Ir para o conteúdo PPGE Ir para o menu PPGE Ir para a busca no site PPGE Ir para o rodapé PPGE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Histórico do Grupo de Pesquisa

Histórico do Grupo de Pesquisa

O Grupo de Pesquisa versa sobre: “A formação de professores para o Mercosul/Cone Sul (Argentina, Brasil, Chile, Uruguai e Venezuela): princípios, objetivos, modalidades. Perspectivas de uma formação básica, geral, comum”, teve o seu nascedouro no Primeiro Encontro Internacional de Educação do Mercosul, realizado em 1992 pela Associação de Supervisores Educacionais do Rio Grande do Sul (ASSERS) em Bagé. Aquele encontro manifestou o não conformismo dos educadores com o Tratado de Assunção, assinado em março de 1991, no Paraguai, entre a Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, e o Grupo se comprometeu a trabalhar pela unidade desses povos, já desejada por Simón Bolívar, de uma América Latina integrada e unida.

Formou-se então, em agosto de 1993, o Grupo de Pesquisa – GP – que passou a se preocupar com a formação de professores no Mercosul/Cone Sul. Este Grupo fixou sua sede na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mais especificamente na Faculdade de Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação, coordenado inicialmente pelo professor Dr. Augusto Nibaldo Silva Triviños. O Seminário coordenado por ele e integrado por cerca de quarenta pesquisadores da Argentina, da Bolívia, do Brasil, do Chile, do Paraguai e do Uruguai, agora é coordenado pela Professora Susana Elba Vior da Universidade Nacional de Luján (Argentina). A existência do Grupo teve singular apoio dos organismos encarregados de desenvolver a pesquisa nas Universidades Federais e Estaduais brasileiras e em outros países.

Entre os objetivos do GP destacamos a busca incessante de estudar e pesquisar a formação de professores para o Mercosul/Cone Sul, tanto em sua evolução histórica quanto em seu momento atual, ampliando para o contexto da América Latina, bem como a ideia de que é na escola que ocorrem e/ou se estimulam, na atualidade, os elementos básicos dos processos educativos que se manifestam em qualquer tipo de comunidade civilizada e/ou para o viver nas sociedades do século XXI. E nela, sem dúvida alguma, o professor exerce uma liderança e uma influência indiscutível.

Este Grupo entende que, da mesma forma como o mundo está se organizando em blocos econômicos para sobreviver, nós educadores e educadoras, precisamos postular para que esta integração se faça presente em todos os campos das relações humanas, em especial no campo educacional e cultural, para que nos integremos material e espiritualmente a partir dos valores e dos princípios próprios dos povos que vivem na América Latina. Nós, professores, estamos conscientes desta necessidade na formação das gerações jovens, na perspectiva de um mundo justo e eticamente comprometido.

As pesquisas que os membros do Grupo brasileiro levaram adiante, e levaram a bom termo, desde o seu início estiveram e ainda estão relacionadas direta ou indiretamente com a formação de professores nos países do Mercosul/Cone Sul. Os intercâmbios anuais com os colegas pesquisadores dos países integrantes do Grupo, por meio da realização de Seminários Internacionais, tornam-se vitais para a manutenção e sustentação de nossas práticas educativas e de pesquisa. 

Desta maneira, vamos a cada seminário anual, realizado nos diferentes países, no sistema de rodízios, com um desejo grande de encontrar e ouvir a todos, de discutir a caminhada de pesquisas de cada Grupo e das condições de cada país, mesmo que para isso, às vezes, sejam necessários esforços físicos, financeiros, materiais, sem dúvida alguma cansativos, mas a mente continua assim mesmo, aberta ao diálogo, à partilha, à descoberta e ao diferente.

As memórias do Grupo, e as vivências dos pesquisadores, destacando-se no cenário do Mercosul/Cone Sul, na articulação dos seminários e das pesquisas na formação de professores, na publicação de artigos nas mais diferentes revistas educacionais do Brasil, permite-nos propor e operacionalizar mais esta atividade de pesquisa. O Grupo se propõe a caracterizar, na teoria e na prática, o processo histórico, socioeconômico e educacional que singularizam, em suas semelhanças e diferenças, os países da América Latina.