Ir para o conteúdo Íntegra Ir para o menu Íntegra Ir para a busca no site Íntegra Ir para o rodapé Íntegra
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

MovimentAção

O projeto de ensino MovimentAção: comunicação para a formação profissional e cidadã por meio da Agência Íntegra tem como objetivo promover a integração de estudantes e docentes dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria – campus Frederico Westphalen, por meio da articulação de ações e projetos, de modo multi e interdisciplinar, a partir do alinhamento a temáticas sociais relevantes, sob a gestão estratégica da Íntegra – Agência Experimental de Comunicação. O projeto visa fomentar a cultura de integração entre os cursos, disciplinas, docentes e discentes, contribuindo para a qualificação do ensino de graduação.

Temos por objetivo geral promover a integração de estudantes e docentes dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria – campus Frederico Westphalen, por meio da articulação de ações e projetos de ensino, pesquisa e extensão, desenvolvidos anualmente de modo multi e interdisciplinar a partir do alinhamento a temáticas sociais relevantes.

Para isso, elenca-se os seguintes objetivos específicos:

1. Implementar uma lógica processual de atividades para a Íntegra, proporcionando aos monitores da agência uma experiência de gestão e atuação integrada na área da comunicação; 

2. Articular ações e projetos de ensino, pesquisa e extensão, multi e interdisciplinares, entre os cursos, alinhados à temática selecionada; 

3. Promover a cultura de integração entre os cursos, disciplinas, projetos, docentes e estudantes; 

4. Estimular práticas de ensino e extensão inovadoras na área da comunicação; 

5. Articular parcerias com agentes externos, como organizações do terceiro setor, poder público, setor empresarial e veículos de imprensa, como forma de estimular o diálogo entre a Universidade e a comunidade regional; 

6. Contribuir, sempre que possível, com projetos de caráter institucional, levando em consideração a Política de Comunicação da Universidade e os desafios definidos pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFSM; 

7. Dar visibilidade às ações e projetos integrados desenvolvidos pelos estudantes e docentes do Decom, por meio de ações de divulgação junto a mídias locais e regionais, mídias sociais e a própria comunicação institucional da UFSM; 

8. Avaliar, anualmente, as atividades desenvolvidas, buscando a qualificação do proje

A proposta se alinha a uma perspectiva educacional moderna, a qual caracteriza uma “[…] tendência conciliatória, que procura unir a ênfase do conteúdo sistemático da visão clássica com o caráter libertário da escola humanista” (GIL, 2013, p. 26). Desse modo, o projeto não está apenas focado na abordagem clássica (na qual a ênfase está no professor e no ensino), nem exclusivamente na humanista (em que a centralidade está no aluno e na aprendizagem). Segundo Gil (2013), dentre os valores nos quais a perspectiva moderna baseia-se estão: adequação entre as necessidades dos alunos e os valores sociais, participação, responsabilidade, criatividade, orientação para a solução de problemas e ênfase no processo ensino-aprendizagem. Princípios que também embasam o MovimentAção. Ensino e aprendizagem são noções relacionadas, mas ensinar associa-se a conceitos como instruir, orientar, comunicar, mostrar, guiar, dirigir, enquanto aprender refere-se a descobrir, mudar atitude ou comportamento, adquirir conhecimento ou habilidade, adaptar-se (GIL, 2013; MASETTO, 2003).

O projeto contempla uma mescla entre ensino e aprendizagem, pois não exclui a ação direcionadora e instrutiva do professor, mas agrega ações voltadas para a aprendizagem por parte dos alunos, por meio do envolvimento com atividades práticas e temáticas relevantes. Dessa forma, o projeto representa uma oportunidade de qualificar o ensino dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas por meio de atividades práticas integradas, qualificando as produções dos acadêmicos e ampliando a capacidade de inovação, ao passo que passam a atuar focados em uma temática específica. Ainda, viabiliza que os cursos estejam alinhados à Política de Comunicação da UFSM, que prevê as unidades de produção pedagógica como parte da governança de comunicação da Universidade. Esse alinhamento também vai contribuir para visibilizar, interna e externamente, as atividades desenvolvidas nos cursos, o que pode auxiliar na ampliação da procura pela área e na prevenção da evasão discente.

Para que isso se efetive, a interação entre docentes, discentes, demais setores da Universidade e sociedade é peça-chave. Segundo Masetto (2003), a interação é parte essencial do processo de aprendizagem. O autor considera relevante que o docente esteja em contato com colegas que atuam ou já atuaram na mesma disciplina, para que possam identificar necessidades e melhores estratégias para a adequada formação profissional. Assim, o professor continua na coordenação da aula, mas considera para a sua atuação a experiência e as contribuições do grupo. Também, é ideal que os professores das diversas disciplinas de um mesmo semestre – bem como de semestres posteriores e anteriores – possam articular formas de integrá-las, por exemplo, por meio que projetos ou estudos de caso envolvendo várias cadeiras, como estratégia para facilitar e promover a aprendizagem. Com esse mesmo propósito, há ainda que se destacar o processo interativo entre os alunos, possível por meio de atividades planejadas e realizadas em grupos, nas quais possam trabalhar juntos e alcançar determinados objetivos. (MASETTO, 2003).

A atuação integrada de professores e alunos – por meio de ações e projetos relacionados a um tema, como aqui proposto – pode interferir diretamente na aprendizagem e na formação de profissionais qualificados, aptos a compreender e intervir na sua realidade. “A forma de apresentar e tratar um conteúdo ou tema é o que de fato ajuda o aprendiz a coletar informações, relacioná-las, organizá-las, manipulá-las, discuti-las e debatê-las com seus colegas, com o professor, e com outras pessoas (interaprendizagem), até chegar a produzir um conhecimento que seja significativo para o aprendiz, conhecimento que se incorpore ao seu mundo intelectual e vivencial e o ajude a compreender sua realidade humana e social, e mesmo a interferir nela”. (MASETTO, 2003, p. 48-49) Nessa linha, a proposta justifica-se também por pautar temas socialmente relevantes, aproximando a Universidade do seu entorno. Com isso, estimula a formação de profissionais de comunicação com uma postura ética e reflexiva, tão necessários no mercado e na sociedade. A proposta está ancorada nas noções da cidadania, da comunicação pública, da mobilização social e das dinâmicas de solidariedade que marcam a sociedade contemporânea. Nesse sentido, também abarca um amplo leque de possibilidades de atuação, que vão desde a criação de produtos e planos estratégicos de comunicação visando o fortalecimento e engajamento da sociedade civil até a construção colaborativa de parcerias visando a sensibilização de atores locais acerca de temáticas sociais relevantes.

1. Qualificar o ensino de graduação nos cursos de Jornalismo e Relações Públicas; 

2. Dar visibilidade aos cursos, contribuindo para o aumento da procura e preenchimento de vagas; 

3. Maior aproximação com a comunidade local e regional, bem como com a própria UFSM (sede e demais campi); 

4. Ampliar e democratizar o acesso à Integra; 

5. Criar uma cultura de integração entre docentes e discentes dos cursos; 

6. Promover a motivação dos alunos e interesse pela participação em projetos, colaborando com a prevenção da evasão.

Últimas notícias sobre o projeto
Cursos de Relações Públicas e Jornalismo da UFSM/FW provem 4ª edição do evento Consciência Ambiental
O evento ocorre nos dias 09 e 16 de dezembro, pelo canal no youtube da…
ACOMPANHE AO VIVO: 1º Encontro de Práticas e Pesquisas Comunicacionais Antirracistas
O 1º Encontro de Práticas e Pesquisas Comunicacionais Antirracistas ocorre entre os dias 10 a…
Especial COVID-19: Fake News
Estes podcasts fazem parte da Série Cenários das Políticas Públicas – Especial Coronavírus. Nestes episódios,…
Represente sua Voz: Sustentabilidade
Em alusão ao mês de setembro, onde se é comemorado datas importantes em relação ao…
Professora explica o porque não devemos parar de ver notícias
Em live a professora Alice Panvanello, docente no curso de Jornalismo na Universidade Federal de…