Ir para o conteúdo Agência Da Hora Ir para o menu Agência Da Hora Ir para a busca no site Agência Da Hora Ir para o rodapé Agência Da Hora
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Programa Mão na Mídia promove Encontro de Práticas e Pesquisas Comunicacionais Antirracistas



O programa de extensão Mão na Mídia e o Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria, campus Frederico Westphalen, promoveu na última semana a primeira edição do Encontro de Práticas e Pesquisas Comunicacionais Antirracistas. O evento aconteceu entre os dias 10 e 13 de novembro e foi transmitido pelo canal do YouTube da Agência Íntegra. Além da UFSM, o encontro incluiu a realização conjunta das universidades ULBRA, Unipampa e UFSC.

Durante os quatro dias de evento, os participantes tiveram acesso à mesa de abertura, cinco palestras e mesa de encerramento. O ponto central dos debates foi o racismo presente na sociedade e como ele é retratado na comunicação. As temáticas abordadas nas palestras foram “O processo de criminalização da população negra no Brasil”, “Branquitude, racismo e cobertura jornalística”, “Movimentos sociais e ativismos negros nas Redes Sociais: o acontecimento Marielle Franco”, “Conversas de Cinema com Camila Moraes: Mulheres Negras no Cinema”, “A circulação da arte negra na diáspora”, “Ingresso e permanência de estudantes negros nas Universidades: graduação e pós-graduação em Comunicação Social” e “Midiatização, algoritmos e afinidades eletivas”.

Entre os dados divulgados no encontro, chamou atenção o fato de que no Brasil, atualmente, o percentual de prisão de população negra é o mesmo do período escravocrata, e que o negro possui 89% de probabilidade de condenação e 11% de liberdade. Outro assunto discutido foi a falta de negros nas mídias brasileiras. Exemplos como a foto postada pela jornalista Maju Coutinho, que chamou atenção nas redes sociais por mostrar sua equipe majoritariamente branca, trouxeram à discussão o racismo estrutural na sociedade.

As palestras transmitidas estão disponíveis no canal do YouTube Agência Íntegra e podem ser assistidas a qualquer momento. O objetivo do evento foi levar aos estudantes e demais participantes uma reflexão sobre como o racismo ainda é uma realidade que impede a participação de negros em espaços da comunicação, e alertar sobre a necessidade de combater o racismo estrutural.

 

Texto: Isabela Vanzin e Alice Rodrigues 

Apuração: Igor Mussolin, Júlia de Sá, Maria Mariana do Nascimento Silva e Francisco Ernesto Carvalho Soares

Edição: Luciana Menezes Carvalho

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-825-292

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes