Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Informações Sobre o Curso

Trabalhos de Conclusão de Curso e Projetos Experimentais

     Nos Cursos de Comunicação Social – Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas – as atividades de Projetos Experimentais têm recebido ampla atenção do quadro docente, constatando-se a disponibilização das copias dos trabalhos no Gabinete de Leitura dos Cursos de Comunicação Social. A atividade e orientada naqueles termos refletidos na publicação “Projetos Experimentais – Caderno Didático”, a qual comenta aspectos de sua implementação na UFSM e informa sobre aspectos das normas correntes. Este conjunto de atividades e periodicamente apresentado através da edição, desde 1994, dos ANAIS DE PROJETOS EXPERIMENTAIS – FACOS, na qual cada acadêmico apresenta um resumo de seu trabalho. Na atualidade, começa-se a promover a publicação de artigos elaborados por alunos de graduação a partir dos projetos de maior envergadura registrados.

 

Agência de Comunicação Integrada

 A experiência de mais de dez anos de uma agência de comunicação integrada, na atualidade denominada FACOS AGÊNCIA DE COMUNICAÇAO, concretiza as praticas curriculares em atividades executadas exemplarmente para cientes da UFSM, sem ferir o direito a experimentação e a inovação. Os trabalhos executados têm recebido premiações em eventos como EXPOCOM e SET UNIVERSITÁRIO. 
     Um exemplo destas atividades foi o evento “Utopias e Distopias -30 anos de maio de 68”, integralmente realizado pela FACOS Agência de Comunicação e que recebeu distinções de:
     – Melhor evento no Set Universitário, em 1998, em Porto Alegre;
     – Melhor Evento na V Expocom, XXI Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 1998, em Recife, com “Utopias e Distopias”.
     – Menção Honrosa como “campanha institucional” no salão de propaganda de Santa Maria e Região
     – “Prêmio Opinião Pública 98” conferido pelo Conselho Regional de Relações Públicas – 2ª Região(SP-RS). O evento foi editado em um livro de responsabilidade do Departamento de Ciências da Informação e Mestrado de Letras da UFSM.

 

PET – CAPES

   A existência, desde de 1992, do Programa Especial de Treinamento – PET, gerido pela CAPES, possibilitou o fortalecimento do ensino de graduação. Preocupado em aprofundar as atividades habitualmente implementadas
     Pelos encargos didáticos, embasou-se em termos de desdobramentos como praticas de extensão ou de pesquisa, em conformidade ao perfil do acadêmico e aos projetos em desenvolvimento.
Um estudo publicado com recursos da CAPES sob o titulo ” Sociedade, Mídia e Cultura”, registra uma das produções científicas do programa.

Confira o site do PET

 

Feira do Livro

O Curso de Comunicação Social é responsável pela criação e realização da Feira do Livro de Santa Maria, desde sua primeira edição, somando-se já mais de 20 edições. A partir de 2000 a Secretaria de Cultura de Santa Maria somou-se a outros órgãos municipais e à Câmara do Livro na organização do evento, o qual possui uma participação ativa dos docentes do Departamento de Ciências da Informação. Os alunos também participam da feira, desempenhando permanentemente as seguintes atividades:
     – Os alunos de Relações Públicas ocupam-se de diversos aspectos de seu planejamento e acompanhamento das atividades;
     – Os alunos de Jornalismo trabalham na sua divulgação junto aos meios de comunicação locais e regionais, além de produzir e veicular da Rádio Livre durante o evento;
     – Os alunos de Publicidade e Propaganda ocupam-se da produção de suas peças de divulgação e promoção;
     – A maior parte dos alunos de 4º e 6º semestre desenvolvem atividades de pesquisa de opinião pública para contribuir na avaliação do evento.

 

Edição de Periódicos Institucionais e Jornais-Laboratório

  O Curso de Relações Públicas coordena a edição de sete informativos dos Cursos de Comunicação Social e das demais unidades de ensino da UFSM, além de outras peças de comunicação institucional (Informativo CCSH, Informativo CCS, Informativo CCR, jornal-mural, jornal de mesa, etc.), as quais registram-se como importantes veículos para a divulgação das atividades de ensino, pesquisa e extensão, ao mesmo tempo que concretizam as propostas curriculares de graduação, racionalizando os recursos, escassos na universidade pública.
     A existência de um número regular de edições de dois jornais-laboratório, “Fora de Pauta” e “Vida Real”, tem garantido a plena excussão dos objetivos da grade curricular de jornalismo junto à produção de telejornais e vídeo-documentários produzidos e veiculados junto à TV Universitária.

 

Publicação de Livros

A integração entre pesquisa e atividades de graduação deu mostras de sua importância com a publicação dos livros:
     – “O Corpo Semiotizado”, 1993, onde princípios teórico-metodológicos foram aplicados à análise do corpo na publicidade, numa realização coordenada por um docente e executada por acadêmicos de graduação;
     – “Sociedade, Mídia e Cultura”, 1996, contend0o trabalhos de investigação realizados no PET da Faculdade de Comunicação;
     – “Cases de RP. A Prática Acadêmica”, 1997, dão mostras da almejada integração entre ensino e pesquisa na UFSM;
     – “Universidade e Comunicação’, 1998, no qual apresenta-se a produção de quatro trabalhos monográficos de atividades de investigação em nível de graduação;
     – “A Circulação do Corpo na Mídia”,1998;
     – “Utopias & Distopias. 30 anos de maio de 68”, 1999, compilação dos artigos apresentados no evento de mesmo nome;
     – “O Mercado da Cultura em Tempos (pós) modernos”, 2000, correspondente à dissertação de mestrado da Profa. Gisele M. Nussbaumer.
     Os Cursos de Comunicação Social contam com a edição da revista científica “Sociais e Humanas”, editada desde 1972, pelo Centro de Ciências Sociais e Humanas da UFSM, na qual numerosos artigos de seus docentes já foram divulgados e, inclusive, tendo sido sua produção editorial coordenada por docentes do Departamento de Ciências da Informação em duas oportunidades (Prof. Adair C. Peruzzolo de 1992-1996 e a Profa. Ada Cristina M. Silveira na sua organização editorial de 1996).
     Desde 1994, os Cursos de Comunicação Social , através de sua Comissão de Projetos Experimentais, editam os “Anais” com os respectivos resumos desta atividade. Naquele ano, e nos subseqüentes, cerca de 50 resumos ao ano, de cada curso, são divulgados durante a finalização das atividades letivas, com a edição de um volume de Anais de Projetos Experimentais.
     O Departamento possui um produção editorial própria, os “Cadernos de Comunicação”, desde 1996, uma revista científica que conta com três números editados, com uma produção variada na sub-área da comunicação. Já foram publicados artigos de Antonio Fausto Neto, Geraldo Nunes, Milton José Pinto, docentes e acadêmicos veiculados ao Depto. De Ciências da Informação da UFSM.

 

Premiações

 No tema das identidades, destacam-se duas premiações concedidas pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdiciplinares da Comunicação – INTERCOM. No ano de 1994, a Profa. Veneza Mayora Ronsini foi premiada com o prêmio Intercom (melhor dissertação de mestrado) pela dissertação de mestrado “Cotidiano Rural e Recepção da Televisão: O Caso Três Barras” – sob orientação da Profa. Maria Imacollata Lopes (ECA/USP).
     Em 2001, a Profa. Ada Cristina M. Silveira recebeu Menção Honrosa na categoria Estudos Interdisciplinares como melhor Tese de Doutorado, com o trabalho “O espírito da cavalaria e suas representações midiáticas. Intertextualidade, memória e estereótipo na identidade gaúcha”, dirigido pelo Prof. Dr. Lorenso Vilches (UAB-Espanha).
     A integração com o curso de Graduação também pode ser avaliada pela premiação de trabalhos orientados pelos professores do programa:
     – No tema das práticas comunicativas e sociabilidades destacam-se duas premiações concedidas pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – INTERCOM no ano de 1996. A monografiade Elisângela Carlosso Machado (doutoranda ECO-UFRJ) “Visualidade, oralidade e produção de sentido”, orientada pelo Prof. Adair C. Peruzzolo, recebeu o destaque ede primeiro lugar. O projeto de iniciação científica “Identificação e funcionamento dos fluxos de comunicação existentes no Centro de Tecnologia da UFSM realizado pelo aluno Tiago Mainieri de Oliveira (Coordenador de Comunicação Social da UNIJUÍ), foi classificado em primeiro lugar na categoria de Relações Públicas, no Prêmio Pão de Açúcar de Iniciação Científica.
     – Em 1995, o Prêmio Pão de Açúcar de Incentivo à Pesquisa em Comunicação Social, Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, foi cncedido às alunas Alessandra Duarte, Carla Buss e Silvana Conte, com a pesquisa “Adolescente e Sexualidade: um estuda da recepção da publicidade televisiva”, sob orientação da Profa. Veneza Mayora Ronsini.
No campo da comunicação institucional foram obtidos destaques como o Prêmio EXPOCOM em:
     – Categoria Periódicos em RP, a aluna Elisângela Carlosso Machado recebeu Menção Honrosa pelo jornal-mural “Etc & Tal”, orientado pela Profa. Ada Cristina M. da Silveira, em 1995.
     – Categoria Campanha Publicitária com o projeto “Pense, campanha de prevenção à gravidez na adolescência”, em 1996, realizado pelos alunos Giovanni Pereira, Rodrigo Barichello e Fábio Burer, orientados pela Profa. Eugenia Mariano da Rocha Barichello.
     Em 1994 foi concedido o prêmio “Opinião Pública” do Conselho Regional de Relações Públicas à Gisele Nussbaumer e Jocélia Mainardi, com o case “Caixa Preta – Campanha de Nome do Anfiteatro do CAL”.
     Em 1998, foi concedido o prêmio “Opinião Pública” do Conselho Regional de Relações Públicas à Gisele Nussbaumer e Rodrigo Cogo, com o case “Utopias e Distopias – 30 anos de maio de 68”. Em 1998, este mesmo case ganhou o prêmio de “melhor evento” no EXPOCOM 98.
     
Em 2001, o Prêmio Intercom (melhor pesquisa graduação, área de produção editorial), Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, foi concedido à aluna Liliane Dutra Brignol, premiada com o trabalho “Gaúchos: da Prosa ao E-mail”, sob orientação da Profa. Veneza Mayora Ronsini.
     Também em 2001, as alunas Roberta Brandalise, Carolina Berger, Carla Vielmo, Maura Martins e Silvana Dalmasio e o aluno Álvaro Fagundes foram premiados com o documentário “Acordes e Angústia”, sob direção geral da Profa. Veneza Mayora Ronsini no IX Festival de Cine Vídeo de Gramado.
     Ainda em 2001, o Prof. Rondon de Castro obteve os prêmios de Melhor Direção e Melhor Fotografia com o curta-metragem “Quatro Dias”, também no IX Festival de Cine Vídeo de Gramado.