Ir para o conteúdo Direito Ir para o menu Direito Ir para a busca no site Direito Ir para o rodapé Direito
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Alunos da UFSM representaram o Brasil na maior Competição de Direito do mundo



Durante as duas primeiras semanas de Abril, em Washington, DC (EUA), dois alunos de Direito da UFSM, Geanluca Lorenzon e Pedro Sassi, representaram a República Federal do Brasil no Philip C. Jessup International Law Moot Competition – considerada a maior e mais prestigiada competição de Direito do planeta.

                Os alunos ganharam o direito de representar o Brasil após venceram as rodadas nacionais em Fevereiro, sagrando-se campeões nacionais, e também conquistando as premiações de melhores memoriais e melhor orador individual.

                Durante as rodadas internacionais o time teve a oportunidade de ser avaliado por mais de 12 juízes, encontrando competidores e profissionais de direito de todo o mundo. Com o menor time da competição, composto tão somente de dois integrantes, sendo um também o técnico da equipe, o time foi alocado no chamado “grupo da morte” durante a frase preliminar de grupos, enfrentando EUA, Rússia e China, quando então foi eliminado.

                Essa foi a primeira vez em que a UFSM representou o Brasil na competição. A experiência tende a contribuir muito para que os próximos times possam se aperfeiçoar e continuarem a tradição inaugurada há dois atrás pelo Clube de Direito Internacional.

                A rodada final entre a Austrália e Singapura contou com a banca de juízes composta por Julia Sebuntide, juíza da Corte Internacional de Justiça, Dalveer Bhandari, também juiz da CIJ e previamente juiz da Suprema Corte da Índia, e Mahmoud Cherif Bassiouni, considerado o maior jurista internacional da área criminal do mundo.

                O encontro entre pessoas do mundo inteiro também refletiu as tensões mundiais. Durante o desfile de abertura os times da Ucrânia e Palestina foram saudados com fortes aplausos pelo Presidential Ballroom. Durante uma das rodadas, o time russo estava estabelecendo a existência costumeira do dever de engajar-se em cooperação para atividades que comportem riscos transfronteiriços, quando um juiz inglês interrogou se a Rússia possua esse dever em relação à Ucrânia, forçando a advogada a manifestar uma tímida resposta afirmativa.

                A competição é famosa por ter sido a experiência inicial de dezenas de chancellers pelo mundo, bem como advogados de grandes firmas internacionais e até procuradores-gerais.

                O Clube de Direito Internacional informa que o Edital para a seleção do próximo time está sendo lançando nesta primeira semana de maio, sendo que a mesma se realizará na primeira semana de junho. Mais informações poderão ser obtidas no site do Clube: http://www.theclubofufsm.wordpress.com

Igualmente, o Clube promoverá dois eventos abertos ao público de Santa Maria no mês de maio. No dia 15 de Maio, 18h no Tribunal do Juri, haverá uma palestra-conversa sobre Competições Internacionais, em que se explanará sobre o funcionamento, preparação e benefícios das principais competições na área, bem como haverá um relato da experiência do trabalho de três anos que levou a UFSM a tornar-se campeã nacional.

Já no dia 29 de Maio, às 18h30, haverá um mini-curso em inglês sobre Direito Internacional Aplicado, que será ministrado pelo treinador do time da UFSM para o Jessup nas competições de 2013 e 2014. O objetivo do mini-curso é apresentar as principais ferramentas usadas na construções da argumentação internacional, bem como apresentar uma compreensão prática da realidade jurídica na relação entre países.

Finalmente, o Clube de Direito Internacional agradece imensamente à Coordenação do Curso de Direito e ao Centro de Ciências Sociais e Humanas pelo apoio financeiro a viagem para os EUA, sem a qual a representação do Brasil não teria sido possível. 

 

 

 

 


Publicações Recentes