Ir para o conteúdo CCSH Ir para o menu CCSH Ir para a busca no site CCSH Ir para o rodapé CCSH
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Inauguração do painel artístico da Biblioteca Setorial será dia 8



Na tarde do dia 8 de março, às 17h30min, será inaugurado o painel artístico pintado na Biblioteca Setorial do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) da UFSM, local onde também será realizado o evento. A escolha da data não foi aleatória, já que se trata do Dia Internacional da Mulher e coincide com a volta às aulas, integrando a programação da Semana da Calourada.

Em agosto de 2017, foi lançado edital para escolha da obra, com o intuito de dar visibilidade às ações das mulheres nas ciências e na sociedade e promover o empoderamento feminino considerando os recortes interseccionais de raça/etnia, classe social e geracional, de forma a reconstruir as lutas e conquistas das mulheres.

A comissão formada por sete integrantes teve a missão de escolher entre cinco obras inscritas. O processo licitatório durou aproximadamente dois meses, entre as fases de lançamento e divulgação do resultado final, contando o prazo de recurso. As cinco propostas inscritas foram habilitadas e classificadas. A obra selecionada em primeiro lugar foi “Fortalecendo o que nos Pertence”, de autoria de Andressa Querubini e Douglas Medeiros. Andressa é acadêmica do curso de Artes Visuais Licenciatura Plena em Artes Visuais da UFSM e Douglas é Bacharel em Artes Visuais em Desenho e Plástica pela mesma instituição. Ambos trabalham juntos desde 2013, executando processos artísticos de diferentes linguagens como escultura, desenho, pintura e fotografia.

O painel artístico mostra uma mesa composta por diferentes mulheres, levando a uma multiplicidade de corpos, etnias, com necessidades diferentes em conferência, dialogando com o espaço da biblioteca, com cores da sua arquitetura e trabalhando com a hibridação de linguagens. Ainda, espalhadas pela mesa, existem fotografias de mulheres que obtiveram destaque nas mais diversas áreas de atuação. Nas palavras de Andressa Querubini, a escolha das mulheres aconteceu de diferentes modos: “[…] algumas são muito importantes na minha formação pessoal, outras imagens foram um convite que eu fiz à mulheres que convivem comigo e também de pesquisas que eu e o Douglas fizemos. Foi muito interessante o tema pois a cada pesquisa descobrimos que em todas as áreas da sociedade não foram poucas as mulheres que transformaram o nosso cotidiano, mas o que nos falta ainda é revelar estas figuras para serem conhecidas, estudadas, respeitadas”. Do total de 50 nomes que integram o painel, alguns exemplos são Bertha Lutz, Chiquinha Gonzaga, Cora Coralina, Maria da Penha, Nise da Silveira, Eliane Potiguara, Amara Moira e Hedy Lamarr.

Além da inauguração do painel, outras atividades artísticas estão programadas, como a exposição fotográfica “As Guardiãs de Ibarama”, de Bibiana Silveira, que retrata a força e a importância de agricultoras da região central do Rio Grande do Sul, e a exposição de esculturas “Feito Catedrais”, da artista visual Rosângela Passos, com rostos que mostram labirintos edificados sobre reminiscências, passagens, dualidade, lembranças, vida.

O painel já está disponível para visitação na Biblioteca Setorial do CCSH, no prédio 74D, localizado atrás do Planetário, no Campus de Camobi. A cerimônia de inauguração será aberta à comunidade.

DSC 1068 Easy Resize.jpg

Painel artístico “Fortalecendo o que nos Pertence”

 

DSC 1025 Easy Resize.jpg

Andressa Querubini (autora da obra)


Publicações Recentes