Ir para o conteúdo Suínos Ir para o menu Suínos Ir para a busca no site Suínos Ir para o rodapé Suínos
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Sobre

O Laboratório de Suinocultura do Departamento de Zootecnia da UFSM começou como uma simples unidade demonstrativa dentro do Projeto Osvaldo Aranha. Esse projeto, que foi executado entre 1968 e 1975, criou condições para os diferentes setores do Departamento de Zootecnia pudessem desenvolver atividades de ensino e extensão.
 
Ao longo dos anos, sobretudo a partir da segunda metade da década de 80, as Universidades Brasileiras se inseriram nas atividades de pesquisa. Não foi diferente com o Laboratório de Suinocultura, que viu sua estrutura ampliada para atender essa nova demanda acadêmica. Assim, em 1988 foi construída, com apoio do CNPq, unidades experimentais para reprodução e creche.
 
Em 1994, numa perspectiva de focar as ações de pesquisa em nutrição, o Laboratório ampliou as instalações também para as fases de crescimento e terminação. A conscientização ambiental levou o Laboratório a implantar em 2001, com apoio da Fapergs, uma unidade de pesquisa para estudar o comportamento de animais em cama sobreposta. Mais recentemente, em 2002, o Laboratório implantou um Centro de Digestibilidade de Alimentos e Nutrientes para Suínos. Esse centro, único do interior do Rio Grande do Sul, foca suas pesquisas nas áreas básicas bem como nas áreas aplicadas.
 
Atualmente o Laboratório de Suinocultura tem uma equipe de três professores, 10 estagiários de graduação e 5 pós-graduandos. A equipe desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão que atendem a cadeia de produção suína brasileira.