Ir para o conteúdo PET Sistemas de Informação Ir para o menu PET Sistemas de Informação Ir para a busca no site PET Sistemas de Informação Ir para o rodapé PET Sistemas de Informação
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

ChatGPT



Opa, como vocês estão??? Espero que estejam bem! Nesta edição do PET Redação, trago a vocês um dos assuntos mais comentados na internet nos últimos meses: a nova plataforma de IA (Inteligência artificial) conhecida como Chat GPT (Generative Pré-Trained Transformer). A ferramenta foi criada pela empresa OpenAI, uma organização de pesquisa em inteligência artificial, com o objetivo de desenvolver um modelo de linguagem avançado capaz de conversar com humanos de maneira natural.  

O treinamento do chat envolveu a análise de grandes quantidades de dados linguísticos como livros, artigos, páginas da web e conversas humanas para que fosse possível aprender a reconhecer padrões e estruturas de linguagem. Para treinar habilidades de conversação, o programa interage com humanos por meio de um processo chamado “aprendizado por reforço”, isso significa que ele recebe feedback das pessoas com quem fala e ajusta suas respostas com base nas melhores práticas. Com o tempo, ele foi capaz de melhorar sua capacidade de compreender e gerar linguagem natural. Até obter os modelos responsivos que você vê hoje.

O porquê do surgimento?

Criado para ser uma ferramenta útil para as pessoas em seu dia a dia, a capacidade de compreender e gerar linguagem natural permite que o ChatGPT converse com humanos e os ajude a encontrar respostas para perguntas, fornecer informações úteis e até fornecer suporte emocional em alguns casos.

Além disso, a invenção tem implicações mais amplas para os campos de pesquisa de inteligência artificial e linguística computacional. Ao desenvolver modelos avançados de linguagem como o GPT Chat, os pesquisadores podem aprender mais sobre como a linguagem funciona e como podemos ensinar as máquinas a entendê-la e usá-la com mais eficiência.

O Impacto futuro

Em uma conversa em sala de aula com alguns estudantes da área de computação da UFSM foi perguntado sobre o uso do chat GPT e os possíveis problemas para a vida acadêmica e profissional. 

A maioria dos alunos concordou que atualmente com o chat GPT a disposição, as escolas e universidades terão mais dificuldades em reconhecer possíveis plágios por parte dos alunos, visto que ele usa uma linguagem muito informal que se assemelha muito com a escrita de um ser humano. Outro ponto discutido foi a futura dependência dos alunos e profissionais em relação a ferramenta, pois embora a Google seja uma ferramenta de pesquisa muito eficaz, ainda é de certa forma mais trabalhosa e rudimentar: muitas vezes exigindo que o usuário saiba otimizar suas palavras para uma pesquisa mais definitiva, enquanto o Chat GPT já entrega as respostas de maneira conveniente sem que o usuário necessite utilizar de sinônimos ou precise clicar em mais de 2 ou 3 links.

 

Possíveis formas de se ver um texto foi feito pelo chat GPT  

Uma das formas mais eficazes de reconhecer se um texto é renderizado pela ferramenta foi explicada pelo próprio Chat: ele sempre irá produzir textos coerentes, com frases bem estruturadas e com nenhum erro gramatical. Além disso, ele também é capaz de produzir textos de diferentes estilos e gêneros, desde conversas informais até textos mais formais e técnicos. Porém nem sempre é possível saber se um texto foi gerado pela ferramenta, afinal quanto mais curto for o texto mais difícil fica de ser identificado. 

A própria OpenAI está trabalhando no desenvolvimento de um software que auxilia a identificar se textos e projetos foram escritos ou não pelo Chat. Ele ainda está em fase experimental e não possui quase nenhuma confiabilidade: em alguns testes, textos que foram escritos anteriormente a criação da Inteligência são ditas como criadas pela mesma.

Como utilizar o Chat GPT?

1° Passo – Abra seu navegador de internet.

 

 

 

 

 

 

 

2° Passo – Na página de busca escreva o seguinte link: 

https://chat.openai.com/auth/login 

Logo, você será redirecionar para a página do chat;

3° Passo – Criar sua conta. Você pode criar uma conta ou usar o seu e-mail.

 

4° Passo – Acessar e fazer suas perguntas e dúvidas. Mas lembre-se: esta é uma plataforma que ainda está aprendendo e se desenvolvendo. É possível que ocorram alguns erros e bugs. 

 

Dica: Peça para o chat falar em português caso você não domine bem o inglês pois essa é a língua nativa dele.

 

Conclusão

Então é isso pessoal! Esta foi a nossa redação sobre Chat GPT. Lembrando que todo conteúdo deste artigo foi resumido e compilado a partir dos links encontrados na referência. O PET-SI espera que todo conteúdo compilado tenha sido de alguma forma útil e ajude nos trabalhos futuros!! Até a próxima 🙂.

 

Referências:

Página oficial da OpenAI sobre o ChatGPT: https://openai.com/chat-demos/

Artigo na Wikipedia sobre modelos de linguagem: https://en.wikipedia.org/wiki/Language_model

Artigo na Wikipedia sobre o GPT (Generative Pre-trained Transformer) – a 

Arquitetura usada para treinar o ChatGPT: https://en.wikipedia.org/wiki/Generative_Pre-trained_Transformer

 

Autor: Winglisson M. Gonçalves

Data: 13/03/2023

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-791-3361

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes