Ir para o conteúdo BOMBAJA Ir para o menu BOMBAJA Ir para a busca no site BOMBAJA Ir para o rodapé BOMBAJA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

EQUIPE

 

Subsistemas:
  A equipe Bombaja é dividida em subsistemas, visando uma organização mais eficiente das funções dentro do ambiente de trabalho e obedecendo a normas das competições SAE (Sociedade de Engenheiros Automotivos). Cada subsistema possui uma área distinta de trabalho na produção do protótipo ou na administração do projeto. As atividades de cada setor são mantidas em sincronia com os objetivos gerais da equipe e com o trabalho dos outros subsistemas, os quais são discutidos e definidos em reuniões e aplicados em forma de planejamentos e cronogramas.

Os subsistemas da equipe Bombaja UFSM se dividem entre:

Gestão: A gestão da equipe Bombaja é dividida em quatro subsistemas por si só: gestão de pessoas, financeiro, marketing e administrativo. O principal objetivo da gestão é unificar todos os subsistemas da equipe e garantir um funcionamento harmonioso e efetivo, garantindo que as sugestões de membros sejam ouvidas e que a organização de projetos seja realizada da maneira mais eficiente possível. Os principais focos são os âmbitos de gestão de conhecimento, projeto e pessoas.

Financeiro: O financeiro da Bombaja é responsável por gerenciar o capital da equipe, realiza atividades como classificação de compras por prioridades e fluxo de caixa. Através dos cálculos feitos neste subsistema, somos capazes de prever gastos futuros, o que nos torna uma equipe mais preparada para os desafios encontrados nesta área.

Comunicação: O subsistema de Comunicação dedica-se ao relacionamento com patrocinadores e clientes, passando pela pesquisa e planejamento estratégico, direção de arte, fotografia, gravação e edição de vídeos, cobertura de eventos e competições BAJA SAE, até o acompanhamento das mídias digitais, estando constantemente envolvido com empresas e entidades internas e externas à UFSM. Outra grande atuação desse setor é a divulgação de informação à comunidade acadêmica, mantendo alunos, professores e autoridades atualizados para com os trabalhos e o progresso da equipe Bombaja.

Gerência de Recursos Externos: Esse setor é responsável por prospectar, captar e gerenciar os recursos oriundos de patrocinadores, assim como garantir o retorno para os mesmos em forma de visibilidade da sua marca. É constituído atualmente por um gerente, que é responsável por verificar a relação entre os representantes da Bombaja e os parceiros da equipe, assegurando-se da organização dos dados desse contato.

Elétrica: No subsistema de elétrica aplicam-se diversos conceitos e táticas para a otimização do projeto, os quais vão desde a instrumentação automotiva, aquisição, armazenamento e análise  de dados, bem como instalação elétrica veicular, eletrônica embarcada buscando segurança e
eficiência, automação de funcionamento de componentes elétricos e mecânicos, instrumentação automotiva, gestão do dimensionamento de conexões elétricas e suprimento de energia no protótipo, implementação de sinalização digital (painéis e relacionados) e redes de comunicação dentro do veículo. Todas essas atividades são aplicadas para aperfeiçoar trabalham em sintonia com o resto do projeto para trazer o maior nível de excelência para a equipe, tendo responsabilidades divididas entre gerente de subsistema e os respectivos
membros.

Estrutura: O subsistema de estruturas/cálculo estrutural é responsável pela projeção, análise, fabricação e validação de componentes e sistemas estruturais de todo o protótipo, de acordo com as premissas especificadas para o projeto. O setor também adota a seleção de um gerente de subsistema, que organiza e guia os membros do mesmo em suas atividades de planejamento e aplicação de projeto.

Design e ergonomia: Este subsistema atualmente se organiza com um gerente e um integrante que realiza reuniões semanalmente para tratar de assuntos internos do projeto, como a definição de cronogramas e atividades. Como uma de suas funções principais está garantir que a interação do piloto e carro seja confortável e sem danos a saúde do próprio, trabalhando nos ângulos de pilotagem, campo de visão, conforto, entre outros. Outra função do subsistema é a definição dos objetivos do design e o repasse desses valores para o público, seguindo então
para a parte de fabricação dos painéis de carenagem e pintura.

Freio: Subsistema do protótipo que possui como objetivo permitir ao veículo reduzir a velocidade ou parar na menor distância possível, de forma estável e segura. Os freios devem ser completamente confiáveis e seguros, possibilitando ao piloto manter o controle do veículo em qualquer condição adversa. A equipe responsável pelo subsistema se subdivide em gerente e membros, buscando maior organização nas tarefas e se otimize o trabalho do projeto, garantindo assim freios funcionais e confiáveis.

Powertain: Esse subsistema é o responsável por garantir que a energia gerada pelo motor seja transferida da maneira mais eficiente até as rodas motrizes do veículo, passando pelos elementos que o compõem. Sendo o motor (Briggs & Stratton 10 HP e 305 CC) padronizado pela competição Baja SAE Brasil. O projeto desse subsistema deve levar em conta algumas considerações importantes, como: Eficiência, dirigibilidade, seleção de materiais e empacotamento do sistema, etc.

Suspensão e Direção: O Sistema de suspensão é responsável por atenuar as vibrações e impactos, provenientes das irregularidades da pista. O Sistema de direção torna possível ao piloto, guiar de forma segura e eficiente. A combinação desses sistemas define o comportamento do veículo em retas e curvas, se será simples ou complexo guiá-lo. Cabe aos integrantes desses sistemas, calcular, projetar e desenvolver a maior parte dos componentes.

Bombaja UFSM OFF ROAD