Ir para o conteúdo NTE Ir para o menu NTE Ir para a busca no site NTE Ir para o rodapé NTE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Perguntas Frequentes

Dúvidas Moodle

 

Para todas as dúvidas relacionadas ao Moodle, é necessário acessar a página Ambientes Moodle, que tem tutoriais, guias e FAQ de uso dos Moodles UFSM.

Dúvidas de Novos Alunos

A Educação a Distância – EaD é compreendida como modalidade de ensino na qual a mediação didático-pedagógica, nos processos de ensino e aprendizagem, ocorre com a utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação, associada a sistemas de gestão e de avaliação que lhe são peculiares, com políticas de acesso, envolvendo estudantes e profissionais (professores, tutores, gestores e técnicos administrativos), que desenvolvem atividades educativas em lugares e/ou tempos diversos.
A EaD possibilita que alunos distante geograficamente da UFSM tenham acesso à formação pública gratuita e de qualidade ofertada pela instituição.

Sim, a UFSM possui cursos de graduação e pós-graduação a distância.

Atualmente, a UFSM oferece os cursos:

  • Ciências da Religião
  • Educação Especial
  • Licenciatura em Computação
  • Licenciatura em Educação do Campo
  • Licenciatura em Física
  • Licenciatura em Sociologia
  • Licenciatura – Letras/Português e Literaturas
  • Licenciatura – Letras/Espanhol e Licenciaturas
  • Licenciatura em Educação Indígena
  • Pedagogia

Como a meta prioritária do Sistema UAB é contribuir para a Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação, as ofertas de vagas são prioritariamente voltadas para a formação inicial de professores da Educação Básica.

Os cursos de graduação EaD ofertados atualmente são Licenciaturas, mas também há Bacharelados e Cursos Superiores de Tecnologia (Tecnólogos). 

Em nível de pós-graduação, também são ofertados cursos de pós-graduação lato sensu (especializações).

Os cursos de Licenciatura habilitam o profissional para atuar na educação, como professor da Educação Básica, assim como em contextos educativos diversos e em espaços formais e não formais, conforme as especificidades da área de formação.

O Bacharelado habilita o profissional para atuar de forma mais ampla no mercado de trabalho. 

Os Cursos Superiores de Tecnologia (Tecnólogos) possuem características especiais, com foco em áreas mais específicas de atuação. O que diferencia estes dois últimos, basicamente, é o título conferido ao formando: Bacharel e Tecnólogo, respectivamente, podendo também haver diferença no tempo de duração dos cursos.

A UFSM oferece ensino público e gratuito, ou seja, não há cobrança de mensalidade. 

Para inscrição no processo seletivo é cobrada uma taxa de inscrição, observando que os candidatos podem solicitar isenção, conforme definido em edital.

O estudante deverá cumprir as exigências do projeto pedagógico vigente do seu curso, com vistas à integralização curricular. 

O tempo mínimo para integralização curricular dos cursos de graduação geralmente é de 8 (oito) semestres.

Já para os cursos de pós-graduação lato sensu (especializações) o número de períodos indicados para a conclusão geralmente é de 3 semestres.

Somente a inscrição para o vestibular. Pode ser solicitada a isenção da inscrição conforme edital.

Os processos seletivos para ingresso de alunos são realizados através de Editais Públicos da UFSM, sob a coordenação da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) e da Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPGP), para os cursos de graduação e pós-graduação lato sensu, respectivamente.

Para os cursos de graduação, geralmente, o processo seletivo se dá por meio da realização de uma redação.

Para os cursos de pós-graduação, o processo seletivo pode ser diferente para cada curso, podendo envolver análise de currículo, carta de intenção, memorial ou projeto, entrevista, entre outros requisitos definidos no edital.

Para acompanhar o andamento e a divulgação de novos processos seletivos, é importante que os interessados consultem frequentemente as redes sociais e o site do NTE/UFSM e as informações constantes no site da UFSM,da PROGRAD e da PRPGP.

Depende do local do polo do curso. Alguns cursos possuem polo em Santa Maria.

Os cursos de graduação e pós-graduação lato sensu (especialização) na modalidade a distância da UAB/UFSM são de caráter temporário, isto é, as ofertas dos cursos não ocorrem regularmente todos os anos, como acontece com os cursos presenciais desta Universidade. 

As novas turmas dos cursos são disponibilizadas quando a instituição recebe aprovação para a abertura de novos editais de processos seletivos, portanto não possuem calendário regular, sendo que os processos seletivos podem ocorrer em qualquer período do ano. 

Portanto, se você tem interesse em um curso EaD da UFSM, é muito importante seguir e acompanhar as redes sociais e o site do NTE/UFSM, pois todas as informações sobre abertura de processos seletivos são divulgadas amplamente nesses canais. 

Os cursos compreendem momentos de estudo a distância e atividades presenciais.

A maioria das atividades de estudo a distância será desenvolvida por meio do Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem Moodle, onde cada professor desenvolve sua disciplina, utilizando diferentes recursos, atividades, ferramentas e mídias para a apresentação e compartilhamento dos conteúdos e a mediação didático-pedagógica do processo de ensino e aprendizagem.

Já as atividades presenciais previstas nos projetos pedagógicos do curso, como tutorias, avaliações, estágios, práticas profissionais e de laboratório e defesa de trabalhos, serão realizadas na sede da instituição de ensino, nos polos de educação a distância ou em ambiente profissional, conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais. 

 

Acesse os Projetos Pedagógicos dos Cursos AQUI.  

O Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem (AVEA) Moodle é a plataforma por meio da qual os cursos de graduação e de pós-graduação a distância da UAB/UFSM são ofertados.  Neste ambiente são disponibilizadas as disciplinas, conteúdos pedagógicos e atividades de ensino e de interação entre alunos, professores e tutores, de forma remota.

O Moodle é utilizado também pelos cursos presenciais, que podem disponibilizar conteúdos no AVEA. 

O ambiente Moodle institucional da UFSM é mantido e gerenciado pelo Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE – UFSM).

O polo de apoio presencial é o local devidamente credenciado pelo MEC, próprio para o desenvolvimento de atividades pedagógicas e administrativas relativas aos cursos e programas ofertados a distância. 

Nos polos, acontecem as atividades presenciais e de apoio  para o desenvolvimento e formação acadêmica e profissional dos alunos. Neste local, os alunos têm acesso à biblioteca e aos laboratórios  de informática, além de manter contato com colegas, professores e tutores, propiciando assim a mediação pedagógica  e tecnológica nos processos de ensino e aprendizagem.

O polo pode estar ligado a mais de uma universidade, dependendo dos cursos que estiver oferecendo.

É necessário ir ao polo para realizar as avaliações presenciais das disciplinas do curso e demais momentos presenciais. Todos os encontros e atividades presenciais são informados com antecedência aos alunos e sua frequência varia conforme o curso. 

 

Geralmente, há duas avaliações presenciais por disciplina ao longo do semestre. Os professores do curso costumam organizar conjuntamente o calendário de avaliações presenciais. Assim, é comum que, em um único dia, sejam realizadas avaliações de mais de uma disciplina no polo.

A Lei 12.089/2009 proíbe uma mesma pessoa ocupar simultaneamente mais de uma vaga como estudante em cursos de graduação de instituições públicas de ensino superior. 

Poderão ter o curso cancelado aqueles alunos que estejam matriculados em mais de um curso de graduação na UFSM. Depois de finalizado o processo de confirmação de vaga, caso o aluno matriculado em mais de um curso não tenha manifestado formalmente o seu interesse em cancelar um deles, o cancelamento será efetivado pelo DERCA, conforme prevê a Lei N. 12.089/2009 (Fonte: Guia Acadêmico da UFSM, 2019).

Os cursos de graduação da UFSM avaliam seus estudantes por meio de atribuição de notas, sendo que a nota mínima para aprovação deve ser igual ou superior a sete, na média das avaliações parciais. Caso o estudante não alcance a nota mínima, deverá se submeter à avaliação final (exame), devendo atingir nota igual ou superior a cinco, salvo excepcionalidades previstas no Projeto Pedagógico do Curso.

Nos cursos de pós-graduação a avaliação é expressa por meio de conceitos, sendo que para aprovação o discente deve obter conceito superior a “C”.

Para mais informações consulte o Guia Acadêmico da UFSM.

Sim. Os alunos que cumprirem todas as exigências recebem Diploma de Graduação ou Certificado de Especialização, devidamente reconhecidos pelo MEC, ambos sem custo para emissão da primeira via.

 

Para mais informações sobre Diplomas e Certificados acesse informações do site do DERCA:

 

Diploma de Graduação: https://www.ufsm.br/orgaos-executivos/derca/graduacao-diplomas-certificados/

 

Certificado de Especialização: https://www.ufsm.br/orgaos-executivos/derca/pos-graduacao-diplomas-certificados/

Dúvidas Gerais

Você pode acessar o site do Moodle de diversas formas:

  • Através da página inicial do NTE, no botão Moodle, que consta no cabeçalho do site:

Em todos os casos, você estará na página em que poderá escolher qual a opção que deseja, se é o Moodle EAD/UAB, Presencial ou Capacitação.

A Universidade Aberta do Brasil é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal.
O Sistema UAB foi instituído pelo Decreto 5.800, de 8 de junho de 2006, para “o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País”. Fomenta a modalidade de educação a distância nas instituições públicas de ensino superior, bem como apoia pesquisas em metodologias inovadoras de ensino superior respaldadas em tecnologias de informação e comunicação. Além disso, incentiva a colaboração entre a União e os entes federativos e estimula a criação de centros de formação permanentes por meio dos polos de apoio presencial em localidades estratégicas.

A adesão dos governos locais – Estados e Municípios – e das instituições públicas de ensino superior ao Sistema UAB dá-se no âmbito dos Fóruns Estaduais Permanentes de Apoio à Formação Docente, criados pelo Decreto nº 6.755, de 29 de janeiro de 2009. A definição oficial dos Fóruns Estaduais Permanentes de Apoio à Formação Docente encontra-se disponível no caput do art. 1º da Portaria MEC nº 883, de 16 de setembro de 2009, citado a seguir:

“Art. 1º Os Fóruns Estaduais Permanentes de Apoio à Formação Docente são órgãos colegiados criados para dar cumprimento aos objetivos da Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica […] com a finalidade de organizar, em regime de colaboração entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério para as redes públicas da educação básica”.

A direção dos Fóruns Estaduais compete às secretarias estaduais de educação ou de ciência e tecnologia, a depender do estado da federação. Além dessas secretarias, podem compor os Fóruns Estaduais representantes locais da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME, das secretarias municipais de educação, das universidades federais e estaduais, entre outros atores.

Os Fóruns Estaduais realizam reuniões periódicas, cujos resultados, lavrados em ata, balizam o atendimento de pedidos de novos polos feitos à Diretoria de Educação a Distância da CAPES.

Sempre que a prefeitura do polo substituir um coordenador de polo, ela deve avisar o NTE/UFSM através de um e-mail para o coordenador UAB/UFSM com as seguintes informações do novo responsável:

  • Nome 
  • CPF
  • E-mail para Contato
  • Telefone / Celular

Veja o fluxo do processo:

A Lei 12.089/09 proíbe uma mesma pessoa ocupar simultaneamente mais de uma vaga como estudante em cursos de graduação de instituições públicas de ensino superior. Sobre o acúmulo de vagas em cursos de níveis diferentes, as instituições devem ser consultadas, tendo em vista o regimento interno de cada uma delas.

Conforme prevê a Portaria Conjunta Nº2 (CAPES e CNPq), de 22 de julho de 2014 – Sobre bolsas dos tutores da Universidade Aberta do Brasil (UAB), para os bolsistas matriculados em programas de pós-graduação no país, a autorização para atuar como tutor deverá ser formulada pela coordenação do curso, ou programa de pós-graduação, em que o bolsista estiver matriculado, com a devida anuência de seu orientador. Para os demais bolsistas, a autorização para atuar como tutor deverá ser emitida pelo coordenador do projeto ao qual a bolsa estiver vinculada. A atuação como tutor da UAB não exime o bolsista de cumprir com as obrigações previstas para cada modalidade de bolsa, inclusive quanto ao prazo de vigência, ficando mantida a obrigatoriedade de cumprir os termos do compromisso assumido com a agência de fomento concedente da bolsa. Acesse a portaria: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/PORTARIA-CONJUNTA-2-22jul14.pdf

O processo seletivo para os cursos de graduação e pós-graduação é realizado por Edital Público. Fique atento aos sites da universidade (www.ufsm.br), da Coperves (www.ufsm.br/coperves) e da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP)(www.ufsm.br/prpgp).

Não. Os cursistas com aproveitamento conforme os Critérios de Avaliação e Certificação receberão certificados, mas deverão participar dos processos seletivos dos cursos divulgados por editais.

 Sim. Todos os cursistas com aproveitamento conforme os Critérios de Avaliação e Certificação disponíveis em cada curso recebem certificado correspondente à carga horária do respectivo curso

Os cursos de capacitação do PACC são destinados prioritariamente para coordenadores – de curso, de tutoria e de polos –, integrantes da equipe multidisciplinar, professores-pesquisadores e tutores que atuam nos cursos e programas da UAB/UFSM.

Professores-pesquisadores que atuam no âmbito da UAB/UFSM são indicados pelas respectivas coordenações de curso para participar das capacitações do PACC.

Professores da UFSM que utilizam o Moodle como apoio às aulas nos cursos presenciais, podem se inscrever de acordo com os períodos e critérios previstos nos editais, no link Editais e Resultados.

Tutores e interessados em realizar seleção para atuar como tutores presenciais ou a distância dos cursos na modalidade a distância ofertados pela UAB/UFSM devem se inscrever de acordo com os períodos previstos em editais disponíveis em Editais e Resultados. Os tutores já selecionados que, eventualmente, ainda não possuam curso de capacitação são indicados pelos respectivos coordenadores de tutoria à realizar o curso.

A avaliação nos cursos de capacitação segue o que consta no informativo de cada curso. Geralmente, para a certificação, os cursistas são avaliados de acordo com o desempenho obtido nas atividades a distância e nas atividades presenciais, sendo necessário obter nota final igual ou superior a 7,0 para aprovação. Além disso, alguns cursos exigem a participação em encontros presenciais.

Sim. Solicite com antecedência para o tutor encaminhar a emissão de um atestado de participação.

Precisa possuir formação no nível superior e experiência mínima de um ano no magistério do ensino básico ou superior. Ou se não tiver essa experiência, possuir formação pós-graduada ou vinculação a programa de pós-graduação e/ou grupos de pesquisa.

Para ser tutor presencial ou a distância você também precisa participar dos processos seletivos realizados pelos cursos conforme os critérios de inscrição e seleção estabelecidos em editais disponibilizados no site do NTE.

Mediar a comunicação de conteúdos entre o professor e os estudantes;

Acompanhar as atividades discentes, conforme o cronograma do curso;

Apoiar o professor da disciplina no desenvolvimento das atividades docentes;

Manter regularidade de acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA e responder às solicitações dos alunos no prazo máximo de 24 horas;

Estabelecer contato permanente com os alunos e mediar as atividades discentes;

Colaborar com a coordenação do curso na avaliação dos estudantes;

Participar das atividades de capacitação e atualização promovidas pela instituição de ensino;

Elaborar relatórios mensais de acompanhamento dos alunos e encaminhar à coordenação de tutoria;

Participar do processo de avaliação da disciplina sob orientação do professor responsável;

Apoiar operacionalmente a coordenação do curso nas atividades presenciais nos polos, em especial na aplicação de avaliações.

O Coordenador do Polo UAB é o responsável por solicitar (via e-mail) a liberação de acesso ao ambiente moodle para o Assistente a Docência do polo. 

O e-mail deve conter o Nome, CPF e e-mail do assistente.

Abaixo o fluxo desta solicitação:

Setor de Bolsas/NTE

 A devolução de bolsas deve ser realizada em agências do Banco do Brasil através da Guia de Recolhimento da União (GRU), que pode ser preenchida no link:

https://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/gru/gru_simples.asp

Os campos e dados a serem preenchidos são os seguintes:

Unidade Gestora (UG): 154003

Gestão: Selecionar 15279 (CAPES)

Competência: Indicar a que mês se refere a bolsa a ser devolvida.

Código de recolhimento: 68888-6 (para bolsas recebidas no ano corrente) ou 28851-9 (para bolsas recebidas em anos anteriores)

Nome do contribuinte / Recolhedor: CPF do recolhedor Valor Principal: valor a ser devolvido Valor Total: repetir valor a ser devolvido.

Enviar à Capes o comprovante e a GRU digitalizada para coordenacaouab@nte.ufsm.br

Atualmente o prazo é de aproximadamente:

15 dias úteis após a autorização do Gestor Local;

45 dias úteis após a autorização do Gestor Local (bolsistas cadastrados pela primeira vez no SGB/Capes).

Coordenador de Curso: R$1.400,00

Coordenador de Tutoria: R$ 1.300,00

Professor Pesquisador 1: R$ 1.300,00

Professor Pesquisador 2: R$ 1.100,00

Tutor Presencial: R$ 765,00

Tutor a Distância: R$ 765,00

Pelo telefone: 0800-616161 (Fale Conosco)

Pelo email: bolsasuab@capes.gov.br

O processo seletivo depende de Editais Públicos, mas fique atento ao nosso site e também à nossa fanpage. Assim que for aberto um novo edital, divulgaremos.

O professor, primeiramente, deverá agendar uma reunião com a equipe multidisciplinar, através do e­mail: analistaeducacional@cead.ufsm.br, a fim de obter as orientações para o processo de desenvolvimento dos materiais.

Mais informações: Criação de materiais didático

 O comprovante de rendimentos para as diárias recebidas via FATEC encontra-se no endereço http://portal.fatecsm.org.br/Portal/Cliente/ComprovanteRendimentosParametro ou no site da FATEC (http://www.fatecsm.org.br/) no link “Informes Rendimentos”.

Para as diárias recebidas via SCDP está no site do SIGEPE (https://www2.scdp.gov.br/novoscdp/home.xhtml).