Ir para o conteúdo .TXT Ir para o menu .TXT Ir para a busca no site .TXT Ir para o rodapé .TXT
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

A dança além da dança



Estivemos, no dia 17 de abril, no Centro de Educação Física e Desporto (CEFD), visitando o projeto de dança oferecido à 3ª idade pelo Núcleo Integrado de Estudos e Apoio à 3ª Idade (NIEAD). Além de oferecer a dança há 20 anos, ele disponibiliza também outros projetos como: hidroginástica, participação em disciplinas do curso, atividades externas em bairros de Santa Maria, e em mais de dez municípios. O professor e coordenador Marco Aurélio Acosta diz que: “Entre os professores e alunos existe uma verdadeira relação de troca”.

Isso fica perceptível logo que as primeiras alunas da professora e coordenadora do projeto de dança, Tatiane Razeira, chegam ao ginásio 2 do CEFD para as aulas. Uma a uma fazem questão de cumprimentar e conversar com a professora sobre assuntos triviais e diários, que nada têm a ver com a relação professor-aluno. A cumplicidade entre a professora e suas alunas fica evidente nas palavras de Tatiane, ao afirma: “Se muito gratificante saber que essa aproximação traz melhoras para elas”.

Tatiane relata que as alunas não são apenas colegas, mas tornam-se amigas com o passar do tempo ao compartilhar alegrias e tristezas. O professor Marco Aurélio afirma que esta experiência é fundamental para o trabalho de auxílio emocional dos idosos. Segundo ele, a semelhança de faixa etária faz com que suas preocupações sejam muito parecidas, o que contribui para o entendimento e auxílio mútuo entre os integrantes do grupo.

Os problemas são semelhantes, de acordo com o professor: “Eles comentam dos filhos, que já não lhes dão mais a devida atenção, reclamam de dores no joelho, e isso faz com que percebam que não estão sozinhos nas suas dificuldades”. No entanto, as dificuldades comuns não impedem que o grupo se reúna toda terça-feira para as aulas de dança.

Ao som do sertanejo – estilo musical escolhido pela professora Tatiane como tema da semana – é possível observar que, ao menos naquela hora, todos esses problemas são superados. E que a frase escrita na camiseta de uma das integrantes do projeto, que diz “somos felizes”, faz todo sentido para o grupo.

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-714-23

Publicações Recentes