Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Caduceu Jr- Conhecendo as Empresas Juniores do CCSH

Semana passada o CCSH iniciou uma série de entrevistas com as Empresas Juniores instaladas e em funcionamento no Centro.

As entrevistas foram concedidas ao Núcleo de Comunicação Institucional (NCI) do CCSH.

Hoje será apresentada a Caduceu Jr, Empresa Jr do curso de Ciências Contábeis, que existe há 14 anos.

NCI/CCSH: Qual é a finalidade da Caduceu Jr.?

Caduceu Jr: A Caduceu tem como foco criar empreendedores comprometidos com o desenvolvimento social e que prestam soluções eficientes ao mercado.

NCI/CCSH: Qual o benefício que ela oferece para os seus membros?

Caduceu Jr: Por meio da realização dos serviços, os membros são capacitados na prática aplicando os conteúdos teóricos aprendidos em sala de aula. Além disso, desenvolve-se a liderança e adquire-se conhecimentos sobre gestão e empreendedorismo durante os treinamentos propiciados pela empresa.

 

NCI/CCSH: E para a sociedade?

Caduceu Jr: Hoje, em Santa Maria, a Caduceu está entre uma das organizações responsáveis por todos atendimentos dos microempreendedores individuais (MEIs) de Santa Maria, isso significou mais de 900 atendimentos durante 2017, e aproximadamente 20 milhões de reais girando na economia local com parcela de influência da Caduceu. Este ano já totalizou mais de 1000 atendimentos em apenas 4 meses. Por conta dos seus projetos de consultoria, possibilitou melhores tomadas de decisões para micro e pequenas empresas da região, bem como ofereceu soluções estratégicas em finanças e gestão para problemas da empresa e estudos sobre mercado para aqueles que desejam empreender.

NCI/CCSH: E para a UFSM?

No ano de 2017, a Caduceu participou de 3 eventos regionais e nacionais levando o nome não só do Curso de Ciências Contábeis, como também do CCSH e da UFSM a Bento Gonçalves, no Encontro Gaúcho de EJs (Empresas Juniores), a Blumenau (SC), no Encontro Sul Brasileiro de EJs e a Porto Seguro (BA) no Encontro Nacional de EJs. Em todos os eventos fomos selecionados para apresentar uma palestra magna sobre o impacto que a Caduceu vem exercendo em Santa Maria. Somados foram cerca de 6 mil ouvintes.

Serviços prestados:

Pesquisa de mercado, estruturação financeira, controle de estoque, orçamento empresarial, precificação, análise de viabilidade, apoio fiscal, regularização do microempreendedor.

Relato de estudante:

“Desde que entrei na Caduceu, sempre ouvi muito sobre o desenvolvimento que a Empresa Júnior proporcionava, mas não fazia ideia do impacto que isso causaria na minha vida. Hoje, sinto-me uma pessoa muito mais responsável e preparada para o mercado de trabalho, bem como para assumir cargos de liderança dentro e fora da Caduceu”.

Eduarda Dalmas, 19 anos. Na Caduceu Jr. desde Setembro de 2017.

O que é uma Empresa Junior?

Vamos entender o que é uma Empresa Jr. Para esse esclarecimento, o Núcleo de Comunicação Institucional (NCI) do CCSH conversou com Gustavo Parcianello, da Agência de Transferência Tecnológica (Agittec) da UFSM.

Segundo Gustavo, Empresas Juniores são associações sem fins lucrativos, que têm um estatuto próprio. Servem de experiência para a formação empreendedora do aluno. Na prática, é uma empresa normal: tem CNPJ, faturamento, conta bancária e presta serviços à comunidade como qualquer outra empresa privada. As leis que regem são de esfera federal, sendo o Estatuto Interno o que determina o período de gestão de cada Empresa Jr. O papel do professor responsável é o de registrar o projeto e ser o conselheiro técnico, como profissional da área, dando respaldo legal e técnico para a demanda de mercado. Nesse contexto, na UFSM a Agittec presta apoio político e ajuda a viabilizar as ações das empresas.

Para entender melhor o processo de criação de uma Empresa Jr., acesse aqui.

Para iniciar a série, apresentamos a Objetiva Jr, do curso de Administração, empresa mais antiga constituída.

As próximas Empresas Juniores serão Nuvem Jr, Orienta Jr e F5.

Texto: Juan Grings, estudante de jornalismo do Núcleo de Comunicação Institucional (NCI) do CCSH