Ir para o conteúdo PPGEC Ir para o menu PPGEC Ir para a busca no site PPGEC Ir para o rodapé PPGEC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

GEPETECS – Grupo de Estudo e Pesquisa em Tecnologias Sustentáveis

Linha de pesquisa – Gestão Ambiental e Recursos Hídricos

Líderes do grupo: Marcos Alberto Oss Vaghetti e Elvis Carissimi

 

As repercussões do GPETECS para a comunidade em geral e especialmente para a comunidade técnico-científica vem apoiada em justificativas importantes, que são a social, a ambiental, a econômica e a tecnológica. A justificativa social remete a uma premissa básica e talvez a mais importante, de desenvolver pesquisas para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, colocando em evidência a natureza de solidariedade do ser humano, implantando alternativas que viabilizem o melhor “viver” em sociedade. A justificativa ambiental está em evidência no mundo inteiro, tanto que diversos países já protocolaram algumas intenções, a partir do Tratado de Quioto, para diminuir o “efeito estufa” e com isso melhorar as condições ambientais e de vida em nosso planeta, tais como: reformar os setores de energia e transportes, promover o uso de fontes energéticas renováveis, limitar as emissões de metano no gerenciamento de resíduos e dos sistemas energéticos e proteger florestas e outros sumidouros de carbono. Diante disso, pesquisar buscando propostas que contemplem a utilização dos recursos naturais atentando para a preservação ambiental, constitui-se num viés ecologicamente sustentável. A justificativa econômica têm razão de ser em função do grupo de pesquisa estar permanentemente buscando propostas possíveis de serem implementadas com um baixo custo financeiro devido ao aproveitamento dos recursos naturais disponíveis, ou seja otimizando sempre os projetos para que se tenha um produto final “sustentável”, contrastando com os custos gerados por pesquisas sem essa preocupação ambiental. A justificativa tecnológica também tem um fator importante, pois estudando novos materiais ou sistemas construtivos eficientes do ponto de vista ambiental, está buscando-se outras alternativas para a preservação da natureza, além de ter contribuição para o crescimento intelectual do pesquisador.