Ir para o conteúdo Revista Arco Ir para o menu Revista Arco Ir para a busca no site Revista Arco Ir para o rodapé Revista Arco
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Carta do Leitor

Este é o espaço reservado para os nossos leitores. Ficou com alguma dúvida? Percebeu algum erro? Quer fazer um comentário ou um elogio? Escreva para a gente e colabore para que a Arco fique cada vez mais útil e interessante.



Este é o espaço reservado para os nossos leitores. Ficou com alguma dúvida? Percebeu algum erro? Quer fazer um comentário ou um elogio? Escreva para a gente e colabore para que a Arco fique cada vez mais útil e interessante.

PORTUGAL

O que “achei” em meia dúzia de palavras: conteúdos de qualidade, leitura acessível e grafismo excelente. Estão de parabéns.

Marco Pais Neves dos Santos, doutorando em Sustentabilidade Social e Desenvolvimento na Universidade Aberta de Portugal

EXPERIÊNCIA

Um aspecto importante em trabalhar com a revista Arco em sala de aula diz respeito à relevância de aproximar os estudantes — neste caso, com idades que variam entre dez e 13 anos, de ações oriundas da UFSM, para que se possa, dessa forma, tecer possibilidades de interação e inserção na Universidade desde os primeiros anos no Ensino Fundamental.

Lucas Visentini, professor da Escola Miguel Beltrame

SUSTENTABILIDADE

Admiro muito o trabalho de vocês. Inclusive instalei um reservatório de coleta da água da chuva na minha casa a partir de uma matéria da revista. Rego todas as plantas, minha pequena horta e uso na limpeza da casa e do pátio… é muita água!

Vanessa Solis Pereira, psicóloga

Errata
Na matéria Um convite de descanso aos olhos e ouvidos, publicada na 4ª edição da Arco, referimos que o professor Marco Antônio Verardi Fialho possui “pouco conhecimento sobre aves”. Em contato com a Arco, ele esclareceu: “Meu contato com as aves iniciou na minha infância, década de 1970, e de lá para cá são alguns anos de observação e conhecimento sobre a diversidade de espécies de aves que habitam o Rio Grande do Sul”. Pedimos desculpas ao professor pela imprecisão.

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes