Ir para o conteúdo CAED Ir para o menu CAED Ir para a busca no site CAED Ir para o rodapé CAED
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Atividades

Rodas de conversa, palestras e cursos: ofertados em parceria ou pelo próprio Núcleo de Ações Afirmativas, direcionados ao corpo docente e técnico e à comunidade acadêmica envolvendo questões de gênero, cultura, classe, geração, orientação sexual, educação das relações étnico-raciais e indígenas, direitos humanos, gestão em ações afirmativas, entre outras;

Monitoria de Português como Língua de Acolhimento: tem como objetivo proporcionar novas estratégias de ensino e de aprendizagem de português como língua de acolhimento aos alunos imigrantes e refugiados da UFSM, que estão ligadas a um diversificado saber, saber fazer, a novas tarefas linguístico- comunicativas que devem ser realizadas na língua-alvo;

Monitoria de Apoio às Tecnologias digitais: tem como objetivo proporcionar aos estudantes o uso das tecnologias digitais em seus processos de aprendizagem;

Monitoria indígena: tem como objetivo contribuir para a consolidação da Política de Ações Afirmativas da UFSM, garantindo condições de permanência e desenvolvimento acadêmico aos estudantes indígenas; inserindo-os à realidade universitária, visando minimizar as barreiras sociais, culturais e acadêmicas existentes

Monitoria de Apoio à Leitura de Textos Acadêmicos: tem como objetivo proporcionar aos acadêmicos o desenvolvimento de estratégias de leitura que contribuam para uma maior compreensão, interpretação e interação com os textos acadêmicos;

Orientações à Comunidade Acadêmica: envolvendo coordenadores de curso, professores, servidores, acadêmicos, entre outros quando solicitado nas questões que envolvem gênero, cultura, classe, geração, orientação sexual, educação das relações étnico-raciais e indígenas, direitos humanos, gestão em ações afirmativas, entre outras;

Rotas de interação: realização de rotas de interação em parceria com a PROGRAD em 25 aldeias indígenas e nas escolas públicas de abrangência da 8ª Coordenadoria Regional de Educação (23 municípios). Para as aldeias indígenas serão três rotas de Interação e de divulgação do Processo Seletivo Indígena bem como de interlocução com essas comunidades. Nas escolas públicas serão realizados momentos de debate sobre o Sisu, Ações Afirmativas da Instituição, formas de acesso ao Ensino Superior.