Ir para o conteúdo PPGA Ir para o menu PPGA Ir para a busca no site PPGA Ir para o rodapé PPGA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Versão para celular do modelo PhenoGlad já está em fase de teste



Imagem 1 2 300x169

Equipe PhenoGlad se reuniu na última sexta (14/07/2017)     

na UFSM, onde foram definidos os últimos detalhes do

protótipo da versão para celular do modelo.

Agricultores e extensionistas do Rio Grande do Sul em breve terão o modelo PhenoGlad em seus celulares. Esta é a novidade que a equipe PhenoGlad está preparando para os usuários gaúchos. Com opções aplicadas às necessidades de campo, a primeira versão do aplicativo, ainda em fase de teste, foi apresentada na reunião semanal da equipe realizada na última sexta-feira (14/07) na UFSM, em Santa Maria. Por enquanto a versão está em uso apenas internamente, pois necessita de vários testes antes de ser lançada ao público.

O aplicativo vai possibilitar ao usuário de qualquer município do Rio Grande do Sul obter a data mais apropriada de plantio para ter a flor pronta para a data de comercialização desejada pelo consumidor, como por exemplo para decoração de uma festa, para presentear alguém no dia do aniversário, além das datas tradicionais em que o gladíolo é mais procurado, como o Feriado de Finados, o Dia das Mães e o Dia dos Namorados. Além desta opção de prever a data de comercialização, o usuário poderá fornecer a data de plantio dos cormos (ou bulbos) na lavoura e o aplicativo fornecerá a data em que as hastes ficarão prontas para a comercialização. Para melhorar a performance das previsões, o usuário poderá optar por uma das fases do fenômeno ENOS (El Niño-Oscilação Sul), pois as fases do ENOS influenciam o ciclo de desenvolvimento do gladíolo no estado do RS. O aplicativo também informa ao usuário se o frio pode impedir de ter o gladíolo para a data informada, o que pode ocorrer nos municípios localizados nas regiões mais frias do RS, como a Serra Gaúcha, os Campos de Cima da Serra e o Escudo Sul-Rio-Grandense (região de Caçapava do Sul). Importante destacar que esta primeira versão para celular apenas contemplará os municípios do Rio Grande do Sul.

Imagem 2 1 169x300

PhenoGlad na palma da mão: a versão para celular do modelo

terá funcionalidades de interesse prático ao produtor de gladíolo.

Desenvolvido pelos integrantes da equipe PhenoGlad da UFSM, as estudantes de doutorado da UFSM Camila Coelho Becker e Lilian Osmari Uhlmann foram responsáveis pela regionalização dos municípios gaúchos enquanto o desenvolvimento do aplicativo para o ambiente de celular foi realizado pelo Bacharel em Ciência da Computação Rômulo Pulcinelli Benedetti e o estudante de Ciência da Computação Lucas Ferreira da Silva, sob a supervisão da Professora Andrea Schwertner Charão, do Departamento de Linguagens e Sistemas de Computação do Centro de Tecnologia da UFSM. Além destes e outros integrantes da equipe PhenoGlad, o desenvolvimento deste aplicativo também teve auxilio de alunos e professores do Setor de Agrometeorologia e do Setor de Floricultura do Departamento de Fitotecnia da UFSM.

A equipe PhenoGlad vem trabalhando no desenvolvimento do aplicativo para celular desde abril deste ano. Segundo Rômulo Pulcinelli Benedetti, “durante a última reunião da equipe, foi concluída a organização e correção dos dados utilizados para construir o banco de dados de simulações, relação de municípios e faixa de datas propensa a danos para a cultura que serão utilizados no software (planilhas, e arquivos de texto)”. “Também discutimos detalhes da interface do protótipo (padronização, correções e melhorias visuais)”, complementa Rômulo. Segundo Lucas Ferreira da Silva, “o PhenoGlad para celulares trará consigo diversas funcionalidades para o acompanhamento do cultivo de gladíolo, possibilitando a simulação dos estágios da cultivar, desde a data do plantio dos cormos até a data de comercialização da flor, sendo essa uma das principais funcionalidades do aplicativo, pois a partir dessa simulação o produtor poderá realizar um bom planejamento para o cultivo da planta, possibilitando uma redução dos possíveis prejuízos causados pelas intempéries do clima bem como uma melhoria significativa na qualidade dos floretes que serão comercializados”.

Uma preocupação da equipe PhenoGlad é garantir que o usuário possa usar o aplicativo na própria lavoura e sem a necessidade de ter linha de internet, pois em muitos locais do interior dos municípios gaúchos não tem sinal da operadora de celular. “Desde cedo sabíamos que o aplicativo deveria funcionar para superar limitações do uso em campo como ausência da conexão, e sabíamos que processar manualmente estas informações seria inviável, por isso pequenos programas, scripts, foram criados para realizar as simulações e extrair os dados automaticamente dos resultados e das tabelas” destaca Rômulo. “O próximo passo será fazer alguns ajustes ainda na organização final destes dados e adaptar o protótipo para extrair estes resultados dessa nova organização”, explica. “Se as especificações atingiram as expectativas ou não, é uma etapa que pode se repetir algumas vezes até o software ser dado como pronto”, conclui Romulo.

O lançamento da versão do PhenoGlad para celular será em conjunto com a Emater/RS-Ascar, que tem sido a grande parceira da equipe PhenoGlad na divulgação da cultura do gladíolo como alternativa ao pequeno agricultor familiar no Rio Grande do Sul.

 

 

Por: Equipe PhenoGlad


Publicações Recentes