Ir para o conteúdo Ciências Econômicas Ir para o menu Ciências Econômicas Ir para a busca no site Ciências Econômicas Ir para o rodapé Ciências Econômicas
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Região acumula saldo positivo de empregos formais em período de Pandemia Covid-19



A pedido do Jornal Folha do Noroeste, docentes do Departamento e Curso de Ciências Econômicas da UFSM Palmeira das Missões analisou a geração de empregos, no período janeiro de 2020 a setembro de 2021, no seguinte conjunto de municípios: de Alpestre, Ametista do Sul, Boa Vista das Missões, Caiçara, Cristal do Sul, Dois Irmãos das Missões, Erval Seco, Frederico Westphalen, Irai, Jaboticaba, Palmeira das Missões, Palmitinho, Pinhal, Pinheirinho do Vale, Planalto, Rodeio Bonito, Seberi, Taquaruçu do Sul, Tenente Portela, Vicente Dutra e Vista Alegre. Confira a publicação clicando AQUI.

A análise dos dados do Novo Caged mostra que o saldo tem sido positivo e provavelmente isto pode ser explicado pela elevação no consumo das famílias, principalmente nos setores de comércio e serviços presentes nos municípios. Também, pelo aumento das exportações de carnes, que estimulou fortemente o setor de proteína animal, além do aumento da exportação da soja, cultura amplamente cultivada na região. Contudo, o Novo Caged não disponibiliza o saldo de empregos por atividade econômica, em nível municipal, o que limita a realização de uma análise mais minuciosa em relação a estes dados.

Entre os principais resultados, destaca-se que os municípios de Frederico Westphalen, Seberi e Tenente Portela, concentraram a maior parte do saldo positivo dos novos empregos gerados no período 01/2020 a 09/2021, conforme pode ser observado na Figura 1.

Figura 1. Geração de postos formais de trabalho no período 01/2020 a 09/2021, na região selecionada.

Fonte: Novo Caged.

Já, neste ano de 2021, foi verificado maior geração de empregos nos municípios de Frederico Westphalen, Palmeira das Missões e Seberi, conforme pode ser observado na Figura 2.

 Figura 2. Geração de postos formais de trabalho no período 01/2021 a 09/2021, na região selecionada.

Fonte: Novo Caged.

Estes resultados podem ser explicados, em parte, pelos seguintes elementos:

  • Em geral, nos municípios de Frederico Westphalen e Seberi a demografia empresarial revela maior diversificação na atividade econômica. O setor de comércio e serviços é o maior, mas também os setores da indústria de transformação, construção civil, setor de saúde e de educação são relevantes. Neste sentido, quando o nível de atividade econômica começa aumentar, naturalmente o saldo de vagas passa a ser maior, pois além de existir maior número de empresas, também se verifica um grau de diversificação econômica maior.
  • Principalmente, os municípios que historicamente se caracterizam como polos microrregionais, são beneficiados pelo acréscimo na renda dos municípios limítrofes, pois parte da população destes consome no setor de comércio e serviços dos municípios polo. Neste caso, as empresas dos municípios maiores são estimuladas pela vizinhança próxima, com um acréscimo de renda derivado, em muitos casos, dos níveis de preços dos produtos agropecuários e das políticas de auxílios governamentais que representam importante acréscimo de renda.
  • As exportações do setor de proteína animal estimularam fortemente as cadeias produtivas de proteína animal ao longo de 2020 e 2021. Isto resultou em renda para produtores, saldo positivo de empregos em frigoríficos e estímulo ao consumo local.
  • O aumento da renda aos produtores locais também passa pela soja. No RS, entre 2020 a 2021, as exportações de soja apresentaram significativo aumento. Segundo dados disponibilizados pela ComexStat (órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços), o RS exportou o equivalente a US$ 2,9 bilhões (FOB) de soja em 2020 (o equivalente a 21% da pauta de exportações gaúchas). Em 2021, por sua vez, o resultado, até outubro, era o equivalente a US$ 5,7 bilhões (variação de 93%), culminando em 32% da pauta de exportações do estado. E o avanço do saldo exportado pela soja é decorrente do aumento do volume exportado (+8,9% em relação a 2020) e do aumento da cotação internacional da commodity no período (+52,5%), como pode ser observado na figura 3.

Figura 3. Cotação internacional da soja entre janeiro de 2020 a setembro de 2021.

Fonte: Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (2021).

No agregado dos municípios, observa-se que apenas nos meses de abril e maio de 2020 o saldo de vagas foi negativo. Em todos os demais, o saldo foi positivo, o que destaca que, mesmo em período de pandemia, o saldo de empregos formais foi positivo, conforme destaca a Figura 4.

Figura 4. Geração de postos formais de trabalho no período 01/2021 a 09/2021, na região selecionada.

Fonte: Novo Caged.

A importância da geração de novos postos de trabalho se revela, principalmente, pelo aspecto socioeconômico. Uma região com muitos empregos tende a ser uma região mais próspera e desenvolvida, o que se refletirá em indicadores de bem-estar social melhores.

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes