Ir para o conteúdo CAL Ir para o menu CAL Ir para a busca no site CAL Ir para o rodapé CAL
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Concerto beneficente abre as comemorações do Cinquentenário da Sinfônica de Santa Maria



A Orquestra, Coral e Coro de Câmara da UFSM se reúnem para o espetáculo que marca oficialmente a abertura das comemorações dos 50 Anos da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. O evento acontece no dia 26 de novembro, às 20h30min, no Park Hotel Morotin e será em prol de instituições infantis de caridade. A regência é do Prof Cláudio Esteves que recebe a cantora lírica Leniza Menna Barreto.

A entrada é um brinquedo novo ou usado, em bom estado. As doações serão entregues, próximo ao Natal, para as instituições infantis que atendem crianças em situação de vulnerabilidade social.

O brinquedo deve ser trocado pelo ingresso nos seguintes pontos de troca: Macedo Brinquedos – Calçadão; Superlegal Brinquedos – Monet Plaza Shopping; Sweet Planet – Floriano,1139 e Royal Plaza Shopping; NY Infanto – Bozano, 1129; Secretaria do Centro de Artes e Letras, Prédio 40 – Campus UFSM; Sede da Orquestra Sinfônica de Santa Maria (Rua Floriano Peixoto, 1750, 2° andar, sala 217).

O Concerto é uma realização da Associação Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Universidade Federal de Santa Maria. Conta ainda com o apoio de Eny Calçados, SEDUFSM, A Razão, Diário de Santa Maria, TV Santa Maria, TV Campus, SM Outdoor e Guds Decorações Criativas.

A Orquestra Sinfônica de Santa Maria deu inicio às atividades no ano de 1966, três anos após a criação do Curso de Música da UFSM. Na época o Prof. Dr. Frederico Richter, com o especial apoio do Magnífico Reitor Mariano da Rocha Filho, e com a participação de seus colegas músicos vindos de Porto Alegre, fundou uma orquestra de câmara composta basicamente pelo naipe de cordas. Já neste momento, o Maestro Richter buscou a participação de músicos vinculados à cidade, para a constituição de uma orquestra autóctone, que não dependesse de músicos vindos de fora.

Em 1981, através do projeto de pesquisa e extensão “Orquestra Possível” em que eram aceitos todos os instrumentos que se apresentavam, foram abertas as portas da Orquestra a todos os interessados e descobertos muitos talentos. Este projeto, realizado com o objetivo da construção e formação da Orquestra, incluía instrumentos como violão e flauta doce, demandava muitas pesquisas e todo o conhecimento do compositor e maestro Richter, para fazer adaptações e arranjos de obras importantes da música universal.

Com a criação da Associação Cultural Orquestra Sinfônica de Santa Maria, em 1988, foi possível à introdução de novos instrumentos: trompetes, tubas, trombones, flautim, flauta, clarinete e fagote, tornando-se assim uma Orquestra Sinfônica.

PROGRAMA:

Aaron Copland – Fanfarra para o Homem Comum

Modest Petrovich Mussorgsky (Rimsky-Korsakov) – Uma noite no Monte Calvo

Sir Edward Elgar – Pompa e Circunstância, Marcha n. 1

George Frideric Handel – Messias – Seleções da Parte I e finais:

1- Sinfony

4- And the Glory of the Lord

7-And He Shall Purify

9 e 10- O Thou that Tellest Good Tidings to Zion Solista: Leniza Menna Barreto, contralto

13- For Unto Us a Child is Born

14- Pifa

19- Glory to God

23- His Yoke is Easy, and His Burden is Light

II-22- Hallelujah!

III-10- Final Amen


Publicações Recentes