Ir para o conteúdo Jardim Botânico Ir para o menu Jardim Botânico Ir para a busca no site Jardim Botânico Ir para o rodapé Jardim Botânico
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Herbário SMDB

Sobre o Herbário SMDB

Aqui você encontra informações gerais, bem como outras formas de agendar a sua visita e esclarecer eventuais dúvidas sobre o funcionamento.

O Herbário SMDB (Santa Maria – Departamento de Biologia) localiza-se no prédio 21, último prédio dos básicos, na sala 5231.

Nossos canais de comunicação são pelos telefones (55) 3220.8627, ou através do  e-mail: herbsmdb@gmail.com  e facebook.

Equipe:
Curadora: Profa. Dra. Liliana Essi.        
Técnicas  administrativas em educação: Benardete Panno  e  Tania Maria B. Viana

Horário de funcionamento externo:  Segunda-feira a sexta-feira:  8h30 até  12h, e  13h30 até  17h. Na sexta-feira somente será no turno da manhã.  A  tarde o expediente será interno.

Observação: visitações suspensas por tempo indeterminado, em função da pandemia. 

Objetivo geral

Receber, tombar, armazenar e conservar materiais coletados, identificados como plantas (inclusive algas) ou fungos, na forma de exsicatas representativas de seu hábito, acompanhadas das respectivas estruturas reprodutivas, e também algas e fungos, desidratados ou em meio líquido; propiciando dessa forma, a documentação da flora brasileira, o fornecimento de bases para identificação das plantas, documentação e geração de dados para a pesquisa científica e suporte didático às disciplinas de botânica.

Missão

Manter amostras de plantas (inclusive algas) e fungos, conservadas através de técnicas apropriadas, armazenadas em uma coleção permanente com seus dados de coleta fixos aos exemplares, com tombamento manual e digital; devendo estar corretamente identificadas, e disponíveis à consulta pela comunidade científica e estudiosos em geral.

Consulta no SpeciesLink

O acervo do herbário SMDB abrange principalmente exemplares de Angiospermas do Estado do Rio Grande do Sul, incluindo também Briófitas, Licófitas, Samambaias, Gimnospermas, Fungos e Algas, num total de 14.460 espécimens representativos da flora da Depressão Central.