir para o rodapé Politécnico
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Perfil Profissional – Meio Ambiente

O Técnico em Meio Ambiente, do Eixo Tecnológico de Ambiente e Saúde, caracteriza-se como um profissional comprometido com o desenvolvimento social, ambiental e econômico, respeitando valores éticos, morais, culturais, sociais e ecológicos e com competências profissionais que o qualifiquem a:

1. Interpretar e aplicar a legislação ambiental vigente no âmbito municipal, estadual e federal.
2. Identificar os processos de intervenção antrópica sobre o meio ambiente e as características das atividades geradoras de resíduos.
3. Organizar a redução, o reuso e a reciclagem de resíduos e/ou recursos utilizados em processos.
4. Realizar e coordenar o sistema de coleta seletiva.
5. Atuar no acompanhamento e orientação da exploração de recursos minerais, hídricos, vegetais e do solo, propondo estratégias de ação sustentável na redução de impactos negativos.
6. Organizar programas de Educação ambiental com base no monitoramento, correção e prevenção das atividades autrópicas, conservação dos recursos naturais através de análises prevencionista.
7. Atuar na elaboração e execução de projetos, programas ou palestras de interesse público e privado de educação ambiental, de esclarecimento sobre prevenção à poluição e práticas ambientalmente corretas.
8. Identificar os tipos de contaminantes e poluentes e seus efeitos sobre o ambiente, indicando e aplicando medidas de prevenção, mitigação e controle.
9. Avaliar os impactos causados por resíduos sólidos, atmosféricos e águas residuais, identificando as consequências sobre o ambiente, propondo estratégias de gerenciamento, redução, reciclagem, tratamento e disposição final adequada.
10. Elabora relatório periódico das atividades e modificações dos aspectos e impactos ambientais de um processo, indicando as consequências de modificações.
11. Integrar departamentos de gestão ambiental das administrações públicas e privadas.
12. Atuar em equipes de planejamento urbano auxiliando na definição de zoneamento ambiental por setorização e orientação de atividades.
13. Realizar amostragem e interpretação de laudos de água, solos, sedimentos e efluentes, entre outros.
14. Participar na elaboração e execução de projetos e programas ambientais de saneamento básico e saúde pública.
15. Atuar na implantação e acompanhamento de sistemas de planejamento e gestão ambiental em organizações, visando à certificação ambiental segundo as normas técnicas em vigor (NBR/ISO 14001).
16. Auxiliar na realização de processos de auditoria ambiental.
17. Auxiliar na elaboração, acompanhamento e avaliação de processos de licenciamento ambiental.
18. Atuar como fiscal em órgãos ambientais.
19. Atuar como Auxiliar Técnico em caso judicial, com ou sem perícia ambiental.
20. Realizar coleta de sementes, produção e formação de mudas florestais nativas.
21. Implantar espécies arbóreas nativas e conduzir povoamentos florestais.
22. Identificar os processos de degradação e aplicar técnicas de recuperação em áreas degradadas.
23. Auxiliar na elaboração de Planos de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD).
24. Atuar na gestão de espaços terrestres protegidos por legislação ambiental.
25. Aplicar diferentes ferramentas de gestão para avaliação de aspectos ambientais, visando a ecoeficiência industrial, a saúde do trabalhador e a qualidade de vida da coletividade.
26. Atuar na orientação dos princípios básicos que regem a saúde e a segurança no ambiente de trabalho.
27. Identificar e classificar impactos ambientais, propondo estratégias sustentáveis de uso racional dos recursos naturais.
28. Interpretar e utilizar cartas, mapas e imagens orbitais georeferenciadas pelos Sistemas de Informação Geográfica (SIG), em zoneamento e estudos ambientais.
29. Empregar os sistemas de coordenadas, projeções cartográficas e os sistemas de posicionamento global por satélite para o dimensionamento e análise das fragilidades ambientais, realizando diagnóstico de risco, bem como das potencialidades de áreas em estudos ambientais.
30. Auxiliar em práticas de levantamento de fauna e programas de proteção faunística.
31. Conhecer diferentes fontes de energias alternativas e seus impactos sobre o ambiente, contribuindo na tomada de decisões acerca de novas tecnologias.
32. Identificar as potencialidades e propor a substituição de energéticos convencionais em favor de soluções ambientalmente sustentáveis.
33. Conhecer os fundamentos do empreendedorismo, cooperativismo, legislação trabalhista, ética profissional, gestão de pessoas e tecnologia da informação, como forma de aprimoramento pessoal e profissional.