Ir para o conteúdo Íntegra Ir para o menu Íntegra Ir para a busca no site Íntegra Ir para o rodapé Íntegra
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Campanha “Represente Sua Voz”



No Mês do Orgulho LGBTQIAP+ a Agência Íntegra convidou estudantes para compartilharem seus conhecimentos, projetos e produções acadêmicas com a sociedade

A representatividade é uma expressão, e uma expressão é uma ação coletiva ou individual que representa o desejo, o pensamento, e o ser. Pensando nisso, a ação “Represente sua Voz”, elaborada pela Agência Íntegra no Mês do Orgulho LGBTQIAP+ buscou abordar e colaborar com o debate, a visibilidade e a representatividade destes corpos.

Em alusão do Dia do Orgulho LGBTQIAP+, comemorado no dia 28 de Junho, a campanha “Represente sua Voz buscou ofertar um espaço e um ambiente onde o público pudesse debater e colaborar com a discussão sobre gênero e sexualidade. A partir desta temática, os estudantes foram convidados a compartilhar seus trabalhos acadêmicos, sendo estes desenvolvidos em formato de áudio, vídeo ou texto. A proposta da campanha através destes trabalhos inserir mecanismos de conhecimento da temática na sociedade, e disponibilizar um ambiente com interatividade entre os discursos envolvidos, norteando a temática LGBTQIAP+.

A live “Representações para Além: Visibilidades e Reconhecimento LGBTPIQA+ na Comunicação”, promovida em alusão ao Mês do Orgulho LGBTQIAP+ também integrou a programação da semana. O professor Tainan Pauli Tomazetti debateu sobre a importância da visibilidade e representatividade dos integrantes do movimento LGBTQIAP+, a história de resistência e luta pela conquista do espaço e seus direitos. O professor ainda enfatizou a importância da representação e da presença destes corpos nas instituições sociais e políticas, representando a si mesmos e aos demais na luta pelo respeito as suas existências e pelos seus direitos civis.

As produções acadêmicas compartilhadas com a Agência Íntegra foram publicadas no Instagram e no Facebook, mas podem ser conferidas aqui no site.

Confira as produções que a Agência Íntegra recebeu sobre a temática LGBTQIAP+:

ARTE DRAG

A produção audiovisual “Arte Drag” foi elaborada com o intuito de pautar a visibilidade e o respeito LGBTQ+ em uma conjuntura interiorana, tratando-se, mais especificamente, da única Drag Queen de Frederico Westphalen- RS. O projeto foi desenvolvido por: Glóra Melo Leite, Maisa Bin, Gabriel Araujo, Catarina Bertoldo e Wellington Hack, com participação da Katrina Addams.

TRANSLUZIR

Elaborado na disciplina Cinema e Sociedade, Disciplina Complementar de Graduação do DECOM, em 2017, a produção audiovisual Transluzir foi desenvolvido por: Amanda Denise da Costa, Ariel Stival, Isabela Vanzin da Rocha, Renata Albiero, Taiane Centenaro Borges e Wagner Stan.

NEUTRX

Produção da disciplina de Comunicação, Cultura e Poder do curso de Jornalismo da UFSM-FW, realizado por Ananda Rivero, Cristiele Braga, Isabela Vanzin da Rocha, Jéssica Vieira e Wagner Stan, tem como objetivo levar a sociedade ao debate sobre a comunicação voltada as pessoas consideradas sem gênero. Neste trabalho, estudantes de Jornalismo trazem especialistas dos estudos da Língua Portuguesa e dos estudos de Gênero

DO AMOR À RESISTÊNCIA

Os estudantes Ângela Srocynski da Costa e Kais Ricardo Nidal Husein apresentam dois projetos. Partindo do pressuposto de que no século XXI a comunidade L G B T Q + a i n d a é v i s t a majoritariamente com repúdio pela população mundial e, apesar da grande liberdade de expressão em território brasileiro, os índices de violência e homicídios relacionados às pessoas dessas comunidades são alarmantes. Além disso, presumimos que o Rio Grande do Sul é um estado carregado de uma cultura machista, xenofóbica e, por conseguinte, homofóbica, como em exemplos de manifestações artísticas do estado: “vou tirar a china mais linda pra bailar de cola atada e se não souber dançar ensino e não cobro nada depois que meto o cavalo seja lá o que deus quiser pois sou do tempo em que os homens ainda gostavam de mulher” (Chiquito e Bordoneio- Bailar de cola atada). No entanto, a comunidade LGBTQ+, persiste em suas lutas resistindo a todas as formas de opressão, munindo-se, não de guerras, mas de cores, como de costume nas Paradas LGBTQ+ que ocorrem pelo mundo, com a mensagem Love wins (O amor vence- traduzido para o português).

NÃO RECOMENDADO

Baixar

O projeto fotográfico que tem o objetivo de registrar representantes da comunidade LGBTQ+, sendo marcados pelas cores que tingem a história dessa cultura. A ideia de capturar uma consonância entre queers e cores surge da percepção de que é corriqueiro assimilar os assuntos e, sobretudo, pelo desejo de explanar a exterioridade desse símbolo tão utilizado como referência da comunidade.

DIGA NÃO A ABERRAÇÃO

Baixar

Esse projeto fotográfico tem o objetivo de registrar representantes da comunidade LGBTQ+ sendo marcados pelas cores que tingem a história dessa cultura. A ideia de capturar uma consonância entre queers e cores surge da percepção de que é corriqueiro assimilar os assuntos e, sobretudo, pelo desejo de explanar a exterioridade desse símbolo tão utilizado como referência da Comunidade.

“NÃO OLHE NOS SEUS
OLHOS
NÃO CREIA NO SEU
CORAÇÃO
NÃO BEBA DO SEU COPO
NÃO TENHA COMPAIXÃO
DIGA NÃO À ABERRAÇÃO”

Caso queira ver mais conteúdos com a pauta, que tal conferir o quadro Divulga TCC que convida o Eduardo Dóro, relações-públicas egresso que fala sobre o Discurso Organizacional?

Nos acompanhe no nosso Instagram!


Publicações Recentes