Ir para o conteúdo Educação Física Ir para o menu Educação Física Ir para a busca no site Educação Física Ir para o rodapé Educação Física
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Ingresso na moradia estudantil da UFSM será por edital a partir deste ano



A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) da UFSM comunica a comunidade acadêmica e demais interessados sobre a mudança no processo de ingresso nas Casas do Estudante Universitário (CEUs), que a partir deste ano acontecerá via edital, atualmente em processo de elaboração.

Desde o início da pandemia de Covid-19, novas entradas na moradia estudantil da UFSM permanecem suspensas, de acordo com a Instrução Normativa 04/2020. Em março de 2020, quem estava na União foi orientado a voltar para casa.

Em anos anteriores, os alunos da UFSM, para ingressar nas Casas do Estudante Universitário, solicitavam cadastro no Benefício Socioeconômico (BSE), pré-requisito para a moradia estudantil, e quando tinham o BSE ativo ou a documentação em análise, entravam na União Universitária, enquanto aguardavam por vaga nos apartamentos das CEUs.

Hoje o cenário é outro. Os mais de 500 ingressos anuais na moradia estudantil registrados em anos anteriores se acumulam por dois anos, além do aumento da procura pela Casa do Estudante. Assim, o número de vagas disponíveis é insuficiente para atender à demanda acumulada desde 2020.

“A procura é sempre grande, e aliado a isso, como tivemos a flexibilização de contrapartidas para permanecer na moradia, alguns estudantes terão o BSE prorrogado e continuarão com direito à vaga ocupada”, afirma a servidora da Prae Rita de Cássia.

O Benefício Socioeconômico continuará como critério de acesso à moradia estudantil, juntamente com o edital de seleção para as CEUs I e II, que está em elaboração e será publicado em breve. A CEU indígena também contará com edital próprio.

Como morar na CEU II – Casa do Estudante

Mais transparência no processo

Segundo a pró-reitora substituta, Angélica Medianeira Iensen, a mudança no processo de ingresso da moradia estudantil da UFSM, além de amenizar a questão da insuficiência de vagas neste momento, visa atender às orientações da Controladoria Geral da União.

“Através desse regramento, haverá mais transparência no processo de ingresso das Casas de Estudante e isso auxiliará no combate à ocupação irregular das vagas. Outro ponto importante é que poderemos oferecer alojamento provisório e moradia de forma responsável e segura para as e os estudantes”, afirma Angélica.

A orientação da Prae é para que os estudantes continuem acompanhando as atualizações publicadas nos portais e redes sociais da Instituição e atentem para essa mudança, visto que não será possível garantir vagas para todos.

Notícia originalmente publicada em: https://ufsm.br/r-1-57851

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-462-1689

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes