Ir para o conteúdo Revista Arco Ir para o menu Revista Arco Ir para a busca no site Revista Arco Ir para o rodapé Revista Arco
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Produtos inspirados na diversidade de geoparques da região impulsionam desenvolvimento local

Conheça as principais categorias de geoprodutos certificados em Caçapava do Sul e na Quarta Colônia



As principais características de um Geoparque são preservar a memória da terra e utilizá-la de forma sustentável para o desenvolvimento de uma comunidade local. A conservação e valorização de patrimônios geológicos-morfológicos como rochas, minerais, água, solos, relevos, paisagens e fósseis são características dessas áreas. 

 

No centro do Rio Grande do Sul, há dois territórios que apresentam essas marcas singulares: a região da Quarta Colônia e a cidade de Caçapava do Sul. Com apoio da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), por meio da Pró-Reitoria de Extensão (PRE), ambos estão em processo de certificação pela Unesco para se tornarem Geoparques mundiais.

Descrição da imagem: colagem horizontal e colorida de vários elementos sobre um fundo verde musgo com textura de grama sintética. Na parte esquerda superior, há três facas com formatos de dinossauro. Ao lado, dois amigurumis de dinossauro, nas cores creme e azul claro. Ao lado, um kit escavação composto por uma ecobag com desenho de dino e um martelinho e espátula. Abaixo, da esquerda para a direita: quatro frascos de mel, um biscoito redondo com decoração de bicho-preguiça, quatro artesanatos com crochê em formato de cactus, dois frascos de azeite de oliva e três queijos amarelos.

Nesses locais, a comunidade encontra na riqueza natural oportunidades de geração de renda, que contribuem para o avanço econômico e social da região de forma sustentável. Ganham força a produção e a comercialização de geoprodutos que carregam a identidade dos lugares.

Geoprodutos: são materiais desenvolvidos, fabricados ou manufaturados na região de geoparques. Os produtos são inspirados na geodiversidade local ao utilizarem matéria-prima do lugar, modos de produção tradicionais, ou ainda em suas formas, rótulos ou embalagens.

A estratégia de criação de produtos para difusão e valorização da cultura é uma tendência dos geoparques pelo mundo todo. Em Caçapava do Sul e na Quarta Colônia, as iniciativas passam por uma certificação e, a partir disso, cria-se uma rede de parceiros que podem trocar informações e experiências sobre a produção. 

 

A chefe da subdivisão de Geoparques da PRE, Patrícia de Freitas Ferreira, explica que os geoparques buscam fornecer capacitações para garantir a qualidade e a originalidade dos geoprodutos certificados. “Acreditamos que a criação e fortalecimento da rede de parceiros, o incentivo à criação de geoprodutos e a certificação deles são ações que corroboram para melhorias dos níveis de trabalho e renda da população local”, ressalta.

 

A Revista Arco listou quatro categorias de geoprodutos que podem ser encontrados na região. Conheça a seguir alguns dos itens (a lista completa pode ser conferida nos sites do Geoparque Quarta Colônia e Geoparque Caçapava).

Artesanato

Na arte, o que se destaca é a criatividade:

  1. Boneco confeccionado com técnica de amigurumi que representa a preguiça gigante, inspirada em fósseis encontrados no município de Caçapava do Sul;

  2. Kit escavação com ferramentas que remetem ao encontro de fósseis de dinossauros encontrados na Quarta Colônia;

  3. Jogo da memória com a temática de dinossauros;

  4. Boneco confeccionado com técnica de amigurumi que representa dinossauros, inspirada em fósseis encontrados na Quarta Colônia;

  5. Pequenos enfeites com formato de cactos nativos da região, planta típica de Caçapava do Sul.

 

Alimentos

Na gastronomia, as opções são variadas: 

  1. Bolacha com desenho da preguiça gigante, inspirada em fósseis encontrados no município de Caçapava do Sul;

  2. Docinho de pinhão, semente da araucária – árvore típica do Sul e da região da Quarta Colônia;

  3. Mel cultivado na região da Quarta Colônia;

  4. Queijo colonial com leite produzido em pequena propriedade rural e técnicas tradicionais;

  5. Azeite de oliva produzido em Caçapava do Sul, cidade conhecida como berço da olivicultura brasileira por ter clima e solo propício para a produção;

  6. Bolo com desenho de cactos nativos da região, planta típica de Caçapava do Sul.

Bebidas

  1. Vinho colonial, produzido de forma artesanal com uvas típicas da região de colonização italiana;

  2. Cachaça produzida com receita que resgata tradição familiar e a partir de canaviais cultivados em terras dos descendentes italianos na Quarta Colônia.

Cutelaria

Facas inspiradas em fósseis de dinossauros encontrados na região da Quarta Colônia.

 

Expediente:

Reportagem: Caroline de Souza, acadêmica de Jornalismo e voluntária;

Design gráfico: Noam Wurzel, acadêmico de Desenho Industrial e bolsista;

Mídia social: Eloíze Moraes, acadêmica de Jornalismo e bolsista; Gabriel Escobar, acadêmico de Jornalismo e bolsista; e Nathália Brum, acadêmica de Jornalismo e estagiária;

Edição de Produção: Samara Wobeto, acadêmica de Jornalismo e bolsista;

Edição geral: Luciane Treulieb, jornalista.

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-601-9550

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes