Ir para o conteúdo CAPPA Ir para o menu CAPPA Ir para a busca no site CAPPA Ir para o rodapé CAPPA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

O Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia/Universidade Federal de Santa Maria (CAPPA/UFSM) foi criado com o objetivo de dar suporte à pesquisa paleontológica na região da Quarta Colônia, Rio Grande do Sul (municípios de Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Restinga Seca, São João do Polêsine, lvorá, Silveira Martins, Nova Palma e Pinhal Grande).

Notícias
Agudotherium gassenae: saiba mais sobre a nova descoberta
Uma nova espécie de cinodonte acaba de ser publicada no periódico científico Journal of Vertebrate Paleontology. O estudo, conduzido por pesquisadores do CAPPA/UFSM e do Museu Argentino de Ciências Naturais, descreve uma nova espécie de cinodonte, grupo ancestral dos mamíferos…
12/10/2020
Novas evidências sobre Buriolestes schultzi
Apesar de ser um dos dinossauros primitivos mais bem conhecidos, o esqueleto completo do Buriolestes schultzi ainda não é totalmente conhecido. A espécie foi escrita com base em um esqueleto parcial muito bem preservado. Logo após, um segundo esqueleto, ainda…
01/09/2020
Novo estudo sobre o rearranjo na base da árvore evolutiva dos ornitísquios
O paleontólogo do CAPPA/UFSM Rodrigo Temp Müller e o aluno do curso de Ciências Biológicas Maurício Silva Garcia publicaram hoje um estudo no periódico britânico Biology Letters, no qual apresentam uma solução evolutiva para um dos maiores desafios da paleontologia…
26/08/2020
Novo estudo sobre crânio de porco-do-mato extinto
Recentemente, um novo artigo científico descrevendo o crânio de um porco-do-mato extinto do sul do Brasil, foi publicado pela estudante de mestrado Paula Copetti (CAPPA/UFSM), em colaboração com os pesquisadores Jamil Corrêa Pereira (Museu Coronel Tancredo Fernandes de Mello), Renato…
22/06/2020
“Cada táxon no seu galho”! Saiba mais sobre sistemática filogenética
A sistemática filogenética permite recriar a história evolutiva dos organismos através de hipóteses baseadas em ancestralidade compartilhada. Isto é, os organismos são posicionados em partes de árvores filogenéticas (cladogramas) com base em seu parentesco. Esta abordagem permite que a evolução…
04/05/2020