Ir para o conteúdo Corpus Ir para o menu Corpus Ir para a busca no site Corpus Ir para o rodapé Corpus
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Eni Orlandi profere Aula Inaugural do Laboratório Corpus



Para a aula Inaugural do Laboratório Corpus, que aconteceu no dia 17 de setembro, o Laboratório Corpus trouxe Eni Orlandi, consagrada pesquisadora na área de Estudos da Linguagem, notadamente nos estudos do discurso, intelectual respeitada em diversas áreas das Ciências Humanas, com vasta publicação nacional e internacional. A conferencista é também referência do Laboratório de Estudos Urbanos da Unicamp, professora e coordenadora do Mestrado em Linguagem e Sociedade da Universidade do Vale do Sapucaí, pesquisadora 1A do CNPq nas áreas de Análise de Discurso e de História das Idéias Linguísticas no Brasil. Orlandi chegou no domingo, 16, e participou de um almoço de trabalho em Vale Vêneto, seguido de uma conversa com pesquisadores e doutorandos do PPGL. Nesta oportunidade foram discutidas questões pertinentes à Análise de Discurso e à História das Idéias Linguísticas.   Em sua conferência, no dia 17, intitulada “Sentidos em Fuga: efeitos da polissemia e do silêncio”, a referida analista de discurso dirigiu-se a um público de mais de 120 pessoas, entre elas, professores, pesquisadores e acadêmicos que se interessam pelo tema. A mesa de abertura dos trabalhos foi composta pelo reitor da UFSM, Prof. Dr. Felipe Müller, pelo diretor do CAL – Centro de Artes e Letras -, Prof. Dr. Pedro Brum Santos, e pela Coordenadora Geral do Laboratório Corpus, Profª Dr. Amanda E. Scherer. Ainda estiveram presentes: os pró-reitores Hélio Leães Hey (Pós-Graduação e Pesquisa) e João Rodolpho do Amaral Flores (Extensão), a coordenadora do PPGL – Programa de Pós-Graduação em Letras, Profª Dr. Marcia Cristina Corrêa, a Chefe do Departamento de Linguística e Letras Clássicas, Profª. Dr. Evellyne Patrícia Figueiredo de Sousa, a reitora da UNICRUZ, Profª. Dr. Elizabeth Dorneles, a pesquisadora líder do grupo de Linguística e Estudos da Linguagem, da UPF, Profª. Dr. Carme Regina Schons. O Prof. Dr. Pedro Brum Santos, pesquisador do Laboratório Corpus desde a sua fundação, enalteceu o trabalho extremamente produtivo dos integrantes do Laboratório , destacou o reconhecimento do CAL aos projetos e fez saudação especial à Profª. Dr. Eni Orlandi. O reitor Felipe Müller destacou que, em recente audiência com a coordenação do Laboratório Corpus, autorizou os pleitos iniciais do mesmo para a implantação do Centro de Documentação e Memória, dando seu apoio aos projetos desenvolvidos pelo Laboratório. Na abertura do evento, em suas considerações, a profª Verli Petri, professora do programa e pesquisadora do Laboratório, cujo pós-doutoramento esteve sob a supervisão de Orlandi, destacou a relevância da presença desta autoridade – pela sua produção intelectual, pelo seu percurso acadêmico e pela sua trajetória de vida – no cenário dos Estudos Linguísticos no país e no exterior, especialmente, na pesquisa e produção científica que vem sendo desenvolvido pelos integrantes do Laboratório Corpus, do PPGL. A Aula Inaugural teve início às 8h e 30 min, na sala 218, no segundo andar da Reitoria, no campus da UFSM. Na sequência da programação, às 11h e 30min, a pesquisadora convidada visitou a Associação Cuica, parceira de longa data do Laboratório Corpus, onde assistiu a uma apresentação do grupo de percussão formado por crianças e adolescentes, coordenado por José Everton Rozzini. Neste momento, Eni Orlandi teve a oportunidade de conhecer a entidade, ter contato com os participantes e com os projetos ali desenvolvidos. A pesquisadora mostrou-se encantada com a atuação social e com o entusiasmo dos “pequenos” com os quais conversou descontraidamente. Para a aula Inaugural do Laboratório Corpus, que aconteceu no dia 17 de setembro, o Laboratório Corpus trouxe Eni Orlandi, consagrada pesquisadora na área de Estudos da Linguagem, notadamente nos estudos do discurso, intelectual respeitada em diversas áreas das Ciências Humanas, com vasta publicação nacional e internacional. A conferencista é também referência do Laboratório de Estudos Urbanos da Unicamp, professora e coordenadora do Mestrado em Linguagem e Sociedade da Universidade do Vale do Sapucaí, pesquisadora 1A do CNPq nas áreas de Análise de Discurso e de História das Idéias Linguísticas no Brasil. Orlandi chegou no domingo, 16, e participou de um almoço de trabalho em Vale Vêneto, seguido de uma conversa com pesquisadores e doutorandos do PPGL. Nesta oportunidade foram discutidas questões pertinentes à Análise de Discurso e à História das Idéias Linguísticas.   Em sua conferência, no dia 17, intitulada “Sentidos em Fuga: efeitos da polissemia e do silêncio”, a referida analista de discurso dirigiu-se a um público de mais de 120 pessoas, entre elas, professores, pesquisadores e acadêmicos que se interessam pelo tema. A mesa de abertura dos trabalhos foi composta pelo reitor da UFSM, Prof. Dr. Felipe Müller, pelo diretor do CAL – Centro de Artes e Letras -, Prof. Dr. Pedro Brum Santos, e pela Coordenadora Geral do Laboratório Corpus, Profª Dr. Amanda E. Scherer. Ainda estiveram presentes: os pró-reitores Hélio Leães Hey (Pós-Graduação e Pesquisa) e João Rodolpho do Amaral Flores (Extensão), a coordenadora do PPGL – Programa de Pós-Graduação em Letras, Profª Dr. Marcia Cristina Corrêa, a Chefe do Departamento de Linguística e Letras Clássicas, Profª. Dr. Evellyne Patrícia Figueiredo de Sousa, a reitora da UNICRUZ, Profª. Dr. Elizabeth Dorneles, a pesquisadora líder do grupo de Linguística e Estudos da Linguagem, da UPF, Profª. Dr. Carme Regina Schons. O Prof. Dr. Pedro Brum Santos, pesquisador do Laboratório Corpus desde a sua fundação, enalteceu o trabalho extremamente produtivo dos integrantes do Laboratório , destacou o reconhecimento do CAL aos projetos e fez saudação especial à Profª. Dr. Eni Orlandi. O reitor Felipe Müller destacou que, em recente audiência com a coordenação do Laboratório Corpus, autorizou os pleitos iniciais do mesmo para a implantação do Centro de Documentação e Memória, dando seu apoio aos projetos desenvolvidos pelo Laboratório. Na abertura do evento, em suas considerações, a profª Verli Petri, professora do programa e pesquisadora do Laboratório, cujo pós-doutoramento esteve sob a supervisão de Orlandi, destacou a relevância da presença desta autoridade – pela sua produção intelectual, pelo seu percurso acadêmico e pela sua trajetória de vida – no cenário dos Estudos Linguísticos no país e no exterior, especialmente, na pesquisa e produção científica que vem sendo desenvolvido pelos integrantes do Laboratório Corpus, do PPGL. A Aula Inaugural teve início às 8h e 30 min, na sala 218, no segundo andar da Reitoria, no campus da UFSM. Na sequência da programação, às 11h e 30min, a pesquisadora convidada visitou a Associação Cuica, parceira de longa data do Laboratório Corpus, onde assistiu a uma apresentação do grupo de percussão formado por crianças e adolescentes, coordenado por José Everton Rozzini. Neste momento, Eni Orlandi teve a oportunidade de conhecer a entidade, ter contato com os participantes e com os projetos ali desenvolvidos. A pesquisadora mostrou-se encantada com a atuação social e com o entusiasmo dos “pequenos” com os quais conversou descontraidamente.

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes